Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

IMPOSTÔMETRO

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

BOPE/DF executa sequestrador

Assaltante é morto e polícia liberta reféns

Izabel Toscano - Correio Braziliense , Diego Amorim - Correio Braziliense

Depois de mais de cinco horas de negociação, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), decidiram invadir a farmácia Santa Marta, na QNM 18, conjunto B, em Ceilândia, onde um homem mantinha dois reféns havia mais de cinco horas. O assaltante, Roger Duarte Pinto, morreu vítima de um disparo feito por um atirador de elite do Bope.

Pouco antes das 13h, Roger mandou que um dos reféns, o motoboy Alex Alves, saísse da drogaria e pegasse o Celta prata que a polícia tinha providenciado para a fuga. No momento em que Alex encostou o carro na entrada da farmácia, policiais do Bope se aproximaram e retiraram o refém do veículo.

Quando começaram a invadir a drogaria, Roger atirou contra os policiais e ameçou disparar contra a outra refém, Regina Chaves, que estava dentro da loja. Então, um atirador de elite do Bope que estava do outro lado da rua disparou na cabeça do assaltante, que morreu na hora. Os dois reféns, que estavam em poder de Roger desde às 7h30, foram libertados sem ferimentos.

Roger, presidiário foragido - saiu no 'saidão' do Dia dos Pais e não retornou ao presídio - invadiu a Drogaria Santa Marta, na QNM 18, conjunto B, quando os funcionários chegavam ao local para mais um dia de trabalho. Sete pessoas foram feitas reféns, mas até às 8h30 cinco deles haviam sido libertados: Desiré Cristina Aleixo Nunes, 23 anos, Nilson Rodrigo Rêgo Marques, 23 anos, Moacir Mouzack, 19 anos, o gerente Silas Almeirda da Silva, 22 anos, e José Ivaldo Valadares da Silva, 39 anos.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada