Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

domingo, 31 de janeiro de 2010

O pastor dos bandidos

Polêmico líder evangélico que afirma ter recuperado cinco mil criminosos

O púlpito da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias (Adud) era o centro das atenções. Diante de 800 pessoas humildes, o líder e fundador da congregação, o pastor Marcos Pereira, esconjurava o demônio, como faz todo sacerdote evangélico, em uma quarta-feira de janeiro. Em determinado momento, o religioso deu uma pausa e conclamou, ao microfone: “Peço aos criminosos convertidos que estão aqui para vir ao palco fazer uma foto para a revista ISTOÉ”. De repente, como em uma romaria, homens começaram a se levantar de todos os lados da igreja e a andar em direção ao pastor. Na tropa de mais de 50, alguns chamavam a atenção por serem ainda adolescentes. Todos são ex-assassinos, traficantes, drogados ou ladrões transformados, hoje, em pessoas com aparência inofensiva e sempre dispostas a falar de Cristo. A Igreja está localizada na Baixada Fluminense, território do Rio de Janeiro marcado pela violência. O pastor encerrou a pregação puxando uma música gospel cuja letra se conecta diretamente com aqueles homens: “Eu, que era ovelha perdida, hoje tenho nova vida, caminhando com Jesus.” Pelas contas de Marcos Pereira, 53 anos, ele e seus missionários – entre os quais o ex- pagodeiro Wagner Dias Bastos, o Waguinho, exvocalista do grupo “Os Morenos” e hoje braço direito do pastor – já recuperaram mais de cinco mil bandidos e viciados nos últimos 20 anos.

Alguns eram famosos e temidos chefões do tráfico, como José Amarildo da Costa, o Maílson do Dendê, que, junto com o irmão Milton Romildo Souza da Costa, o Miltinho do Dendê, chefiou o crime organizado na Ilha do Governador, nos anos 90. “O Rio de Janeiro não está pior graças a mim”, exagera o pastor, no seu estilo sensacional e sensacionalista. Mas é fato que é o único a entrar com seus obreiros em lugares tão perigosos que a própria polícia só incursiona após um planejamento prévio. Em contato com os bandidos, Pereira consegue, muitas vezes, convencê-los a trocar o fuzil pela “Bíblia”.

Mas seus métodos são polêmicos. O pastor filma a conversão de criminosos em bocas de fumo e também o resgate dos sentenciados à morte pelo tráfico, normalmente após bárbaras torturas e à beira da execução. Em seguida, vende os DVDs com essas imagens. Diz que, assim, sustenta a Igreja. “Ninguém me ajuda”, reclama Pereira, que estima em R$ 200 mil mensais as despesas com o tratamento dos regenerados. Segundo ele, o mais importante é ter salvado em torno de 700 condenados à morte pelos traficantes. Seu estilo midiático de trabalhar acaba despertando mais suspeitas do que admiração. Alguns dizem que ele ajuda a lavar dinheiro do tráfico, outros o acusam de fazer marketing de sua missão. Ele nega. Há anos, é alvo de investigação das polícias Estadual e Federal, mas nada foi provado. “É tudo safadeza. A polícia me persegue”, reage.

Em meio a tantas suspeitas, ele responde a apenas duas ações por crimes ambientais por destruir parte da vegetação da reserva biológica de Tinguá, Nova Iguaçu, onde fica a fazenda Vida Renovada, usada para recuperar os bandidos arrependidos. A doutrina de sua Igreja é arcaica. Talvez por isso, o cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo, tenha desistido de se converter, apesar de ter sido presença certa em todos os cultos comandados por Pereira quando ele visitava a cadeia onde o artista cumpria pena por associação com o tráfico de drogas, em 2008. De fato, as regras são extremamente rigorosas. O pastor proíbe a leitura de jornais e revistas, assim como recomenda aos fiéis que não assistam à tevê, não usem as cores vermelha e preta, não tenham plantas e nem criem animais, nem sequer mantenham bichos de pelúcia em casa.
Segundo ele, o demônio se esconde em todas essas coisas. Tomar Coca-Cola também é proibido, pelo fato de a fórmula do refrigerante não ser conhecida. As mulheres só podem usar roupas que não marquem o corpo e, os homens, calças e camisas de manga comprida. Banhos de mar ou piscina e a prática de esportes só podem ocorrer com as pessoas vestidas. Talvez por isso tenha dificuldade de engordar o rebanho. Adud tem apenas 1,5 mil fiéis em cinco cidades. Pereira ganhou notoriedade em 2004 quando, a pedido do então governador Anthony Garotinho, negociou a rendição de detentos amotinados na Casa de Custódia de Benfica, que ameaçavam matar os reféns. “Essa intimidade com traficantes levanta dúvidas, em quem não o conhece, sobre o comprometimento dele com os bandidos”, analisa o cientista social Luiz Eduardo Soares, ex-secretário nacional de Segurança. Apesar de não concordar com a metodologia do pastor, Soares reconhece a importância e seriedade do trabalho. O pastor Marcos é uma das poucas pessoas que transitam em todas as favelas cariocas, independentemente da facção criminosa que a controla. O que é um fenômeno e tanto, pois a realidade do Rio ensina que quem frequenta área dominada por uma quadrilha não pode ingressar na favela da facção rival, nem para visitar parentes, sem correr o risco de morte. “Pensava que ele ia à favela ver as coisas e depois caguetar para os inimigos”, conta Alexandre Vieira Pacheco, 33 anos, que não gostava do pastor quando era segurança das bocas de fumo da Favela de Acari.

Pacheco foi convertido há cinco anos. Para militantes da ONG Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência, Pereira poderia, graças a seu trânsito livre em favelas, ter ações mais humanitárias, como denunciar as condições subumanas em que vivem os presos ou as arbitrariedades praticadas pela polícia. “Para nós, que temos como foco principal a questão dos direitos humanos, o trabalho do pastor Marcos Pereira não soma nada, afirma o engenheiro Maurício Campos, 47 anos, militante da Rede. “A melhor forma de recuperar um preso é se esforçar para que a Lei de Execuções Penais seja cumprida”, diz. Representantes da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa também reclamam dos métodos do pastor, explicando que quando Pereira prega que não foi o homem que roubou, traficou ou matou, mas põe a culpa no Exu ou no Zé Pilintra (entidades espirituais), os bandidos convertidos tornam- se uma ameaça. “Todo traficante evangélico quer fechar os terreiros na comunidade que domina”, revela uma vítima de preconceito religioso num morro do Rio, que pede para não ser identificada por medo de represália. Entretanto, o padre Elias Wolff, assessor da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vê com bons olhos o trabalho do pastor “desde que por trás dessas ações não haja interesses que não sejam a defesa e a promoção da vida.”

Fonte: IstoÉ

Zé Dirceu diz que candidatura da Dilma Apagão é irreversível

Dirceu: Candidatura da Dilma é irreversível e Mercadante será candidato se Ciro não concorrer em SP

O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu afirmou neste domingo, em Parnaíba (PI), que o PT prioriza a candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) para o governo de São Paulo. Segundo ele, a decisão deve sair nos próximos dias. "Se ele (Ciro) sair candidato a Presidência, e não for ao governo do São Paulo, vamos lançar o senador (Aloizio) Mercadante (PT-SP)", afirmou.

Dirceu afirmou também que a candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, é "irreversível". Convidado especial para participar da caravana dos 30 anos do PT no Piauí, Dirceu disse que a eleição de Dilma será o terceiro mandato de Lula e mandou um recado para os adversários: "eles vão ter que nos engolir". "Já que o Lula não pode exercer o terceiro mandato. Vamos dar o terceiro mandado a Dilma Rousseff", afirmou.

Percorrendo os Estados para enquadrar os aliados na candidatura de Dilma, José Dirceu disse que a petista tem crescido nas pesquisas e tem chances de ganhar no segundo turno. "É uma candidatura irreversível e isso será mostrando no dia 20 quando ela será oficializada como candidata no encontro do PT. O PMDB deve indicar o vice", afirmou.

No Piauí, José Dirceu foi recepcionado pelo governador Wellington Dias (PT), participou de carreata pelas ruas de Parnaíba e discursou na posse do novo diretório no município. De Parnaíba, no litoral do Estado, Dirceu seguiu a Oeiras para agenda política e, nesta segunda-feira, estará na posse da prefeita de Fortaleza, Luiziane Lins, como presidente do Diretório do PT no Ceará.

Fonte: Jornal do Brasil

Parar ou não parar de madrugada no sinal vermelho ?

Mais um alerta para a segurança do brasiliense e de outras cidades brasileiras

Está na hora de Brasília enfrentar mais um problema de segurança pública: o risco de assaltos e sequestros relâmpagos em sinais vermelhos durante a madrugada. A questão é polêmica. Só quatro países registram números de mortes no trânsito mais altos que os do Brasil: Índia, China, Estados Unidos e Rússia. Em 2007, ano em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) levantou estatística, divulgada em meados de 2009, morreram 35,1 mil pessoas nas estradas e ruas brasileiras. Não se pode, portanto, simplesmente desligar semáforos aleatoriamente ou liberar a multa de quem os avançar. Mas há exemplos a seguir, experiências provadas em grandes centros urbanos nacionais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

Parar ou seguir adiante quando o sinal vermelho acender na escuridão e solidão da noite é decisão delicada. A lei é clara. A luz nessa cor indica parada obrigatória. Mas nem sempre é esse o pensamento predominante do motorista que se vê na situação. Suspeitos nas proximidades, relatos de ataques criminosos no local, a simples sensação de medo são razões que às vezes motivam o condutor a ignorar a advertência e cometer infração gravíssima. Pior: a provocar um acidente. É extensa a gama de possibilidades a considerar em segundos, quando o sobressalto impõe dúvida atroz: acatar a determinação prévia do Estado ou decidir solitariamente em sentido oposto?

Permitir que prevaleça o bom senso é questão de… bom senso. A legislação existe para proteger o cidadão. Quando não cumpre tal função, perde a finalidade. Ninguém pode ser obrigado a se expor ao perigo. Nem punido com multa e anotação de preciosos pontos no prontuário do Departamento de Trânsito, o que pode lhe custar a carteira de habilitação, se agir em legítima defesa ou na de terceiros. Sensatez não é monopólio de ninguém. Contudo, erros nessas condições costumam ser fatais. Mas é igualmente inexorável que responsabilidade é obrigação de todos. As consequências do avanço de sinal — e elas são outra certeza — devem ser assumidas por quem o cometer.

Há modos de conter abusos. Primeiro, não pode haver concessões quanto ao limite de velocidade da via. Segundo, câmaras de vigilância com ângulo aberto podem ser precioso tira-teima para a avaliação das autoridades de trânsito, em vez de terem única e exclusivamente função arrecadatória. Além disso, o funcionamento do semáforo precisa ser inteligente. Em cruzamentos perigosos, pontos de alto índice de acidente ou grande fluxo de veículos, é essencial que sinalize as três cores. Em outros, sinal vermelho só serve para sujeitar o motorista à violência dos bandidos. Nesses, não faz sentido a parada obrigatória. Mais recomendável é que, à noite, o sinal fique ligado no pisca-pisca de alerta.

Também há dicas de segurança a serem seguidas pelo cidadão.
- Manter portas e vidros fechados é essencial.
- Reduzir a velocidade ao se aproximar de um sinal vermelho pode evitar que se tenha de parar. - Se a parada for inevitável, o motorista deve manter-se atento à movimentação em volta, frear pouco antes do cruzamento e deixar livre a faixa da esquerda, para ter por onde escapar.

Por fim, não reagir em caso de abordagem. Com esses cuidados pessoais, o brasiliense contribuirá para preservar seu direito de ir e vir. Mas os órgãos de trânsito têm providências extras a tomar.

Mil PMs mortos no Rio em dez anos ! E ainda tem uma ONG m.... que diz que a Polícia do Rio é violenta

Coronel Milton: Mil PMs mortos no Rio em dez anos

Do Blog: Repórter de Crime

O coronel Milton Corrêa da Costa, da Reserva da PM, eventual colaborador deste blog, enviou mais um artigo ao blog, no qual me chama a atenção um dado. Ele informa que em dez anos houve mais de mil policiais mortos na guerra do Rio, 30% deles em serviço. "O fato é inédito em qualquer instituição policial do mundo', afirma o coronel.

Esses números comprovam que a polícia do Rio é uma das que mais mata e mais morre no mundo.

Pego carona para dar parabéns à PM à Polícia Civil (correção) pela ação inteligente que fez anteontem no Morro do Fallet, no Rio Comprido, onde prendeu o chefe do tráfico, com ajuda da PM. Foi dessa favela que partiram os traficantes que mataram um sargento da PM, numa radiopatrulha em plena luz do dia. Mas obtive informações que, infelizmente, a boca-de-fumo continua funcionando normalmente.

"OS NECESSÁRIOS CUIDADOS NO DESLOCAMENTO DE POLICIAS EM ÔNIBUS E A AÇÃO PRÓ-ATIVA

Milton Corrêa da Costa,
especial para o Blog Repórter de Crime


A lamentável morte (mais uma) do Sargento PM Ângelo Conceição da Silva, do Batalhão de Polícia Rodoviária, assassinado pela ação de quatro marginais da lei, ao reagir bravamente a um assalto a ônibus, onde ali se encontrava como passageiro, em retorno para o lar, fato ocorrido na noite da última sexta-feira, 23 de janeiro, na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Jardim América, mostra mais uma vez o grau de letalidade do banditismo do Rio que mata, sem dó nem piedade, policiais e cidadãos, de forma fria e cruel, num total desprezo pela vida humana.

No período de dez anos, numa verdadeira chacina em conta-gotas, mais de mil policiais militares foram mortos no Rio -30% deles em situação de serviço - fato inédito em qualquer instituição policial do mundo, inclusive naquelas em que países estão ou estiveram envoltos em violentas guerras.

Tal preocupante constatação traz à tona algumas questões relativas à segurança pessoal e cuidados indispensáveis de profissionais de polícia, em períodos de folga, quando do deslocamento no interior de coletivos, objeto inclusive de normas internas próprias de ténica policial. Muitas vezes alguns policiais, até por cansaço das horas de labuta, se descuidam da própria segurança pessoal. Em decorrência destes lamentáveis episódios, só nos resta, depois do ocorrido, extrair ensinamentos pois a vida do bravo policial em questão, cujo filho Artur completara 14 anos na data do seu sepultamento ( 24/01/10), não mais voltará. O quepe do pai morto e a bandeira nacional foram os presentes entregues ao jovem Artur, agora órfão.

As primeiras notícias dão conta de que o policial assassinado (somente o processo investigatório poderá esclarecer com precisão) encontrava-se sentado na parte central do coletivo, situação esta que, estando de posse de uma arma, o coloca em desvantagem quanto a uma possível reação à ação marginal. Ao reagir à ação de dois assaltantes, sacando sua arma, fora surpreendido por outros dois meliantes, que também se encontravam no interior do ônibus. O relato inicial é que dois assaltantes se posicionaram na parte da frente do ônibus e dois nos fundos. Ao fazer uso de sua arma e tentar alvejar um dos marginais armados, no instinto policial de reprimir o mal, em flagrante desvantagem numérica, o policial militar - o disparo efetuado não atingiu nenhum deles- foi dominado após luta corporal, tendo sua arma tomada e em seguida conduzido para fora do veículo, onde foi friamente executado. As informações preliminares dão conta de que o policial foi alvejado por quatro disparos.

Repito, os processos apuratórios, determinados pelas autoridades competentes, é que poderão elucidar com clareza toda a dinâmica do evento. No entanto, na análise preliminar do lamentável episódio e na finalidade única e precípua do estudo de caso, que nos conduza a ensinamentos, relativamente a fatos semelhantes, não custa lembrar que a boa técnica ensina, primeiramente, que no imterior de ônibus, estando de posse de sua arma e da carteira, o policial deve procurar postar-se na parte de trás do veículo ( último banco se estiver sentado) tendo assim domínio e visão de tudo que ocorre no interior do coletivo. Como policial e estando de posse de sua identidade pessoal (esta deve ser conduzida em local seguro junto ao corpo que dificulte a revista pessoal) e estando com a arma em condição de pronto uso, precisa então surpreender para não ser surpreendido.

Carteira e arma de policial, no Rio de Janeiro, todos sabemos, são passaportes para a morte. Espantosa e real conclusão. A que ponto chegou a ousadia e o desrespeito por um policial. Ressalte-se, infelizmente, que alguns policiais -já houve fatos constatados e publicados- não se dão ao respeito e até vendem armas para bandidos matarem posteriormente seus próprios companheiros de farda. Traidores dos companheiros,da instituição e da sociedade a quem um dia juraram defender com o sacrifício da própria vida.

Caso decida, portanto, portar a sua arma particular, devidamente registrada e autorizado o seu porte, estando de folga, no deslocamento a pé, em carro particular ou no interior de coletivo, o policial terá, durante todo o tempo do trajeto, que tê-la ao seu rápido alcance, sem descuidar dela em nenhum segundo. Vivemos no contexto de uma violentíssima guerra urbana onde policiais, em situação de serviço ou não, precisam evitar o máximo a ação do elemento surpresa. Se desatentos, surpreendidos e identificados como policiais, fatalmente terão a pena de morte (extra-oficial) decretada, sem chance de defesa.em poucos segundos. Cruel e fria realidade.

A meu ver (opinião de um simples analista de conjuntura) é necessário inclusive que cada um avalie, como profissional de polícia, no contexto de tamanha violência, se em todos os momentos de folga devem estar portando uma arma. Não se trata de medo e sim de precaução no resguardo do bem mais precioso: a vida. Medo é o inverso da coragem. No entanto quem não tem medo é candidato a herói morto. De que adiantam heróis policiais, mortos, que farão falta irreparável (ad eternum) ao seus familiares e à sociedade? Olhem a dor desse adolescente filho do policial morto. Certamente que o jovem preferiria que o pai tivesse comemorado o seu aniversário. Não adianta, em situação de inferioridade tática, reagir heroicamente e perder a vida, um bem irrecuperável , ainda que o tino policial muitas vezes nos traia. Isso não é covardia e sim um ato de preservação do bem maior. É necessário, na ambiência de uma das mais sanguinárias guerras urbanas, que já se teve notícia na história policial no mundo, minimizar os riscos.

Ao aparelho policial cabe, por sua vez, tornar-se eminentemente pró-ativo, na ação permanente de busca e vasculhamento aos redutos do tráfico, na captura, nos limites da lei, de perigosos meliantes e na apreensão de armas e drogas, as ferramentas do crime. Depois da casa arrombada não adianta.Policia reativa acabou no mundo. É preciso surprender para enfraquecer o poder paralelo e reduzir as oportunidades da ação marginal. Os "bondes do terror" partem de morros e favelas e para lá retornam. Eis os redutos a serem incursionados permanentemente. Bandido bom é bandido monitorado, preso e entregue à justiça. Narcoterroristas têm que ter a certeza que serão inquietados e monitorados as 24 horas do dia. A inteligência policial precisa estar atenta e dispor de todos os informes possíveis sobre a atuação do narcoterrorismo no Rio, em suas diferentes facções criminosas.

A vida de todo cidadão, policial ou não, encontra-se, pois, em perigo iminente. A macabra rotina de cerimônias fúnebres de policiais é incômoda e preocupante. Na guerra do Rio são seis os policiais mortos em uma apenas uma semana. Quatro policias militares e dois policiais civis, todos em ação de defesa da sociedade. Note-se que o policial militar assassinado no interior do ônibus interveio bravamente contra a ação marginal, na defesa da socieadade, ainda que inferiorizado numericamente. A sociedade aguarda uma pronta resposta, não uma caçada humana inconsequente com promessas de recompensa pela captura (" VIVO ou MORTO), que afronta o ordenamento jurídico ao estilo dos tempos idos do Velho Oeste americano. A polícia é uma agência social que representa a legalidade do braço armado do estado. Nenhuma entidade de classe policial pode, ao arrepio da lei, autorizar tacitamente a morte de quem quer que seja. Isso é afronta aos preceitos constitucionais e desrespeito ao poder legalmente instituído. O "ollho por olho, dente por dente", acabou. Justiça com as próprias mãos não é ação afeta à classe policial que não pode, em nenhuma hipótese, igualar-se à ação marginal.

Em tempos de guerra urbana extrema somente a ação legal e pró-ativa do aparelho policial, em caráter permanente, nos trará a certeza de dias melhores. A sociedade jamais poderá render-se ao banditismo. A paz social é um fim atingível. É preciso acreditar. O preço da liberdade é a eterna vigilância.

Milton Corrêa da Costa é Tenente Coronel da PM do Rio na reserva "

sábado, 30 de janeiro de 2010

Lula envergonha o Brasil e se curva diante do Chaves e do cocalero Morales


Sem comentários

PGR é contra a revisão da Lei da Anistia

Procuradoria da República é contra revisão da Lei da Anistia

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, encaminhou no fim da tarde da última sexta-feira, 29, parecer pela improcedência da Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental 153 (ADPF), que contesta a validade do primeiro artigo da Lei da Anistia. Este artigo perdoa crimes "de qualquer natureza" relacionados aos crimes políticos ou praticados por motivação política no período de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979.

Para Gurgel a anistia, no Brasil, foi resultado de um longo debate nacional, com a participação de diversos setores da sociedade civil, inclusive da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), autora da ADPF, com o objetivo de viabilizar a transição entre o regime autoritário militar e o regime democrático atual. "A sociedade civil brasileira, para além de uma singela participação neste processo, articulou-se e marcou na história do país uma luta pela democracia e pela transição pacífica e harmônica, capaz de evitar maiores conflitos".

Ele ressaltou que a OAB teve intensa e decisiva participação no processo de construção da anistia ampla, geral e irrestrita no Brasil. "Com perfeita consciência do contexto histórico e de suas implicações, com espírito conciliatório e agindo em defesa aberta da anistia ampla, geral e irrestrita, é que a Ordem saiu às ruas, mobilizou forças políticas e sociais e pressionou o Congresso Nacional a aprovar a lei da anistia."

O parecer ressalta que para o procurador-geral da República desconstituir a anistia como concebida no fim da década de 70 seria romper com o compromisso feito naquele contexto histórico. No entanto, Gurgel defende acesso livre aos arquivos da ditadura, como proposto na Ação Direita de Inconstitucionalidade 4077, proposta pela PGR em maio de 2008.

Fonte: O Estado

[o presidente da OAB em entrevista à imprensa criticou o parecer do procurador-geral da República, assumindo uma postura de que a OAB fosse a dona da verdade.
A OAB é apenas e tão somente um órgão de classe - ultimamente está mais para um sindicato de classe, que busca criar uma 'reserva de mercado' ao dificultar cada vez mais o acesso de milhares de jovens bacharéis em direito ao exercicio da advocacia (não estou, graças a DEUS entre os que não conseguem a carteira da OAB, portanto tenho a necessária isenção para criticar a conduta da OAB com rigor excesso no exame) - e neste condição não tem poderes para julgar o alcance da Lei da Anistia.
A matéria está com o STF e que certamente reconhecerá o acerto da manutenção integral daquele diploma legal.
Esqueceu o ilustre presidente da OAB de fazer menção as centenas de ex-terroristas e ex-guerrilheiros, muitos comprovadamente assassinos frios e covardes, que foram devidamente anistiados, indenizados e pensionados e muitos deles ocupam até cargos no primeiro escalão do (des)governo e um destes tem até presentes a ser presidente da República.]

Contra o terrorismo. Deve ser combatido. Já misturar ANTRAZ a COCAÍNA útil, reduzirá o número de viciados, o consumo cai e o tráfico também

Bacilo de antraz misturado à heroína e cocaína. Alarme na Europa

O bacilo antraz já foi usado por terroristas, que expediram, nos EUA e logo depois do covarde ataque de 11 de Setembro às torres gêmeas e ao Pentágono, centenas de cartas com ele pelos correios. O objetivo era a contaminação por meio da abertura e manuseio pelo destinatário. A meta dos terroristas era causar septicemia e morte por choque toxêmico.

Só que essa forma de contágio, pelo manuseio de papel com o bacilo que é invisível a olho nu, é de eficácia reduzida. O contrário ocorre quando se dá por via aérea.

No particular, a cocaína pode ser aspirada, injetada ou fumada, como a heroína. Em outras palavras, a droga pode ser o veículo utilizado para a contaminação. Com efeito, em dezembro de 2009 e em janeiro de 2010, na Europa, já se registraram 15 casos de consumo de heroína e cocaína com antraz. E anunciadas 8 mortes.

Na Escócia foram internados 14 usuários de heroína em hospitais. A heroína estava contaminada com antraz. Os afetados injetaram ou inalaram doses dessa heroína. Na França, a chamada população de risco já foi comunicada, enquanto a Alemanha informou um caso de morte por antraz de usuário de droga.

No chamado Velho Continente, o alarme foi disparado pelas autoridades sanitárias da União Europeia. Numa chave de leitura adequada, significa ter voltado um conhecido problema, que, em 1998, começou com as drogas sintéticas contaminadas: eram fabricadas em fundo de quintal e com uso de veneno de rato, comprado em supermercado, para potencializar.

Em 1999, quando era o secretário nacional para o fenômeno das drogas ilícitas e diante do problema das drogas impuras, acompanhei, em vários países europeus, a experiência chamada pill testing. Aliás, uma política de redução de danos, enquadrada entre as modernas e humanas.

O pill testing consiste na verificação da pureza da droga. Barracas são montadas por agentes sanitários e o portador pede a testagem químico-toxicológica da droga que pretende consumir. Ele é avisado no caso de impureza e riscos de consumir. Lógico, a polícia não fica nas imediações das barracas. No caso, há necessidade de uma relação de confiança e conscientização. E que não se trata de questão criminal, no que toca ao consumidor. [logo, logo, o (des)governo Lula vai criar uma bolsa para fornecer um kit para testar a qualdiade da droga.]

Pano Rápido. Ainda não se sabe o que está por trás das contaminações por antraz. Não se descarta grupos de moralistas ou de fanáticos religiosos interessados em exterminar usuários de heroína, cocaína e drogas sintéticas.

O uso de antraz em terrorismo é objeto de preocupação desde 1972. Um estudo realizado em Nova York, a pedido dos 007 da CIA, mostra que um ataque com aerosol a espalhar antraz pode causar 600 mil mortes. Poucos gramas do esporão de antraz pulverizados num estádio coberto pode, por exemplo, infectar de 60 mil a 80 mil pessoas em apenas uma hora.

É bom avisar que a introdução do bacilo antraz na cocaína ou na heroína não produz mudança de coloração ou outro aspecto capaz de chamar a atenção do usuário.

Por: Wálter Fanganiello Maierovitch
- IBGF

[conheço uma forma extremamente prática, eficiente e grátis de evitar a contaminação por ANTRAZ misturado a qualquer droga ; não consumir drogas.
Consumiu = comprou = financiou o tráfico.]

Temporão, ops... Temporal desiste do aborto e manda Ministério da Saúde apoiar campanha feita por travestis

Curitiba tem campanha inédita contra o preconceito feita por travestis

Curitiba, no Paraná, foi a cidade escolhida pelo Ministério da Saúde para o lançamento, nesta sexta-feira, Dia da Visibilidade das Travestis, de uma campanha para sensibilizar a população contra o preconceito. Principais alvos da violência discriminatória dentre os grupos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), travestis de todo o país foram convidados a criar o material a ser distribuído. A campanha de promoção de direitos humanos e também de prevenção à Aids contém toques de celular, telas de descanso e vídeos de celular, cartazes e folderes.

- A ideia da campanha é o uso de mídias alternativas às convencionais, como campanha da TV, por exemplo. O importante é ressaltar que parte do material já está disponível no site e pode ser baixado por qualquer um que queira promover a campanha na sua cidade nesse primeiro momento - diz Eduardo Barbosa, diretor adjunto do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

Segundo o Ministério, a idéia é nacionalizar a campanha. Está é a primeira vez que as travestis produzem e criam o conceito de um material destinado para elas mesmas. Com o slogan 'Sou travesti. Tenho direito de ser quem eu sou', o objetivo é promover a inserção social e a imagem positiva das travestis, além de disseminar o conhecimento sobre as formas de prevenção a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, além do o combate à violência e à discriminação.

De acordo com Barbosa, Curitiba foi escolhida como piloto da campanha nacional por já ter algumas políticas públicas voltadas para travestis e também por sediar a V Conferência Regional da ILGA (Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais) na América Latina e no Caribe, realizada de 26 a 31 de janeiro.

- A intenção futura é utilizar, na campanha nacional, folderes com imagens de travestis locais. Essa campanha deve ser lançada em março, pelo ministro José Gomes Temporão em Brasília, e também nas capitais brasileiras - salienta Barbosa.

Em São Paulo, o Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids definiu o primeiro protocolo para o atendimento de travestis do país. O documento inclui a orientação e definições de dosagens em relação ao uso de hormônios, acompanhamento e tratamento das complicações decorrentes do uso de silicone industrial, avaliações urológicas, proctológicas, entre outras. O ambulatório e o protocolo são pioneiros no país e na América Latina.

Levantamento realizado nos seis primeiros meses de existência do ambulatório revelou que a demanda mais recorrente no local é a hormonioterapia, responsável por 45% dos casos. A remoção de silicone industrial foi responsável por 14% dos casos.

Por: Leonardo Guandeline, de O Globo

[pelo que se conclui o (des)governo vai cuidar diretamente de implante de silicone e aplicação de hormônio em qualquer elemento do genero masculino que resolva aumentar os seios e tomar hormônios; enquanto isso, o POVO morre nas emergências de hospitais; pessoas em estado grave, necessitanto urgentemente de cirurgias, entram em filas de espera de até 6 meses. Esse é o Brasil do PT, o Brasil da NOMENKLATURA lulo-petista.]

Secretária encrenqueira vai substituir a Dilma Apagão

Erenice Guerra, Secretária polêmica, vai assumir a Casa Civil no lugar da Dilma Apagão
Erenice Guerra substituirá Dilma na Casa Civil, mas Miriam Belchior comandará o PACo

Duas mulheres vão suceder à ministra Dilma Rousseff na Casa Civil a partir de abril, quando ela deixará o governo para disputar a eleição presidencial. Depois de forte resistência de setores do PT, a ministra vai emplacar como titular da pasta a secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, que ganhou notoriedade no auge do escândalo do CARTÃO CORPORATIVO - fez todos os jogos sujos possíveis para esconder a roubalheira praticada com aquele tipo de cartão.

Mas Erenice terá o cargo de ministra esvaziado. O comando do chamado G-PACo, a gerência do principal programa do governo Lula, ficará com a petista Miriam Belchior. Ela já é a atual coordenadora do Programa de Aceleração do Crescimento e subchefe de Articulação e Monitoramento da pasta. Erenice é muito próxima e pessoa de total confiança de Dilma. Miriam, da mesma forma, do presidente Lula.

Essa é a solução desenhada pelo presidente para manter o prestígio de Dilma no governo e também contemplar lideranças petistas incomodadas com a ascensão de Erenice. Com a definição, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que foi cotado para a Casa Civil e vinha sendo chamado por alguns de "Tio do PACo", deve deixar o governo, também em abril, para disputar mandato de deputado federal.

O desgaste político que o governo pode sofrer com a efetivação de Erenice na Casa Civil não é mais motivo de preocupação de Lula nem de Dilma, garantem pessoas próximas dos dois. No auge do escândalo do cartão corporativo, há dois anos, ela foi apontada como a responsável por elaborar um dossiê com os gastos secretos da gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Erenice ficou no olho do furacão durante a CPI do Cartão Corporativo, mas, com apoio de Dilma, foi mantida à distância da investigação pelas forças governistas. A avaliação que se faz hoje no governo é que esse episódio não afetará sua nomeação.

De acordo com um auxiliar direto do presidente, este é um governo que em sete anos já passou por várias crises e já "apanhou muito". Por isso, não haveria qualquer incômodo com críticas à nomeação de Erenice. Por essa avaliação, os ataques internos e externos durariam cerca de uma semana, dez dias, no máximo. Mas, depois, a rotina seria normal, sem prejuízo para a futura gestão de Erenice.[o auxiliar direto do presidente Lula age igual a bandido e considera que o (des)governo, ao qual serve, age da mesma forma: com absoluta certeza da impunidade.]

Braço direito da ministra, Erenice foi cotada ano passado para assumir uma vaga de ministra no Tribunal de Contas da União (TCU). Mas Lula foi alertado que o nome dela sofreria grande resistência na aprovação pelo Congresso. Temendo uma derrota do governo, o nomeado pelo presidente foi o ex-ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro , ex-deputado com trânsito no Legislativo.

Assessora foi cogitada para o STM

Erenice também foi cogitada para assumir uma vaga de ministra do Superior Tribunal Militar. Mas o pleito nem chegou a ser considerado.

Mesmo com a nítida preferência de Dilma por sua aliada, para substituí-la na Casa Civil, no PT havia forte pressão da cúpula para emplacar no cargo Miriam Belchior. O presidente Lula decidiu, então, manter o critério de empossar secretários-executivos no lugar dos titulares que vão sair para disputar mandatos eletivos, mas com um formato diferente na Casa Civil.

A justificativa é que a intenção é manter o ritmo da administração, com Miriam passando a ser a "comandante-chefe" do PACo - com o aval de Dilma, claro. A avaliação de um ministro é que ficaria difícil de explicar um veto explícito ao nome de Erenice.

Até então, o presidente dava sinais contraditórios. Sinalizou algumas vezes a preferência por Miriam. Em outras conversas, deixou a entender que respeitaria o critério de sucessão natural também na Casa Civil. Mas, recentemente, confirmou para Dilma sua decisão de nomear Erenice para o cargo.

Fonte: O Globo

Polícia perdida: não sabe o que fazer nem por onde começar

Polícia está tão perdida quanto os desaparecidos em Luziânia
Hoje completa um mês que o primeiro jovem, de um total de seis, desapareceu no município goiano. Somente ontem os agentes iniciaram buscas nos pertences das vítimas

Um mês depois do desaparecimento do primeiro adolescente residente no Parque Estrela Dalva, a polícia de Luziânia ainda não tem nenhuma pista sobre o paradeiro dele e dos outros cinco rapazes - entre eles um maior de 19 anos - que moram no mesmo lugar. Em 30 dias, o contingente policial foi reforçado, ganhou mais viaturas, as autoridades do município apreenderam os bens das vítimas e a permissão da Justiça para vasculhar a vida pessoal delas e dos parentes. Ontem, em audiência pública com as famílias, no Fórum da cidade, o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, desembargador Paulo Teles, autorizou a quebra dos sigilos telefônicos e bancário de todos os envolvidos no caso, o que inclui também a abertura das chamadas recebidas e originadas dos aparelhos das mães dos adolescentes, além do telefone público.

O magistrado designou ainda o juiz Romério do Carmo Cordeiro, de Luziânia, para cuidar das questões relacionadas às apurações sobre o paradeiro dos jovens. "O Poder Judiciário está colocando seu aparato para facilitar os atos necessários ao sucesso das investigações. Já houve a quebra de um sigilo telefônico (Paulo Victor, o segundo desaparecido desde 30 de dezembro) há dois dias. E, à medida que forem solicitadas providências, nós agiremos no sentido de dar celeridade a essas ações", afirmou Teles.

[Considerando a possibilidade de sequestro para tráfico de órgãos, o Blog da UNR publica as fotos dos jovens desaparecidos.]
Quem tiver informação que possa ajudar a polícia pode entrar em contato com o Ciops pelo telefone 3620-2416 ou para o S.O.S Criança, no número 100. Ou ligar para a Polícia Civil do DF, número 197, que encaminhará a denúncia


A mãe de Diego Alves Rodrigues, 13 anos, que sumiu justamente no dia 30 de dezembro, a dona de casa Aldenira Alves de Sousa, 51, participou da audiência pública e ficou satisfeita com a decisão do desembargador. "Tudo o que vier para ajudar a encontrar meu filho será bem-vindo", disse ela.

Em meio à aflição provocada pela ausência do filho, Aldenira ainda teve uma notícia desagradável ao ver o companheiro preso, dia 11 último, conforme divulgou o Correio. J. F. S., 50 anos, é acusado de roubo num processo em tramitação na Justiça de Luziânia. Ele acabou detido no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) ao se apresentar por vontade própria para colaborar com as investigações sobre o sumiço do enteado.

Como o pedreiro foi o último a sair com Diego, a polícia o incluiu no rol de suspeitos de envolvimento no desaparecimento do jovem. Outro fator levantado pelos agentes do delegado Rosivaldo Linhares é que Diego seria um empecilho no relacionamento de J. com Aldenira. Mas a família não acredita na relação dele com o crime. "Isso é um absurdo. Ele pode ser culpado do outro crime, mas não deste", afirmou Aldenira.

Computador
A polícia também conseguiu obter autorização para recolher alguns bens dos adolescentes desaparecidos, como computador. Os policiais foram até a casa de Flávio Augusto Fernandes dos Santos, 14 anos, no Parque Estrela Dalva 7, e pegaram o computador de uso do jovem, desaparecido desde o dia 18 último. Eles explicaram a mãe dele, Valdirene Fernandes da Cunha, 36 anos, que esperam encontrar alguma pista nos e-mails de Flávio e na sua conta no Orkut - site de relacionamento. "Agora, não posso nem acompanhar as notícias pela internet porque era o único computador da casa", lamentou Valdirene.

A audiência pública no Fórum de Luziânia também contou com a presença integrantes da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, presidida pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF). Ele disse que, se for o caso, solicitará a ajuda da Polícia Federal nas investigações do desaparecimento dos seis jovens.

Cirlene Gomes de Jesus, 42 anos, também esteve no Fórum. Ela está impaciente diante da falta de notícias de George Rabelo dos Santos, 16, desaparecido desde o dia 10 deste mês. "Deus está aborrecido de tanto eu pedir a Ele meu filho de volta. Eu quero ele vivo ou morto para, pelo menos, poder enterrá-lo com dignidade", desabafa. George foi o terceiro a sumir, depois de Diego e Paulo Victor. Morador do Parque Estrela Dalva 8, o garoto saiu de casa por volta das 11h do dia 10 para ir encontrar a namorada no Parque 4. Lá, ele ficou por cerca de uma hora e disse que teria de ir ao centro de Luziânia. Foi a última notícia que se teve do adolescente

Fonte: Correio Braziliense

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Os tiranos e assassinos sempre caem

A Demagogia e o Estamento Militar

Impressionou-nos a gastança do desgoverno, a título de indenização para a família dos militares vitimados pelo terremoto do Haiti. De repente, no choque da perda de vidas de cidadãos fardados, no lamento da Nação, eis que surge das trevas o “grande benfeitor” para distribuir benesses às famílias enlutadas.

Um portento, dizem os puros e os incautos
, um golpista faturando na morte alheia, dizem outros. De fato, a Instituição militar nos seus regulamentos prevê amparo para os seus soldados, como a promoção post –mortem, e outros benefícios; portanto, não vamos permitir que o “pulha” nos iluda com seu altruísmo de ocasião, distribuindo gratificações e esmolas não previstas para os nossos soldados, como se fosse um messias redivivo.

Não esqueçamos que o embromador – mor é o mesmo cretino de sempre, e é o timoneiro que nos levará à matroca. De sua orientação, de sua calhordice e do seu incomensurável narcisismo, cerca após cerca, estão construindo uma jaula invisível em torno da nossa liberdade.

As inúmeras medidas cerceadoras em andamento, em doses homeopáticas, falam por si. Embora tenhamos os cegos físicos, morais e intelectuais que não querem ver o que salta aos olhos, nem os surdos ou desinteressados, que não percebem ou fazem ouvidos moucos diante das contradições e inverdades existentes nos discursos de autopromoção.

O processo de total submissão está em pleno andamento,
como se comprova pelo mutirão de medidas, que visa, ao término de seu reinado, colocar os mais diversos segmentos, previamente selecionados, ao cabresto do petismo, mas a máquina de agitação e propaganda foi posta em marcha e está recrudescendo, a julgar - se pelo acionamento das massas de manobra já conhecidas.

Observem que aos poucos,
chusmas estudantis estão nas ruas, o mesmo acontecendo com o inefável MST, que se movimenta e ataca como se fosse vítima e toma dianteira mostrando o seu poder de fogo.

A CONFECOM, O III PNDH, [também chamado de AI-51], e a iminente Conferência sobre a Cultura, nos dão uma pálida idéia do pretendido.

O
domínio sobre o Legislativo, o aliciamento do Judiciário, o domínio da imprensa, o controle dos meios de comunicação e da educação e o amordaçamento do Estamento Militar serão o arcabouço para novas e solertes empreitadas.

Que ninguém se iluda,
o sujeito é o mesmo canalha que tem permitido tantas quantas bandalheiras possíveis contra o Segmento Militar. Não se esqueçam que é de sua autoria e está sob a sua guarda, a asquerosa Comissão de Anistia, promovendo impune as mais escabrosas indenizações e, avalizando como heróis, autênticos assassinos.

Contudo,
o safado é vivo, manipula suas marionetes de longe, e quando algo dá errado, pula de banda e solta os cordéis. Assim, “o assinei sem ler”, junta - se aos conhecidos “eu não sei”, ou ao “eu não sabia”, desculpas incabíveis no referido caso, onde sua chancela o incrimina.

Escrevemos no artigo “O empolgado comunicador popular” que estes
enganadores, dependendo da platéia, choram, suam, já vimos este filme, e dizem até palavrões. Na solenidade militar alusiva à homenagem aos militares vitimados no Haiti, o que assistimos foi a performance chorosa de um tremendo canastrão.

Por isso, e por tudo o que virá, gritamos, “sem novidades no front”.

Por: Valmir Fonseca Azevedo Pereira - General de Brigada Reformado.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

ALUCINAÇÕES PETISTAS E A VAIDADE DO CHEFE

A alucinação paranóica dos petistas e outros “istas” de permanecer no poder político no Brasil – per omnia secula seculorum – através de espertezas de falsos "especialistas" em política, exploram a plebe ignara com Bolsa esmola”, semelhante às Frentes-de-Trabalho na Indústria da Seca no Nordeste brasileiro, onde o eleitor “ganha” o direito de se alistar e perde a liberdade de escolher um bom representante na política Regional e Nacional. O modelo tem finalidades eleitoreiras e corruptas.

A briga pela proximidade do poder é um “Vale Tudo”. Se necessário, lambe os pés dos que estão acima e pisa no pescoço de quem está abaixo; o importante é manter-se na crista da onda. Há os que se preciso for, vendem a própria mãe, e o que é pior, entregam-na, para usufruir as benesses do “poder”.

O CHEFE... - ora, desde cedo descobriu que não tinha vocação para os estudos e nem para o trabalho, sendo mais simples e vantajoso trapacear e levar vantagem em tudo no “papo furado”. No momento em que conseguiu um emprego como Torneiro Mecânico, percebeu que a rotina do trabalho era enfadonha e tratou logo de obter um AT (Acidente do Trabalho), nem que fosse através de descuido na prensa (?). Conseguiu Benefício Acidentário, com vencimentos integrais previstos na legislação previdenciária.

Depois de prorrogações sucessivas do Benefício Acidentário até a Aposentadoria por incapacidade laborativa”, o Galo cantou... Embora a orientação da Previdência Social sobre seqüelas de AT – através de Análises Profissiográficasnão poderia nem deveria enquadrar a perda do 5º Quirodáctilo esquerdo, como Incapacidade laborativa definitiva, considerando a idade (43), a atividade profissional e a seqüela. Deveria retornar à mesma profissão ou, quando muito, entrar no “Programa de Reabilitação Profissional” da JRPS (Junta de Recursos da Previdência Social) e enquadrá-lo em outra Atividade laborativa...

Conseguiu chegar à Presidência da República com programa político inverossímil, quanto à ética e a moral do partido. Uma vez no poder, aumentou o número de Ministérios e Cargos em Comissão para os seus apaniguados. Mais R$ 50 milhões mensais para MST. Cerca de 225.000 famílias do MST passarão a ser beneficiadas pela Bolsa Família. No caso dos sem terra, o Bolsa Família pode ser chamada de Bolsa Guerrilha.

É impossível elevar o pobre à condição social mais alta através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a. Como é boa a vida da esquerda petista no poder!

Durante todo o ano de 2008, os gastos do Lula com o cartão corporativo secreto, que tanto pode ser usado para dar mesada aos filhotes Silva quanto comprar caviar e Romannèe Conti às dúzias, atingiram R$ 4,8 milhões, uma média mensal de R$ 400 mil para sustentar as farras planaltinas. Agora em 2009, Lula resolveu estourar a boca do balão: os gastos até outubro já chegam a R$ 5,7 milhões. A média subiu para R$ 570 mil mensais, nada mais, nada menos do que 42%! Ser presidente da república e possuir um cartão corporativo secreto pago pelos nossos impostos está sendo, de longe, a melhor aplicação financeira do ano.

Programa bolsa-marginal: - Você sabia que todo presidiário com filhos tem uma bolsa de R$600,00 para sustentar a família, pois o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos, pois está preso?

OS TENTÁCULOS DO PT NA PETROBRAS:

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. – EM 8 DE ABRIL DE 2009

(Lavrada sob a forma de sumário, conforme facultado pelo parágrafo primeiro do artigo 130 da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976). DIA, HORA E LOCAL: Assembleia realizada às 15 horas do dia 8 de abril de 2009, na sede social, na cidade do Rio de Janeiro, RJ, na Avenida República do Chile, no 65. Item IV: Foram reeleitos como membros do Conselho de Administração da Companhia, na forma do voto da União, com mandato de 1 (um) ano, permitida a reeleição, a Senhora Dilma Vana Rousseff, carteira de identidade nº 9017158222, SSP/RS, CIC/CPF nº 133267246-91; Guido Mantega, brasileiro, natural de Gênova, Itália, casado, economista, identidade nº 4135647-0 SSP/SP, CIC/CPF nº 676840768-68; Silas Rondeau Cavalcante Silva, brasileiro, natural da cidade de Barra da Corda (MA), carteira de identidade nº 2040478, SSP/PE, /CPF nº 044.004.963-68; José Sergio Gabrielli de Azevedo, brasileiro, natural da cidade de Salvador (BA), carteira de identidade nº 00693342-42, e do CIC/CPF nº 042750395-72; Francisco Roberto de Albuquerque - General de Exército Reformado, carteira de identidade nº 022954940-7, expedida pelo Ministério do Exército e do CIC/CPF nº 351786808-63; e Luciano Galvão Coutinho, carteira de identidade nº 8925795, - SSP/SP, e do CIC/CPF nº 636831808-20.

Item VII: Pelo voto da maioria dos acionistas presentes, em conformidade com o voto da representante da União, foi aprovada a fixação da remuneração global a ser paga aos administradores da Petrobras em R$8.266.600,00 (oito milhões, duzentos e sessenta e seis mil e seiscentos reais), no período compreendido entre abril de 2009 e março de 2010, aí incluídos: honorários mensais, gratificação de férias, gratificação natalina (13º salário), participação nos lucros e resultados; passagens aéreas, previdência privada complementar, e auxílio moradia, nos termos do Decreto nº 3.255, de 19.11.1999, mantendo-se os honorários no mesmo valor nominal praticado no mês precedente à AGO de 2009.

clique aqui Se duvidar, acesse o link abaixo!

Carta de um Geólogo da Petrobras Enviada à Câmara dos Deputados:

Ivo Lúcio Santana Marcelino da Silva, geólogo da Petrobras, com currículo reconhecido pelo Sistema Lattes de Currículos. O Dr. Ivo desmascara, de forma contundente e definitiva, a farsa do pré-sal, que vem sendo usada para a "justificar" a permanência da quadrilha lulo-petista no poder.leia aqui

É uma autoridade de reconhecida idoneidade, principalmente nos aspectos relacionados com estudos geológicos, tal como pode ser comprovado na sua monografia sobre os recursos hídricos do solo sergipano. Vide PDF

Pré-Sal

Senhores Deputados / Senhoras Deputadas.
O uso intensivo da mídia pela PETROBRAS e pelo Governo Federal para vender a chamada descoberta de petróleo do século e a redenção do BRASIL é um caso típico de desserviço prestado ao BRASIL e ao seu povo, um país com problemas crônicos, principalmente na área da educação e da saúde, que clamam por solução de há muito, para que a Presidência da República coloque o Congresso Nacional contra os brasileiros e as futuras gerações, forçando-o a aprovar, em regime de urgência, um marco regulatório para a exploração de petróleo do PRÉ-SAL, que não serve para nada no momento, a não ser desviar a atenção da população de seus reais problemas.

É que toda e qualquer declaração atual sobre qualquer possível volume de petróleo descoberto no PRÉ-SAL não passa de pura especulação.

São somente estimativas, em virtude da falta de uma base confiável de parâmetros que permitam cubar qualquer reserva de petróleo dessa ordem de grandeza. Portanto, infelizmente, tudo indica que os poços ora em produção no Campo de Piranema já entraram em depleção acentuada. Atenciosamente. Ivo Lúcio Santana Marcelino da Silva
TEL. 0018515721-86. Rua São Judas Tadeu, 313 – Pereira Lobo. CEP 49050-710 / ARACAJU-SE.

O (DES) GOVERNO LULA não tem projeto de governo, tem projeto de PODER!

O dogmatismo petista coloca o Apedeuta LULA da Silva em um pedestal muito acima dos Profetas, forjado no meio sindicalista como um enviado de Deus, para salvar a Nação do subdesenvolvimento, da pobreza, da ignorância, etc., e colocá-la no mesmo nível e até em nível superior às do Primeiro Mundo. – Por que não? Dizem até que Deus é brasileiro!

Seu séqüito sempre inclui obediência absoluta, acreditando em seus poderes sobrenaturais... Magister dixit (o Mestre falou, não pode haver contestação). Todos devem se submeter ao CHEFE, “usque ad pedum oscula”(a ponto até de beijar-lhe os pés).

E ele acredita ter incorporado essas prerrogativas, semelhante ao papa Gregório VII, quando sancionou a excomunhão do imperador Henrique IV, por volta de 1076. Para suspender sua derradeira sanção, seria necessário que o imperador implorasse de joelhos depois de passar três dias e três noites prostrado nas neves de Canossa – símbolo da submissão secular.

O imperador o expulsou de Roma, e morreria no exílio.

Em prevalecendo a saciedade voluntariosa do CHEFE contra os que se rebelam, certamente teremos a oportunidade de reviver os métodos de Torquemada, empregando grandes estruturas de ferro que impediam as vítimas de dormir ou até mesmo sentar.

Braseiros queimavam as solas dos seus pés, estruturas de madeira esticavam seus membros, etc, etc...

Na Alemanha – ‘die verfüchte Jungfer’ a donzela de ferro, era o terror dos condenados. Envolvia a pessoa com braços de metal, esmagava-a em um abraço pontiagudo, e depois se abria, deixando-a cair, sangrando de uma centena de punhaladas, com todos os ossos quebrados, para morrer lentamente em um buraco subterrâneo repleto de facas rotativas e lanças afiadas.

Em 1492, os judeus da Espanha receberam três meses para aceitar o batismo cristão ou serem banidos do país. Mesmo os convertidos eram chamados de marranos – porcos. Em 1506, quase quatrocentos judeus de Lisboa foram executados pelo fio da espada, numa única noite por decreto do rei de Portugal.

A história da humanidade é rica em atrocidades... E covardias! Acompanhem os Lobos travestidos de Cordeiros: Dilma Rousseff no topo; Franklin Martins no topo do topo; Paulo Vanucchi querendo chegar ao topo; e Tarso Genro pensa que está no topo. Ora, o CHEFE se considera dono do topo por vontade Divina...

Para concluir, gostaríamos de relembrar uma das fábulas de Esopo – Vaca et Capella et Bovis et Leo (a Vaca, a Cabrinha, o Boi e o Leão) - Sec. VII a.C.

Os quatro animais se tornaram sócios e fizeram pacto de uma sociedade justa e perfeita.

O primeiro alimento que encontraram, dividiram em quatro partes iguais e o leão sentenciou:

- A 1ª parte é minha, porque eu sou o rei dos animais;

- A 2ª parte é minha, porque sou vosso sócio;

- A 3ª parte é minha, porque sou poderoso;

- E ai daquele que se apoderar da 4ª parte.

Conclusão: A SOCIEDADE COM UM PILANTRA NUNCA É SEGURA!

Alerta aos "Partidos Políticos Vendilhões"!!!

Já pensaram a "Leoa" no PODER???

O arrependimento será tarde demais... O Brasil será subjugado pelos petralhas, per omnia secula seculorum.

Relembrem os exemplos dos prefeitos petistas assassinados (SP), por não seguir o esquema corrupto de administração do partido! Não se surpreendam com a decisão da compra dos aviões Rafale da França, contrariando o parecer técnico da Aeronáutica...

Quando me desespero, lembro-me de que em toda a história, a Verdade e o Amor sempre venceram...

Houve tiranos e assassinos e, por um tempo, eles parecem invencíveis. Mas, no final, sempre caem.

Por: Dival G. Costa* divalcosta@gmail.com

Presidios de 'segurança máxima' no Brasil

Dez fogem de presídio de segurança máxima no Mato Grosso

Dez presos, alguns considerados de alta periculosidade, fugiram na madrugada desta quinta-feira do presídio estadual Major Zuzi Alves, na cidade de Água Boa, distante 730 km de Cuiabá. Os detentos escaparam após serrarem duas grades da cela laranja. Depois de serrarem as grades eles chegaram ao pátio do banho de sol, alcançaram o muro e, com a ajuda de cordas improvisadas fabricadas com lençóis, conhecidas como 'maria tereza', pularam o muro, ganharam a rua e desapareceram. Até o momento, nenhum preso foi recapturado. Alguns deles estavam condenados a mais de 40 anos de prisão por latrocínio.

De acordo com as primeiras informações levantadas pela polícia, os presos já estavam serrando as grades desde o dia 25 de janeiro, segunda-feira. Nesta madrugada eles conseguiram abrir um buraco nas grades de ferro e conseguiram fugir. Um grupo de presos considerados menos perigosos também teve acesso à grade serrada, mas nenhum deles fugiu. Eles preferiram ficar para cumprir a pena e agora podem até receber algum benefício pelo bom comportamento.

O que mais impressionou o comandante da Polícia Militar na Região - Comando Regional V, em Barra do Garças, coronel Valdemir Benedito Barbosa, é a facilidade que os presos tiveram para escapar.

- O presídio é de segurança máxima. Não havia jeito deles fugirem. Seriam notados. Na nossa avaliação, o motivo da fuga foi falha humana", disse o coronel ao site da TV Centro América.

O presídio é equipado com detectores de metais. A entrada das serras de aço para dentro do presídio caracteriza a primeira falha. As pessoas que colocaram as serras para dentro podem ter deixado de passar pelo detector de metal e aí pode ter havido conivência.

Fonte: TV Centro América

Diretor do HSBC desviava dinheiro para pagar cocaína e alcool

Droga. Dirigente de banco desviava dinheiro de contas para pagar fornecedores de cocaína e álcool.

Como pagar os traficantes de drogas proibidas?

Esse é um velho problema. Atinge a maioria dos dependentes químicos e psicológicos de cocaína que não querem se tratar. Richard Crawford, 41 anos, diretor do setor de luta às fraudes bancárias do banco britânico HSBC, desviou, em oito meses, 170 mil libras esterlinas (cerca de R$ 650.000) de contas correntes para pagar os seus fornecedores de cocaína e bebidas alcoólicas.

O dinheiro subtraído era transferido, on-line, para os que lhe vendiam a crédito cocaína e bebidas alcoólicas. Crawford tinha acesso a dados bancários sensíveis, diante de sua função como chefe do setor de luta contra fraudes. Para não ser descoberto, analisava as contas cujos correntistas não dispensavam atenção permanente.

Crawford ganhava mensalmente no banco 65 mil libras.

O divórcio da esposa foi usado por ele para justificar sua mudança de comportamento e o ingresso abusivo no mundo da cocaína e do álcool. Antes de se tornar dependente de drogas, o ex-dirigente bancário era considerado funcionário exemplar. Trabalhava há mais de 20 anos no HSBC e chegou, por mérito, à chefia de um setor importante da atividade do banco: luta contra as fraudes bancárias. Por evidente, usou desse conhecimento para trapacear.

Crawford acaba de ser condenado pela Justiça britânica à pena de 3 anos e 8 meses de prisão. Tal condenação serve para mostrar os erros das políticas criminalizantes do Reino Unido. Em outras palavras, um dependente químico, em vez de ser tratado, vai para cadeia por prática de crime conexo (subtração de valores para pagar fornecedores).

Por: Wálter Fanganiello Maierovitch
- IBGF

[mais um exemplo de que o combate ao consumo de drogas, aos viciados, é essencial para vencer o tráfico.]

Ministro comemora doença do Lula

[Das duas uma: ou ele achou que o presidene trabalha (discursa) demais e considerou que internado Lula ofende menos os ouvidos de sua equipe (e os nossos), já que fala menos - é sabido que quando fala nada se aproveita; ou,

torce para que o Lula se ferre de vez.]

É a dúvida que suscita o comentário do
Ministro Alexandre Padilha, das Relações Institucionais, sobre a internação de Lula em um hospital do Recife .

"Foi até um alívio para o resto da equipe que acompanha o presidente diariamente.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Arruda precisa ser preso. Solto, ele atrapalha as investigações

[As atitudes do governador Arruda comandando seus lacaios, articulando manobras buscando impedir/retardar o inicio das investigações com vistas ao seu 'impeachment' - deputados distritais da base aliada - colocam em risco as investigações, pressionam eventuais testemunhas e atrasam o andamento dos processos.
Quando um acusado de crimes pratica qualquer um destes atos o remédio legal é prendê-lo ou, no mínimo, afasta-lo do cargo.]

Por que a Justiça não afasta Arruda do cargo?

Sabe por que renunciou ao cargo o presidente da CPI encarregada de apurar as denúncias de corrupção contra o governo José Roberto Arruda, do Distrito Federal? E por que hoje renunciou a uma vaga na CPI a deputada Eliana Pedrosa, da base de apoio do próprio Arruda?

Porque acaba no próximo dia 1o recesso da Justiça. O ministro Fernando Gonçalves, relator do Caso do Mensalão do DEM no Superior Tribunal de Justiça, voltará a despachar.

E em gavetas do gabinete dele repousam novas e graves provas sobre a existência do mensalão e demais falcatruas ocorridas no âmbito do governo.

O ministro poderá até mesmo decidir pelo afastamento de Arruda do governo. Então gente ligada a Arruda começa a marcar distância dele.

Pense numa coisa: o casal Nardoni, acusado de ter jogado pela janela de um prédio em São Paulo a menina Isabella Nardoni, de 5 anos, está preso desde abril de 2008. O julgamento do casal será em abril próximo.

Que razões foram usadas para justificar a prisão do casal?

Algumas: o crime provocou comoção social; havia indícios consistentes de autoria do crime; se mantido em liberdade, o casal poderia prejudicar a produção de provas contra ele.

A comoção social passou - mas o casal continua preso.

A essa altura, não há mais como o casal prejudicar a produção de provas que o incrimine - mas o casal continua preso.

E Arruda?

Mantido no cargo, ele não pode prejudicar a produção de provas que o incriminem?

Não seria o caso de a Justiça já tê-lo afastado?

Se ela quiser, pode. Basta que apresse os devidos trâmites.

Comissão sobre medida para patrocinar os bandidos

Comissão confiável?

Assessora de Dilma vai definir ações de comissão da verdade

Erenice Guerra envolveu-se nas principais crises que atingiram ministra na Casa Civil

Vannuchi e responsável por direitos humanos sob FHC também integram o grupo que detalhará proposta de funcionamento da comissão

Principal assessora da ministra Dilma Rousseff, a secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, foi nomeada ontem presidente do grupo de trabalho responsável por detalhar proposta de criação da polêmica comissão da verdade, que o governo deverá encaminhar ao Congresso até abril.

A portaria com os seis integrantes do grupo será publicada hoje no "Diário Oficial da União". O cientista político Paulo Sérgio Pinheiro, ex-secretário de Direitos Humanos no governo Fernando Henrique e coordenador do Núcleo de Estudos da Violência da USP, representa a sociedade civil. O ministro Paulo Vannuchi será o representante da Secretaria de Direitos Humanos. Ele, como Dilma, foi preso político durante a ditadura.

Erenice esteve envolvida nas principais polêmicas que atingiram Dilma na Casa Civil. Foi a secretária quem mandou confeccionar um dossiê revelando gastos da gestão FHC. Ela também foi citada no caso em que a ex-secretária da Receita Lina Vieira falou sobre encontro que teve com Dilma (até hoje negado pela ministra) para supostamente tratar de investigação sobre a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Uma servidora do fisco confirmou que Erenice agendou o encontro.

A comissão da verdade é um dos pontos mais polêmicos do 3º Programa Nacional de Direitos Humanos. Editado pelo presidente Lula em dezembro, foi pivô de uma crise militar.

O presidente da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos, Marco Antônio Barbosa Rodrigues, que integra o grupo, afirmou que o "foco" da futura comissão são as violações cometidas contra vítimas da "repressão política", expressão excluída do decreto editado pelo presidente neste mês.

O grupo criado ontem tem até abril para elaborar projeto de lei que terá de passar por votações no Congresso, mas o prazo pode ser prorrogado.

Ontem à noite, antes de discursar no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, o presidente Lula recebeu cobranças sobre a investigação de crimes ocorridos na ditadura (1964-1985). Diante de ginásio com mais de 5.000 pessoas, Cândido Grzybowski, um dos organizadores, cobrou a criação da comissão da verdade para "botar às claras a memória" do país.

Lula não respondeu diretamente às críticas. Disse apenas que as divergências surgidas na Conferência Nacional de Direitos Humanos resultaram em um "caminho do meio".

Colaboraram Graciliano Rocha , da Agência Folha, em Porto Alegre, e Ana Flor , enviada especial a Porto Alegre

Observação do site: A Verdade Sufocada : www.averdadesufocada.com

Qual a isenção dessa comissão formada pelos seguintes membros:

Presidente: Erenice Guerra, principal assessora da ministra da Casa Civil Dilma Vana Rousseff
- militante da Política Operária POLOP - organização de inspiração marxista-leninista;

- membro do Comando Nacional da COLINA - organização de inspiração trotkista - tática para tomada do poder : assassinatos, assaltos a bancos, roubo de armas e atentados; membro da Var-Palmares ( fusão da Colina com a VPR) organização de inspiração trotkista - tática para tomada do poder- assassinatos, bancos e casas, atentados , guerrilha rural e urbana;

Paulo Vannuchi - representante da Secretaria de Direitos Humanos

- militante da Aliança Libertadora Nacional - ALN - organização de inspiração castrista - seguidor de Marighela -Tática para tomada do poder :assaltos, sequestros , assassinatos, atentados, guerrilha rural e urbana;
-Marco Antônio Barbosa Rodrigues - presidente da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos - ideológicamente ligado a militantes da luta armada.

Essa comissão é sabidamente apoiada na retaguarda por:

-Tarso Genro - organização Ala Vermelha - de inspiração maoista ;

- Franklin Martins - Movimento Revolucionário Oito de Outubro - MR-8 - inspiração trotkista: e outros membros do governo, ex-militantes da luta armada. [Nota do Blog da UNR: entre outros crimes participou do seqüestro do embaixador americano e foi um dos que votou pela execução do mesmo.]


Que verdade eles estão buscando. Apenas a que favorece a eles?

Pesquisa personalizada