Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

IMPOSTÔMETRO

domingo, 20 de fevereiro de 2011

PT pede expulsão da ex-senadora Serys Slhessarenko

Integrantes do PT de Mato Grosso entram com pedido de expulsão de ex-senadora

Integrantes do PT de Mato Grosso entraram na sexta-feira com pedido de expulsão da ex-senadora Serys Slhessarenko, filiada ao partido há 23 anos. A ação é movida por Júlio Viana, que nestas eleições disputou, sem sucesso, a uma vaga de deputado estadual. Em entrevista por telefone ao GLOBO, Serys disse não saber o por quê do pedido de expulsão, mas acredita que a retaliação veio de políticos ligados ao ex-deputado federal Carlos Abicalil. Na prévia do PT Abicalil tirou de Serys o direto a concorrer à reeleição ao Senado, mas não conseguiu se eleger como senador. Serys tampouco teve sucesso e perdeu o pleito ao qual concorreu como deputada federal.

"Ele (Carlos Abicalil) cismou que queria o Senado e perdeu. Agora quer achar uma culpada. (O pedido de expulsão) foi um absurdo, um ato de desesperados. Não entendo o motivo disto cinco meses depois das eleições. Estão com medo de que? Quem mandou eu nunca entrar na luta política interna? Nunca gostei disso. Para mim, política é o embate de ideias, ideais e programas", afirmou Serys, informando que ainda não teve acesso ao pedido de expulsão.

O pedido de expulsão argumenta que Serys Slhessarenko não colocou em seu material de campanha os nomes dos candidatos majoritários do PT, além de ter feito campanha ao candidato da oposição Pedro Taques (PDT) e desmerecido na tribuna do Senado integrantes do partido. Serys nega todas as acusações. A executiva do PT de Mato Grosso se reúne nesta segunda-feira, quando deve decidir se abrirá uma comissão para avaliar o pedido de expulsão. Caso seja acatado, cabe recurso no diretório nacional do PT.

"Espero que tenha um juízo porque eles (grupo ligado a Abicalil) sangraram o partido", diz Serys, que não pretende deixar a sigla.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada