Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sábado, 21 de julho de 2012

Ministro Ayres Britto, já passou a hora dos discursos - a hora agora é de ação, e, se necessário, do confronto

‘É preciso despendurar magistrados do cheque especial e do cartão de crédito’, diz Ayres Britto
Num instante em que vicejam as greves no serviço público, o presidente do STF, ministro Carlos Ayres Britto, fez uma exposição de timbre sindical em reunião com um grupo de 50 juízes. Deu-se nesta quarta (18), na sede da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros. Ao discorrer sobre as prioridades de sua presidência, Ayres Britto incluiu na lista a questão salarial.

Texto completo, clique aqui



Disse coisas assim: "A magistratura nunca pode deixar de ser a mais segura âncora de confiabilidade do povo brasileiro, e isso passa pelo acobertamento dos juízes quanto a vexames financeiros. É preciso despendurar os magistrados do cheque especial, do cartão de crédito."

Ou assim: "Há uma desvantagem para a magistratura e isso é perigoso para a qualidade do desempenho das funções estatais, para o teor de justiça material que se exige de um país civilizado, democrático. […] Até os laços da coesão nacional se esgarçam" se a magistratura é submetida a "um desprestígio" salarial.

A manifestação de Ayres Britto chega num instante em que Dilma Rousseff e seus ministros econômicos torcem o nariz para um pedido de reajuste salarial do Judiciário.  

Coisa de 22% para os magistrados e 34% para os servidores. Pelas contas do presidente do Supremo, o atendimento das pretensões dos juízes resultaria num gasto anual extra de R$ 670 milhões a partir de 2013. No caso dos servidores, o aumento viria em quatro parcelas - duas no ano que vem e outras duas em 2014. Ao final do processo, a despesa adicional seria de R$ 2,8 bilhões anuais. "A quadra histórica não é boa do ponto de vista econômico", afirmou Ayres Britto aos juízes. Com uma ponta de ironia, declarou que as dificuldades econômicas são sempre realçadas quando se discute o Orçamento da União. Avalia, porém, que á preciso levar em conta que o Judiciário está se "desprofissionalizando". Outras carreiras têm se revelado mais atrativas.

O que mais causa incômodo a Ayres Britto é a interferência do Executivo na autonomia do Judiciário em definir o seu próprio orçamento. No final do ano passado, Dilma Rousseff manifestara sua contrariedade com o pedido de reajuste do Judiciário. Algo que eletrificou as relações do Planalto com a gestão de Cezar Peluso, antecessor do atual presidente do Supremo.

Fonte: JusBrasil - Notícias

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada