Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Ponta do iceberg na Defesa



Só depois da repercussão negativa na imprensa (inclusive aqui no blog), o Ministro da Defesa Celso Amorim suspendeu a aplicação do manual de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que ele mesmo assinara e fizera publicar no Diário Oficial da União em 20 de dezembro de 2013. O manual receitava, quando do emprego das forças armadas contra civis brasileiros, censura à imprensa, repressão a tudo e todos que os militares entendessem como ameaça à ordem e, para lembrar que a Doutrina de Segurança Nacional de Golbery continua viva, terminava com uma ameaça de significado explícito: “fizemos ontem, faremos sempre”. Tudo isso a menos de três meses de se completarem 50 anos do golpe empresarial-militar de 64
[ESCLARECIMENTOS:
1º - o CINQUENTENÁRIO do dia 31 de março de 1964 que ocorrerá em 31 de março de 2014, data da GLORIOSA e REDENTORA CONTRARREVOLUÇÃO que impediu que o Brasil fosse dominado por maus brasileiros, traidores da Pátria e comunistas, DEVE SER COMEMORADO por todos os BRASILEIROS PATRIOTAS e do BEM; e,
2º - o eventual emprego das forças armadas contra civis brasileiros seria motivado pela necessidade do “controle de distúrbios civis” e o consequente reestabelecimento da ordem pública e seria dirigido apenas a civis que estivessem praticando ações de vandalismo, incluindo agressão as pessoas, depredação do patrimônio público e/ou privado e em complemento a ação das forças policiais dos estados.
Como se percebe os civis brasileiros que não estivessem praticando atos de baderna, vandalismo, impedindo o direito constitucional de ir e vir não seriam alcançados pelas ações de GLO.

Somos totalmente contrários ao megalonanico Amorim – aliás, defendemos até mesmo a extinção do ministério da Defesa, a recriação dos ministérios da Marinha, Exército e Aeronáutica e do EMFA – mas, temos que reconhecer que, a principio, a ação complementar das forças armadas no controle de distúrbios civis é necessária e até benéfica, já que impede que uma das metas do Foro de São Paulo seja alcançada: o estabelecimento de uma situação de CAOS na ordem pública e que autorize os comunistas que nos governam ao uso de medidas extremas de restabelecimento da ordem e que certamente serão bem mais prejudiciais dos que as ações de GLO, já que nas ações patrocinadas pelo Foro de São Paulo haverá atuação de milícias.
Teremos uma situação piorada e amplificada da existente na Venezuela.]

Como até as tragédias possuem algo de bom, também esse episódio tem um lado novidadeiro: um ministro de Estado percebe a besteira que cometeu e promete voltar atrás, divulgando um novo manual ainda nesta semana. Mas, o lado positivo desse imbróglio termina aí. Ele revela como resiste nas forças armadas a ideologia do “inimigo interno”, o que justificaria, na visão dos generais, a supressão violenta de todas as liberdades do próprio povo brasileiro. [claro que os generais patriotas e que ainda não se deixaram seduzir por cargos, devem considerar que não é necessário a SUPRESSÃO VIOLENTA de todas as liberdades do povo brasileiro e sim a adoção de medidas que possibilitem à proteção a integridade física das pessoas,  o restabelecimento da ordem pública, a proteção ao patrimônio público e privado e que se volte a considerar uma ação policial algo necessário e não uma prática reprovável, já que tal pensamento só contribui para o aumento da criminalidade.] 

Permanecem, porém, outras dúvidas. Amorim discorda mesmo dessa visão repressiva ou decidiu rever o manual apenas porque foi exposto à opinião pública? Se concorda, ele expressa a opinião de sua chefe, a presidenta Dilma? Foi apenas coincidência o manual entrar em vigor no ano do meio século do golpe, da Copa superfaturada pelo conluio governo-Fifa e das eleições presidenciais? E, por fim: até quando as forças armadas serão um estado dentro do Estado, com objetivos, raio de atuação e meios de operação independentes de qualquer controle democrático?

Aliás, urge que esse controle se estenda aos negócios em que se envolvem Aeronáutica, Exército e Marinha. Se hoje eles carecem de transparência, um mal aprofundado durante a ditadura que privilegiou corporações nacionais e multinacionais, a perspectiva no curto prazo é que se radicalize a falta de informações sobre quanto, como, porquê, quando e com quem gastam as forças armadas. [Não há muito a controlar nem informações a obter sobre os gastos das forças armadas. E a razão é simples. Desde o inicio do governo FHC que as Forças Armadas do Brasil estão passando por um processo de desmonte, de desvalorização, de obsolescência de equipamentos em que os parcos recursos a elas destinados são apenas para pessoal e algumas despesas necessárias para a manutenção –precária – do que ainda existe.
Não podemos olvidar que nos últimos anos os quartéis brasileiros que ainda restam – muitos foram desativados – trabalham em regime de meio expediente as segundas e sextas para ECONOMIZAR COMIDA.]

À medida que cresce a economia brasileira, também aumentam as escalas e a obscuridade em torno dos gastos militares, como o comprovam, por exemplo, os bilhões da compra dos 36 caças Gripen (com opção para mais 100) e a contratação, sem licitação, da Odebrecht para construir o casco do submarino atômico em Itaguaí (RJ). [caças que estão em processo de aquisição desde o milênio passado e a construção do submarino atômico vem sendo considerada há mais tempo.]

Episódios como o do manual são pontas de um imenso iceberg. Só acabam suscitando várias outras questões, como a da falta de transparência, justamente porque tudo que diz respeito a forças armadas no Brasil permanece, em pleno século 21, isolado do avanço da democracia, independentemente do partido que governa o País.

 Por: Carlos Tautz, jornalista, coordenador do Instituto Mais Democracia – Transparência e controle cidadão de governos e empresas.

Transcrito do Blog do Noblat

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada