Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Tribunal de aldeia indiana condena mulher a estupro coletivo por se apaixonar




Indiana sofre estupro coletivo como punição pelo 'crime de se apaixonar'
Vítima mantinha relacionamento de cinco anos com um homem de aldeia rival
A polícia da Índia deteve nesta quinta-feira treze pessoas acusadas de um estupro coletivo na província de Bengala, Leste do país, relata a rede BBC. Segundo informações da polícia, o ataque teria sido ordenado por líderes anciãos de uma aldeia que se opunham ao namoro da vítima. A mulher, de 20 anos, está internada e foi condenada por um tribunal popular por ter se apaixonado por um homem de outra aldeia.

O ataque coletivo ocorreu na noite de segunda-feira na aldeia de Labhpur. A polícia local informou que um tribunal popular considerou impróprio o relacionamento da mulher com um homem que não pertencia àquela aldeia, mas a uma rival, chamada Birbhum. Na Índia, em muitas localidades ainda existem tribunais populares locais que funcionam à margem das leis do país.  

Geralmente compostos por um conselho de anciões, os julgamentos populares impõem penas violentas, como surras, estupros e até assassinatos para quem consideram ter violado códigos locais. "O chefe da tribo ordenou que eu fosse desfrutada pelos homens da cidade. Seguindo suas ordens, pelo menos dez ou doze pessoas, entre eles vários membros de uma mesma família, me estupraram. Perdi a conta de quantas vezes fizeram isso", declarou a jovem à emissora local NDTV. "A relação estava acontecendo há quase cinco anos. Quando o homem visitou a casa da mulher na segunda-feira com a proposta de casamento, os aldeões o viram e organizam um rápido ‘julgamento’. Durante a ‘audiência’ o casal foi obrigado a permanecer em silêncio e com as mãos amaradas”, disse à BBC o chefe da polícia da aldeia de Birbhum, C. Sudhakar. O casal ainda foi multado em 25.000 rúpias (cerca de 400 dólares) por ter cometido o “crime de se apaixonar”, completou o policial. 

O homem pagou a multa e foi libertado. Já a família da mulher não tinha condições que pagar o valor estipulado e ela foi violentamente atacada por um bando, informou a polícia.
A polícia prendeu treze agressores, incluindo o chefe do bando, que ordenou o ataque. Embora o incidente tenha ocorrido na segunda-feira à noite, a família da mulher, temendo represálias, só foi à polícia na quarta-feira.  Não é a primeira vez que essa aldeia registra um caso como esse, envolvendo um "julgamento". Em 2010, o tribunal popular ordenou três mulheres a se despirem e andarem nuas por uma multidão de homens que as assediavam.

A atenção contra crimes de violência sexual aumentou na Índia após o estupro e assassinato de uma estudante dentro de um ônibus em Nova Délhi, em 2012. O governo endureceu as leis contra a violência sexual depois de protestos generalizados cobrando segurança para as mulheres e justiça para os agressores. Mas a violência e discriminação contra as mulheres permanecem profundamente enraizadas na sociedade patriarcal da Índia. 
 

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada