Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

“Tropa" de vereadores barra Comissão da Verdade em BH



Bancada de ex-policiais militares e civis trava na Câmara Municipal a criação de grupo para investigar abusos contra presos políticos na capital durante a ditadura. 
Projeto de lei para formar a Comissão da Verdade municipal está há um ano parado na Câmara  
Ao contrário do que ocorre nos planos federal e estadual, Belo Horizonte não consegue criar uma Comissão da Verdade para, principalmente, apurar as violações cometidas durante a ditadura militar (1964 a 1985). Este ano é emblemático para aqueles que desejam esclarecer os crimes cometidos pelos militares, pois em 31 de março o golpe completará 50 anos. O projeto de lei que prevê a criação da Comissão Municipal da Memória e Verdade Edgar de Godói da Mata Machado completa um ano de tramitação na Câmara Municipal e está parado na Comissão de Legislação e Justiça (CLJ).  “Não é necessário. É irrelevante, pois isso (a ditadura) já passou. Todos estão anistiados. As pessoas que assaltaram estão aí hoje, inclusive, com mandatos”, entende a vereadora Elaine Matozinhos (PTB), que é delegada de carreira. O pensamento encontra eco entre seus colegas policiais, que juntos formam uma tropa de choque na Casa contra o projeto.   

Apelidado por alguns vereadores de bancada da bala, o grupo conseguiu travar a mudança do nome do Elevado Castelo Branco (homenagem ao primeiro presidente do governo militar) para Helena Greco, a primeira vereadora do PT eleita em Belo Horizonte e ativista dos direitos humanos, como mostrou o Estado de Minas na semana passada. “A cidade não precisa passar por essa briga ideológica”, afirma o vereador Edson Moreira (PTN), outro integrante da bancada. [o que autoriza a substituir o nome do grande Presidente, grande Estadista, Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, pelo nome de alguém que tem como único ‘mérito’ (esse tipo de mérito está mais para demérito) ser a primeira vereadora do PT eleita em BH e ser ativista dos direitos humanos (na maior parte das vezes esses tais ativistas só defendem direitos de bandidos)?].

Moreira é integrante da CLJ na Câmara, assim como outro policial, o coronel Piccinini (PSB). É na comissão que o Projeto 513/2013, que prevê a criação da Comissão da Verdade, está parado. A justificativa oficial é que um parecer assinado pelo secretário municipal de Governo, Josué Costa Valadão, afirma que a comissão “cria despesa sem prévia e necessária previsão orçamentária”. 

Porém, nos bastidores o motivo é a pressão feita pelos contrários aos esclarecimentos dos abusos dos militares durante a ditadura. Na análise de Elaine Matozinhos, a Comissão Nacional da Verdade (CNV), a mais relevante até o momento, criada pelo governo federal em maio de 2012, é “uma comissão de meia verdade”. O termo, segundo ela, é porque a comissão não apura as mortes atribuídas aos combatentes da ditadura, que mataram policiais durante ações armadas. Ela garante que, se a comissão for criada, não vai permitir que seja de “meia verdade”.  Autor do projeto de lei para a criação da comissão, Gilson Reis (PCdoB) destaca que é necessário discutir o que ocorreu na cidade. O vereador entende que as resistências que existem no interior da Casa precisam ser quebradas. “Só vivemos a democracia e temos a possibilidade de ter estabilidade democrática porque tivemos pessoas que enfrentaram o Estado ditatorial e construíram a democracia no país”, afirma Reis. Caso o projeto seja aprovado pela CLJ, vai para discussão e votação no plenário da Casa. 

Além da CNV, o governo estadual criou sua Comissão da Verdade em setembro do ano passado, com sete representantes. O objetivo é acompanhar e subsidiar a Comissão Nacional da Verdade nos exames e esclarecimentos sobre as violações de direitos fundamentais praticadas no período de 18 de setembro de 1946 até a data da promulgação da Constituição, em 5 de outubro de 1988.

COMPOSIÇÃO -  O projeto de lei do vereador Gilson Reis determina a criação de comissão formada por nove integrantes, sendo três vereadores, três representares do Executivo e três da sociedade civil, com mandato de dois anos, podendo ser reconduzidos apenas uma vez. Entre as atribuições da comissão estaria esclarecer as graves violações dos direitos humanos na capital, os casos de torturas, mortes, estupros, sequestros, desaparecimentos forçados e ocultações de cadáveres e identificar e tornar públicos os locais onde ocorreram as violações. 

A capital mineira foi palco importante no combate à ditadura. Vários grupos, muitos deles armados, tentaram o retorno da democracia e promoveram assaltos, chamados atos de expropriações. O prefeito Marcio Lacerda (PSB), por exemplo, participou da Corrente Revolucionária, braço da Ação Libertadora Nacional, grupo comandado no país por Carlos Marighella. Além do prefeito, a presidente Dilma Rousseff (PT) iniciou as atividades revolucionárias na cidade, passando pela Organização Marxista Revolucionária – Política Operária, conhecida como Polop, e pelo Comando de Libertação Nacional (Colina). 

A comissão, se criada, receberá testemunhas, dados e documentos. Poderá requisitar documentos sigilosos dos órgãos públicos, fazer perícias e diligências, promover audiências públicas e requisitar proteção para qualquer pessoa que se encontre ameaçada. “Não estamos dizendo que temos uma verdade, mas a criação da comissão é uma ótima oportunidade para discutir o que aconteceu”, explica um dos incentivadores da comissão, o vice-presidente da Associação dos Amigos do Memorial da Anistia Política do Brasil (AAMA), o ex-vereador Betinho Duarte, que integra a Comissão da Verdade do governo mineiro.

Fonte: A Verdade Sufocada

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada