Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

IMPOSTÔMETRO

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Agiu corretamente o cinegrafista. Vagabundo, baderneiro manifestante tem que levar porrada = bateu, levou

Cinegrafista agride manifestante em frente à delegacia no Rio de Janeiro
Um cinegrafista agrediu um rapaz que pedia a liberação do tatuador Fábio Raposo, detido na 17ª Delegacia de Polícia, no Rio de Janeiro, neste último final de semana por envolvimento na morte de Santiago Andrade. As imagens, registradas pela Rede Record, mostram o manifestante ameaçando o reporter cinematográfico antes de ser atacado. 



Tudo ocorre a partir do instante 3:45 do vídeo.

http://rederecord.r7.com/video/apos-ser-ameacado-cinegrafista-agride-integrante-do-black-bloc-52f946b00cf252ac2b02883c/

Amigos de Raposo criticaram os profissionais de imprensa os chamando de “abutres”. Pouco depois, um dos jovens afirma “você é o próximo”, se dirigindo a um dos cinegrafistas. Fora de controle, o homem atinge o rapaz na cabeça com a câmera. O  tatuador Fábio Raposo, de 22 anos, suspeito de participação no lançamento do rojão que matou o cinegrafista da Bandeirantes, Santiago Andrade, foi mantido preso durante o final de semana na 17ª Delegacia de Polícia.

Ele havia sido localizado na casa dos pais, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. A polícia cumpriu um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Raposo se apresentou espontaneamente à polícia na madrugada de sábado, e contou ser ele a pessoa que aparece nas imagens entregado o rojão ao homem que teria acionado o artefato.

Ao delegado Maurício Luciano, Raposo contou que estava no protesto quando viu uma pessoa derrubar um artefato no chão. Ele pegou o rojão e ficou com o artefato por alguns minutos, até que um rapaz de camiseta cinza, que Raposo diz desconhecer, lhe pediu o rojão.

Raposo tem histórico de registro em atos violentos em manifestações nas 5ª e 14ª delegacias
de polícia do Rio de Janeiro por danos ao patrimônio público, ameaça e formação de quadrilha.


Fonte: Cidade Alerta



Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada