Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

IMPOSTÔMETRO

sábado, 8 de fevereiro de 2014

“marginalzinho amarrado ao poste" O de BELFORD ROXO NÃO ASSALTA MAIS

Rachel Sheherazade, do SBT, defende grupo que amarrou homem nu em poste e provoca polêmica

“O Estado é omisso, a polícia desmoralizada, a Justiça é falha… O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro”. Tudo isso justifica a JUSTIÇA PELAS PRÓPRIAS MÃOS = JUSTIÇA estilo BELFORD ROXO

A apresentadora, conhecida por dividir opiniões na internet, provocou discussões de ódio & amor (mais ódio que amor, na verdade) ao fazer um comentário a favor do grupo de jovens que detiveram um suposto assaltante, o agrediram e o deixaram nu e preso com uma trava de bicicleta a um poste. O caso ocorreu no Flamengo, no Rio de Janeiro.

No SBT Brasil de terça (4), Rachel fez um comentário um tanto radical sobre o caso. A apresentadora o definiu como o “marginalzinho amarrado ao poste”.


“Num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível”, disse. “O Estado é omisso, a polícia desmoralizada, a Justiça é falha… O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro”. Ela ainda completou: “O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite”. 

Veja o vÍdeo do "marginalzinho" que de tão inocente não quis dar queixa dos que o agrediram.



Rachel fala sobre o adolescente vítima de "justiceiros" no Rio e sugere ADOTE UM BANDIDO

Estamos contigo e somos favoráveis a Justiça estilo BELFORD ROXO - clique aqui e vejam o POST sobre a execução do assaltante e aqui vejam o  VÍDEO DA EXECUÇÃO

Somos a favor da LEGITIMA DEFESA COLETIVA e de que os DEFENSORES dos DIREITOS HUMANOS DE BANDIDOS passem a ADOTAR UM BANDIDO

RELEMBRE, MEMORIZE, DIVULGUE e APOIE A ÍNTEGRA DA DECLARAÇÃO DA JORNALISTA DO SBT, RACHEL SHEHERAZADE 

Relembre a declaração de Rachel Sheherazade na íntegra:
“O marginalzinho amarrado ao poste era tão inocente que, ao invés de prestar queixa contra seus agressores, preferiu fugir antes que ele mesmo acabasse preso. É que a ficha do sujeito está mais suja do que pau de galinheiro.

No país que ostenta incríveis 26 assassinatos a cada 100 mil habitantes, que arquiva mais de 80% de inquéritos de homicídio e sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível. O Estado é omisso, a polícia é desmoralizada, a Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem que, ainda por cima, foi desarmado? Se defender, é claro.

O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite. E, aos defensores dos Direitos Humanos, que se apiedaram do marginalzinho preso ao poste, eu lanço uma campanha: faça um favor ao Brasil, adote um bandido”.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada