Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Riocentro: A versão dos acusados e da única vitima que sobreviveu

Riocentro: Wilson Machado insiste na versão de que foi vítima

Em depoimentos, denunciados pelo crime adotam estratégias distintas 

Os seis denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) do Rio à Justiça pelo atentado a bomba no Riocentro adotaram em seus depoimentos posturas diferentes de defesa: houve quem fizesse confissões; um negou os fatos; outro se calou; e um não soube dar explicações sobre o que ocorreu.

Enterro do sargento Guilherme do Rosário foi enterrado no Cemitério de Irajá O Globo

Personagem mais conhecido do episódio, o então major Wilson Machado negou todos os fatos da denúncia. Disse que não sabia de nenhuma bomba e que recebera apenas a missão de fazer a “cobertura” do show, o que, no jargão militar, significa se infiltrar, como civil, no evento. Para explicar por que estava no Riocentro com seu carro particular, e não com uma viatura descaracterizada do DOI, o agora coronel reformado declarou que se encontraria com amigos no Leblon após a missão. Procurado por telefone, Machado não retornou o contato feito pelo GLOBO.

Nessa investigação, o general reformado Edson Sá Rocha se reservou o direito de permanecer em silêncio. O MPF, no entanto, cita na denúncia que o militar prestara depoimento no Inquérito Policial Militar (IPM) de 1999, no qual confirma ter apresentado, um ano antes, o plano de explodir o Riocentro. Rocha tentou eximir-se de culpa, dizendo que a ação teria sido rejeitada consensualmente, já que o então chefe de Operações de Informações do DOI, Romeu Antônio Ferreira, proibiu a realização do atentado.

 O general reformado Newton Cruz confessou ter tomado conhecimento do atentado uma hora antes da sua ocorrência. Em depoimento, afirmou ter dado pouca importância ao plano e que não avisou a ninguém porque “não era problema do SNI, era problema do DOI”. Comandante da Polícia Militar na época dos fatos, Nilton Cerqueira disse ao MPF que a suspensão do policiamento no Riocentro ocorreu por se tratar de um show privado, com fins lucrativos. Para os procuradores, é uma versão absurda porque a corporação tinha o hábito de policiar grandes eventos.

Na denúncia, os procuradores afirmam que ele não soube explicar o motivo pelo qual a ordem de suspensão só foi comunicada à diretoria do Riocentro à noite, se a decisão havia sido tomada horas antes. Cerqueira também não soube explicar o motivo da urgência em cancelar o policiamento. Ele deu a ordem por telefone diretamente de Brasília, onde estava em viagem.

Um dos novos depoentes, o então major Divany Barros confessou aos procuradores ter recebido ordens para ir ao Riocentro retirar do veículo provas que pudessem incriminar os militares.o delegado Cláudio Guerra admitiu saber que bombas explodiriam.  O GLOBO também entrou em contato com Newton Cruz, Cerqueira e Divany, que não atenderam às ligações. Cláudio Guerra e Edson Sá Rocha não foram localizados. [todos lembram do loquaz e mentiroso delegado Cláudio Guerra - aquele mentiroso safado que até um livro escreveu sobre supostos crimes praticados por militares durante o Governo Militar; aquele delegado - que assassinou a própria esposa - acusou os militares da queima de corpos de terroristas em uma usina de áçucar.
Como é característica principal, até mesmo única, de todas as denúncias feitas pela revanchista "justiça de transição" tudo se sustenta em depoimentos de testemunhas únicas.
Provas sempre inexistem nas denúncias daquela justiça.]

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada