Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 11 de março de 2014

Tese de terrorismo em voo na Ásia perde força - O grande negócio dos passaportes roubados e as identidades fraudulentas



Governo da Malásia suspeita que os dois passageiros que viajavam com passaportes roubados faziam parte de uma quadrilha de falsários
Sem avanços na localização do avião desaparecido a caminho de Pequim, no sábado, as investigações sobre o Boeing 777 da Malaysia Airlines concentraram-se nesta segunda-feira na identificação dos dois passageiros que embarcaram com passaportes falsos. O Departamento de Aviação Civil da Malásia afirmou que os dois faziam parte de uma quadrilha de ladrões de documentos, o que ajudaria a afastar a tese de que estivessem envolvidos em uma ação terrorista.
 
As autoridades da Malásia - de onde partiu o avião - identificaram os dois homens, mas as nacionalidades não foram reveladas. A identificação foi feita a partir da análise de imagens de câmeras de segurança do aeroporto de Kuala Lumpur. Os responsáveis pela investigação ressaltaram que os homens não eram uigures - etnia muçulmana separatista do leste da China - e não tinham aparência asiática. 

A CNN afirmou que um cidadão iraniano, identificado como Kazem Ali, comprou as passagens dos dois e as pagou em dinheiro. Citando fontes que não quiseram se identificar, o canal noticiou que Ali disse à polícia ter comprado as passagens para dois amigos que estavam retornando para a Europa. 

A lista de passageiros cita o italiano Luigi Maraldi e o austríaco Christian Kozel. Os dois tiveram os passaportes roubados na Tailândia e não estavam a bordo do avião. As passagens foram emitidas em seus nomes e ambas tinham como origem Kuala Lumpur, com parada em Pequim e destino final Amsterdã, na Holanda. Os dois, depois, seguiram para dois pontos diferentes, um para a Dinamarca e outro, para a Alemanha.

O embarque de dois passageiros com passaportes falsos alarmou autoridades, principalmente a Interpol, que mantém um banco de dados com os registros de cerca de 40 milhões desses documentos roubados ou perdidos de 167 países.  O grande mercado clandestino de documentos na Tailândia é conhecido pelas autoridades locais e pela Interpol. Os passaportes roubados são utilizados para o tráfico de pessoas.  A Interpol garantiu que os documentos não foram checados em seu banco de dados, enquanto autoridades locais argumentaram que todos os protocolos de segurança foram seguidos. 

Buscas. O mistério sobre o que aconteceu com o voo MH370 com 227 passageiros e 12 tripulantes a bordo continuava sem solução depois de mais quatro dias. As buscas voltaram à estaca zero depois que as primeiras pistas sobre a localização da aeronave foram descartadas. Nem o combustível nem os objetos encontrados no mar, no fim de semana, pertenciam ao avião. 

O esforço de busca envolve 34 aviões e 40 navios de vários países, que trabalham em um raio de 185 km no Golfo da Tailândia. Várias agências de inteligência internacionais participam da investigação. Nesta segunda, a Comissão Preparatória da Organização do Tratado para a Proibição Completa dos Testes Nucleares (CTBTO, na sigla em inglês) informou que seus especialistas tentarão identificar se houve uma explosão em grande altitude no local do desaparecimento do avião. 

O diretor executivo da CTBTO, Lassina Zerbo, explicou que os técnicos analisarão sensores infrassônicos em estações na região para verificar se houve algum registro associado a uma explosão. 

A Tailândia é o epicentro das redes de compra de documentos e de imigração irregular
A descoberta de que ao menos dois dos passageiros a bordo do voo MH370 desaparecido viajavam com identidades falsas colocou em foco o roubo e a perda de passaportes. O italiano Luigi Maraldi e o austríaco Christian Kozel nunca estiveram no avião. Mas têm em comum que ambos tiveram seus passaportes roubados na Tailândia, que é um grande centro de compra de passaportes e de redes de imigração ilegal. Trata-se de um local propício para este negócio crescente: recebe milhões de turistas por ano, tem boas conexões aéreas para toda a região e para o resto do mundo. “A Tailândia é um terreno fértil para quem quer roubar passaportes europeus”, afirmou um diplomata europeu à Reuters

Dezenas de milhares de documentos são roubados ou perdidos no país asiático. Os passaportes foram usados para comprar em Pattaya (Tailândia) dois bilhetes de Kuala Lumpur até Amsterdã, com escala em Pequim. Dali, um dos viajantes tinha previsto viajar a Frankfurt e o outro a Copenhagen.

Maraldi explicou que ficou sem passaporte após deixá-lo como sinal no aluguel de uma moto em Phuket (Tailândia), algo que é frequente nessas zonas turísticas. Outros turistas às vezes os vendem por 200 euros para pagar a viagem. “Os passaportes falsos e as identidades fraudulentas são um grande problema na Tailândia”, reconheceu à agência o diretor da Interpol na Tailândia, Apichart Suriboonya. Os dados do turista italiano e os do austríaco estavam junto aos de 39 milhões de pessoas no banco de dados da Interpol de passaportes roubados e perdidos. Nenhuma autoridade ou linha aérea consultou os dados deles na base da Interpol desde que o roubo foi reportado.

A Interpol aproveitou a ocasião para pedir aos Governos e linhas aéreas para comparar a identidade de todos os passageiros com o banco de dados de passaportes perdidos e roubados. A Interpol lamentou que só um punhado de países o façam sistematicamente. Fontes policiais espanholas afirmam que isso é feito nas fronteiras espanholas. A Interpol informou que os Estados Unidos, com 250 milhões de buscas anuais, Reino Unido com 120 milhões e Emirados Árabes Unidos com 50 milhões são os usuários mais frequentes do serviço de checagem.

Fonte: El País - O Estado de São Paulo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada