Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quinta-feira, 24 de abril de 2014

A dor da Maria de Fátima, mãe, merece solidariedade total; mas, o seu desejo de aparecer merece total repúdio - denunciar a "anistia internacional" o que e para que?

Crime Mãe pretende denunciar morte do dançarino DG à Anistia Internacional 
‘Eles pretendiam sumir com o corpo do meu filho’, disse Maria de Fátima Silva durante o velório do filho. 
Parentes do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira acompanham o velório no Cemitério São João Batista  
A mãe do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, de 26 anos, o DG, encontrado morto no Pavão-Pavãozinho na segunda-feira, voltou a criticar a ação dos policiais na comunidade da Zona Sul do Rio. Durante o velório de DG no Cemitério São João Batista, Maria de Fátima Silva disse ainda que pretende viajar em breve para denunciar a morte do filho à Anista Internacional. - Não vou deixar a morte do meu filho cair no esquecimento. Agradeço muito aos moradores da comunidade. Se não fosse o grito deles, meu filho iria para um saco de lixo e seria queimado na Baixada Fluminense. Meu filho não morava no Pavãozinho, mas dizia que 'lá era o meu morro'.

 Maria de Fátima da Silva no velório do filho, Douglas Rafael da Silva Pereira, o DG, dançarino do programa "Esquenta", de Regina Casé, no Cemitério São João Batista, em Botafogo Marcelo Carnaval / Agência O Globo

Bastante revoltada, ela voltou a afirmar que o dançarino foi torturado por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), e afirmou ainda que a intenção dos PMs era “sumir com o corpo” de seu filho. - Depois da morte dele, quando os moradores descobriram que seu corpo estava na creche, houve um reforço policial para impedir o acesso de moradores. Além disso, dois policiais, com luvas cirúrgicas, entravam e saíam da creche muito nervosos. Eles pretendiam ensacar e sumir com o corpo do meu filho - denunciou Maria de Fátima.

Maria de Fátima disse ainda que Douglas não estava num churrasco, como foi divulgado anteriormente. Segundo ela, o dançarino estaria com a namorada, uma remadora: - Meu filho não mora na comunidade, mas estava lá porque frequenta muito o local, onde tem uma filha e também onde fazia os ensaios do grupo de dança. Segundo relatos de amigos, parte da comunidade estava sem luz na hora em que ouviram tiros. Alguém alertou Douglas para que não saísse do local em que estava, mas ele disse que não era traficante e que iria embora para casa.

Nesta quarta-feira, Maria de Fátima chegou a comparar o caso de Douglas com a morte do ajudante de pedreiro Amarildo, que desapareceu após ser levado por policiais militares para a sede da UPP Rocinha, em julho do ano passado: — Gente corajosa e peituda. Se não meu filho ia ser mais um desconhecido, mais um enterrado na lama, que só encontram carcaça. Estavam tentando tirar o corpo do Douglas da creche quando os moradores chegaram. Meu filho ia virar outro Amarildo — disse na quarta-feira. [será que o Amarildo morreu? e, caso tenha morrido, o que garante que sua morte não foi encomendada por traficantes para comprometer à Polícia Militar do RJ? que provas tem Maria de Fátima para distribuir tantas acusações? até agora, ao que consta, não há a menor prova, ou mesmo indicio, de que DG foi morto por policiais. Convenhamos que circular em uma favela, no escuro, durante um tiroteio é arriscar a vida acima do razoável.
quanto ao Amarildo existem muitos 'será' e a Justiça tem como principio básico o brocardo "in dubio, pro reo" - ou só vale se o réu for bandido.
No Brasil atual, do maldito 'politicamente correto', quando os acusados são policiais passa a valer: "culpados até que provem o contrário".]
 
Por volta das 10h, cerca de 50 mototaxistas da comunidade do Tabajara chegaram ao velório levando uma coroa de flores. Antes de DG ser dançarino, ele foi mototaxista. O pintor Paulo César Pereira, de 50 anos, pai de DG, passou mal após saber da morte do filho e precisou ser internado. Ele estava fora do Rio e ainda está sendo aguardado no velório, que acontece na Capela 7 do cemitério. O enterro está previsto para acontecer 15h desta quinta-feira.

Na quarta-feira, dia seguinte aos protestos em Copacabana pela morte do dançarino, a tensão ainda pairava nas ruas de Copacabana, tanto no asfalto quanto na comunidade do Pavão-Pavãozinho, onde o corpo dele tinha sido encontrado. O rastro deixado pela revolta dos moradores podia ser visto em janelas de apartamentos quebradas, lixo espalhado, marcas de fogo e um carro queimado. Na favela, moradores fizeram uma oração em lembrança de Douglas.

Em toda a região, o policiamento foi reforçado. Carros do 19º BPM (Copacabana) e também do Batalhão de Choque ficaram estacionados na Rua Sá Ferreira. Duas viaturas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegaram a subir a Rua Saint Roman no fim da tarde. Mesmo assim, muitos saíam de casa ainda com medo de que as cenas vistas na véspera se repetissem. Bares e restaurantes próximos ao acesso ao morro permaneceram fechados.

Uma mistura de dor e indignação tomou os parentes e amigos de Douglas Rafael da Silva Pereira, que, desde o fim da tarde desta quarta-feira, velam o corpo do dançarino, conhecido como DG. Na capela 7 do Cemitério São João Batista, alguns usavam camisas com a foto do jovem. E, apesar da tristeza, lembravam do rapaz sorridente, segundo eles, “adorado por todos” na comunidade. A mãe de Douglas, Maria de Fátima Silva, chegou por volta das 20h20m e, antes de entrar no velório, voltou a dizer que o filho tinha sido vítima de tortura. [essa senhora tem que parar  de acusar sem apresentar provas do que afirma. Desde o incidente que ela vem dizendo que moradores da favela Pavão-Pavãozinho viram DG ser torturado e pede que se apresentem - ninguém se apresentou ou mostrou indicios da suposta tortura.] Ela criticou a ação dos policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

— Eu desenterro meu filho e mando fazer outra autopsia, se necessário. Ele não será outro Amarildo — disse Maria de Fátima, em referência ao pedreiro morto ano passado na Rocinha por policiais da UPP. A mãe do jovem disse que tem certeza absoluta de que Douglas foi espancado. — Os lábios do meu filho estavam roxos, como se ele tivesse afogado. Os documentos dele estão encharcados na minha bolsa — afirmou Maria de Fátima. — Moradores viram PMs entrando e saindo, com luvas cirúrgicas, da creche em que o corpo foi encontrado — continuou ela, em tom firme. [que elementos essa senhora tem para questionar a autopsia realizada pelo IML do Rio? o que lhe dá certeza que DG foi espancado?]

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada