Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

domingo, 20 de abril de 2014

A tragédia de Bernardo - O que leva um pai a matar o próprio filho?

Negligência institucional

A morte violenta e covarde da criança Bernardo, no Rio Grande do Sul, mostra como são tratados os direitos das crianças e dos adolescentes pelos tribunais brasileiros. Embora seja dado status de prioridade absoluta pelo texto constitucional à causa das crianças, assim como em outras áreas da administração pública vem sendo tratada com absoluta negligência.

Os juízes da infância costumam ser escolhidos sem qualquer critério razoável, predominando sempre o político do apadrinhamento e do descaso. Raramente aparece na titularidade um juiz vocacionado e comprometido com a causa da infância. Mesmo quando o juiz demonstra os cuidados necessários no exercício de seu múnus protetivo e socioeducativo, são os tribunais que não respeitam o teto legal que os obriga a dotarem os juizados de infraestrutura compatível com a importância desse serviço judicial tão especial.

Raramente constam da proposta orçamentária dos tribunais recursos para a manutenção de equipe interprofissional, que deve ser concursada e capacitada para assessorar a Justiça da Infância e da Juventude. Por outro lado não estão os magistrados habituados a trabalhar em conformidade com o sistema de garantias de direitos das crianças e dos adolescentes atuando sempre como autoridades distantes de seus parceiros sociais. A falta de atuação conjunta com os conselheiros tutelares, e não como se fossem seus subordinados, contribui para que as autoridades municipais releguem os conselhos tutelares, importante ferramenta de proteção á infância em estado de miserabilidade e igualmente sem qualquer recurso para uma atuação mais eficaz.

A insensibilidade social dos administradores dos tribunais do Brasil faz com que atuem como verdadeiros Pilatos cada vez que acontece uma tragédia como a que acometeu à criança gaúcha. Lavam as mãos como se não fossem corresponsáveis por essa negligência que extermina milhares de crianças pobres e negras no país. Não é de hoje que os administradores públicos nas três esferas do poder deixam de investir na efetivação do respeito aos direitos fundamentais dos pequenos brasileiros, provocam mortes e prisões prematuras por lançarem com suas negligências essas crianças e adolescentes na exclusão social e na marginalidade.

É claro que se estivessem funcionando as ferramentas criadas pela lei para uma boa e necessária prevenção não estaríamos discutindo temas como a redução da responsabilidade penal que só aumenta a irresponsabilidade dos administradores públicos e o fosso que separa os brasileiros com direitos daqueles direitos.

Por: Siro Darlan Oliveira, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, é membro da Associação Juízes para a democracia.  - sdarlan@tjrj.jus.br



          O que leva um pai a matar o próprio filho?


Não vou fazer pré-julgamentos. Cabe à Justiça e à Polícia decidirem o destino do pai e da madrasta do menino gaúcho Bernardo, assassinado covardemente aos 11 anos de idade. Uma tragédia sob todos os aspectos. Não sei se o pai do garoto teve realmente participação no crime, mas, de qualquer modo, só a notícia sobre o seu suposto envolvimento já embrulha-me o estômago.

Ter filhos é fácil, criar é que é difícil. Dão trabalho e custam caro, mas vê-los florescer dá sentido à vida. Tenho quatro filhos e gosto de tê-los ao meu redor. Gosto de saber que posso ser útil, que posso ajudá-los a virar a esquina certa, que posso guiá-los para o cais seguro, quando a tormenta ameaça virar o barco. É para isso que eu sirvo. E é por isso que vivo.
Ser pai é uma responsabilidade, mas também é uma dádiva. Não seria quem sou sem meus filhos.

Por mais que o ser humano me dê provas cotidianas e incontestes da sua falência moral, não consigo entender o que leva um pai a matar o próprio filho. Em situações extremas, quando há agressões de um filho a um pai idoso, por exemplo, é até compreensível um gesto assim, mas quando a vítima é uma criança indefesa, que vê no pai ou na mãe, justamente, a fortaleza que vai protegê-lo de todos os  males, o que pensar? O que dizer quando a vida é precocemente interrompida pela mesma pessoa que a gerou?

Não tenho respostas.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada