Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

domingo, 6 de abril de 2014

As fantasiosas "comissões da verdade" agora querem que as Forças Armadas investiguem supostos crimes cometidos durante o Governo Militar por órgãos policiais estaduais

Investigação das Forças Armadas excluiu 11 centros de tortura

Senador vai requerer ampliação de sindicâncias para seis unidades federais e cinco estaduais

O Forte do Barbalho, em Salvador, foi o primeiro destino de Nilda Carvalho Cunha, militante do MR-8 presa em 20 de agosto de 1971, no cerco à guerrilheira Iara Iavelberg, mulher de Carlos Lamarca. Submetida a torturas físicas e psicológicas que continuariam na Base Aérea de Salvador, Nilda, de 17 anos, foi solta dois meses depois, mas não resistiu e morreu no leito de um sanatório médico. É o caso mais trágico das histórias de violência passadas no forte baiano.

Fachada do Departamento Estadual de Ordem Política e Social, em São Paulo. Cícero de O. Neto/Folhapress/5-3-1983 

Os DOPS sempre integraram o sistema estadual de segurança e não cabe ser investigado por uma sindicância destinada a investigar possíveis irregularidades em instalações das Forças Armadas

Embora considerado o maior centro de detenção e tortura de presos políticos da Bahia nas décadas de 60 e 70, o Forte do Barbalho ficou fora das sindicâncias abertas na semana passada, pelas Forças Armadas, para investigar os crimes do regime. De uma lista de 17 unidades civis e militares onde houve tortura e assassinatos, levantada por pesquisadores da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, 11 não fazem parte das sindicâncias.

Além do forte baiano, então sede da Polícia do Exército, o Pelotão de Investigações Criminais (PIC) do Batalhão de Polícia Especial de Brasília, por onde teria passado o líder estudantil Honestino Guimarães, dirigente da Ação Popular Marxista-Leninista (APML) antes de desaparecer, em 28 de março de 1974, também não entrou. [estão misturando tudo: o PIC - Pelotão de Investigações Criminais é uma subunidade da Polícia do Exército e cuida de investigações disciplinares, pequenas transgressões militares e não teve nenhum envolvimento com as atividades de repressão ao terrorismo.
Mas agora a turma revanchista criou um PIC ligado à Polícia Especial de Brasília - antiga denominação da Polícia de Brasília nos tempos da construção e na década seguinte a inauguração e que não se envolveu com atos de repressão - a Policia Especial de Brasília, era a polícia do JK - mais conhecida como GEB - Guarda Especial de Brasília, e o seu maior envolvimento com ações de extermínio ocorreu quando conteve uma rebelião de candangos que trabalhavam na Pacheco Fernandes e se amotinaram por melhorias na alimentação.
Essa turma de revanchista está tentando envolver o JK com o Governo MIlitar - provavelmente não o perdoam por ele ter votado em Castelo Branco para presidente da República.]

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) pretende corrigir o esquecimento. Na quarta-feira, ele vai protocolar requerimento na Comissão de Direitos Humanos do Senado, pedindo a abertura de novas sindicâncias para a apuração de violações aos Direitos Humanos em cinco instalações ligadas ao Ministério da Defesa (Forte do Barbalho, 19º Batalhão de Caçadores de Salvador, Colégio Militar de Belo Horizonte, 6ª Companhia da Polícia do Exército, em Porto Alegre, e o PIC de Brasília).  Da mesma forma, propõe requerimento solicitando ao Ministério da Justiça para que apure denúncias de violação no Departamento de Polícia Federal (sede do Cais do Apolo) em Recife. [o senador Randolfe Rodrigues que em seus delírios tem pretensões de ser presidente da República, está enrolando o meio campo.  As sindicâncias que estão em curso foram solicitadas pela "Com Omissão de Verdade" e estão sendo realizadas por ser interesse das Forças Armadas mostrar aos revanchistas que os militares não cometeram os crimes dos quais são acusados.
Comissão de Direitos Humanos não tem competência para determinar nada as Forças Armadas.]

Tortura em delegacia de BH
Como a lista de unidades esquecidas é completada por unidades que pertenceram às polícias e outros órgãos estaduais, o senador acreano vai sugerir o encaminhamento da lista às comissões regionais da verdade, para que cobrem a abertura de sindicâncias aos governos locais. [outro vacilo do senador acreano: as tais 'comissões regionais da verdade', assim como as 'estaduais' e as que estão sendo constituídas em alguns 'condomínios residenciais' não possuem nenhum poder, nem mesmo amparo legal para existirem.
Considerando que o senador acreano é - salvo engano - procurador ou promotor certamente ele conhece muito bem a legislação e está fazendo essa confusão de forma proposital.
Seria bom ele investigar a contratação pelo PSOL do ex-terrorista italiano Achilles Lolo, que entre os delitos que cometeu na Itália está o de ter queimado vivo, com gasolina, um casal e duas crianças enquanto dormiam.]

O Presídio de Ilha das Pedras, em Porto Alegre, onde estiveram presos o ex-ministro Fernando Pimentel e o advogado Carlos Araújo, ex-marido da presidente Dilma Rousseff, é uma das unidades. A Delegacia de Roubos de Furtos de Belo Horizonte é outra unidade.
A iniciativa chega com atraso, mas é valorosa. Há décadas, cobramos esclarecimentos. Se é para investigar os centros de tortura, nenhum pode ficar de fora — afirma a ativista baiana Diva Santana, irmã da desaparecida na Guerrilha do Araguaia Dinaelza Santana.

Por enquanto, as sindicâncias determinadas pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, estão limitadas a sete centros de tortura e assassinato de opositores mantidos pelos militares durante a ditadura, sendo três do Destacamento de Operações de Informações do Exército (DOI) no Recife, em São Paulo e no Rio de Janeiro, além da 1ª Companhia do Exército na Vila Militar (RJ), o Depósito de Presos da Aeronáutica no Galeão (RJ), a Base Naval da Ilha das Flores (RJ) e o quartel do 12º Regimento de Infantaria do Exército em Belo Horizonte.
Até o momento, as três forças têm sido lacônicas sobre as sindicâncias. O Exército informou que abriu a sua investigação em 25 de março e que buscará as informações disponíveis sobre o tema nos “órgãos de direção setorial” e junto aos comandos militares de área. A Aeronáutica designou o major-brigadeiro do ar Raul Botelho, comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional, como encarregado da sua sindicância. A Marinha nada informou.

Malhães criou casa da morte
Outra ausência importante foi a dos centros de tortura clandestinos, entre os quais a Casa da Morte de Petrópolis. Em depoimento a duas comissões da verdade (nacional e estadual do Rio de Janeiro), o coronel da reserva Paulo Malhães confirmou o que dissera ao GLOBO, há dois anos, assumindo a responsabilidade pela implantação da casa, um aparelho paralelo mantido pelo Centro de Informações do Exército (CIE) provavelmente entre 1971 e 1978. A existência do local foi revelada no início dos anos 1970 pela única presa política que conseguiu sair de lá com vida, Inês Etienne Romeu.

Paulo Malhães também revelou, em depoimento à advogada Nadine Borges, da Comissão da Verdade do Estado do Rio, que o CIE manteve outro centro clandestino em Itaipava, distrito de Petrópolis, onde pelo menos um preso político teria sido assassinado, após fugir e ser recapturado. A única referência fornecida pelo militar, sobre essa casa, foi a lembrança de um poço no porão, usado na tortura de outro preso. Eduardo Collen Leite (Bacuri), um dos mais ativos guerrilheiros nas ações armadas urbanas do período, ao ser preso em 1970, teria seguido para outro desses aparelhos, desta vez operado pelo Centro de Informações da Marinha (Cenimar), provavelmente em São Conrado, na Zona Sul do Rio.[o 'bacuri' foi um dos piores e mais cruéis porcos terroristas e certamente toda a tortura que tenha sofrido e mesmo o fogo do inferno, onde arde, é pouco para puni-lo pelos seus crimes quando terrorista.]

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada