Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Carandiru: acusação pode pedir absolvição por metade das mortes - Jurados se reúnem para sentença de último júri do Carandiru



Após reunião, juiz dará veredito aos 15 policiais acusados por oito mortes no Pavilhão 9; os jurados terão de responder em torno de 600 perguntas
Seis homens e uma mulher estão reunidos nesta quarta-feira, 2, na sala secreta do Plenário 10 do Fórum Criminal da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, para dar o veredito dos 15 PMs acusados por 8 mortes no Pavilhão 9 do Carandiru, em outubro de 1992. Esse é o último dos quatro júris das 111 mortes na antiga casa de detenção. 

Os debates foram encerrados por volta das 15 horas.  Os jurados terão que responder várias séries de quesitos, que perguntam sobre se os réus contribuíram com sua ação para a morte de cada vítima. O juiz Rodrigo Tellini preferiu não questionar os jurados sobre cada tese de defesa que excluem a conduta criminosa dos réus, como legítima defesa e cumprimento do dever legal. A medida foi aceita pela defesa.

[ATUALIZAÇÃO: O julgamento foi encerrado com a condenação dos 15 policiais a pena de 48 anos de reclusão;
Todos tem direito a recurso e aguardarão o julgamento dos recursos em liberdade.
Considerando a não individualização dos delitos, das vitimas e dos crimes, há grandes chances de que o julgamento,  em todas as quatro etapas, seja anulado.]

Segundo Tellini, se os jurados responderem somente se absolvem ou não o réu, a defesa terá matematicamente mais chances de ganhar, pois pode haver divergência entre o júri por qual motivo eles entendem que os PMs não devem ser condenados. A expectativa é que eles respondam em torno de 600 perguntas, dependendo do resultado.
 
Tréplica. A defesa está usando seus momentos finais para tentar conseguir a absolvição. O advogado Celso Vendramini teve mais duas horas para convencer os sete jurados a não condenarem os 15 PMs do Comando de Operações Especiais (Coe). Vendramini voltou ao tom mais agressivo nesta quarta-feira, 2, e combateu uma suposta "ideologia socialista" e "revanchismo" contra o regime militar que estaria condenando os PMs agora. Além disso, entrou no campo religioso, entrando em uma pequena discussão com o promotor Eduardo Olavo Canto.

Vendramini afirmou que, antes do plenário, pediu que Deus o ajudasse a ser claro, porque queria ser compreendido pelos jurados, independentemente da sentença. "Deus, me ajude a ser claro. Coloque na minha boca as palavras certas para falar ao jurados", disse ele, de cabeça enrubescida, limpando os olhos com um lenço. Após o advogado dizer que "a Justiça divina é infalível", o promotor citou um dos mandamentos: "Não matarás". Vendramini rebateu: "O senhor já vai pagar no fogo do inferno".

Quatro das oito mortes pelas quais os PMs respondem foram causadas por armas brancas, não por disparos, o que pode retirá-las do processo
A acusação do último júri pelas mortes no Complexo do Carandiru em outubro de 1992 anunciará nos debates desta terça-feira, 1, se pedirá absolvição por metade das mortes pelas quais 15 PMs foram denunciados. 

Oito das quatro mortes atribuídas aos PMs do Comando de Operações Especiais (Coe) no júri do 3.º andar do Pavilhão 9 do Carandiru foram por armas brancas. Nos outros júris, o Ministério Público Estadual dispensou as mortes que não foram provocadas por disparos. A decisão, no entanto, cabe aos sete jurados no final do julgamento. 

Se eles forem condenados, poderão pegar uma pena de 96 anos para todas as mortes ou de metade, 48 anos, para as vítimas de tiros. O grupo também é acusado por duas tentativas de homicídio. No júri anterior, os jurados absolveram os réus por esses crimes - a Promotoria justificou a pequena derrota pelo fato de as vítimas não terem aparecido.

Debates. O júri entrou às 13h30 desta terça na fase de debates. A promotoria iniciou a apresentação com vídeos sobre o Carandiru e a violência policial. Primeiro, será a vez dos promotores Márcio Friggi e Eduardo Olavo Canto. Eles terão duas horas e meia de argumentação. Em seguida, o defensor Celso Vendramini poderá falar por até mais duas horas e meia. A réplica, da acusação, e a tréplica, da defesa, poderão ter até duas horas cada, mas os dois lados podem dispensar essa etapa. 

A expectativa do juiz Rodrigo Tellini é de ter um dia de audiência mais curta do que na segunda, quando a sessão começou por volta das 13 horas e foi até a meia-noite. Nesse período, foram ouvidas quatro testemunhas e interrogados todos os réus. Os debates poderão ser divididos em dois dias e, assim, é provável que o júri termine somente na quarta-feira, 4.

Fonte: O Estado de São Paulo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada