Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Esse vereador de São Paulo em vez de falar bobagens, deveria deixar de ser cara de pau e explicar porque tentou transformar a morte de JK em crime político e foi desmascarado pela 'CNV'

Morte de Malhães pode inibir pessoas a prestarem depoimento, diz presidente de comissão em SP

Segundo Adriano Diogo (PT), assassinato pode funcionar como um “cala-boca”

[quanto a calar a boca das pessoas que incomodam a petralhada tem conhecimento de causa, o caso Celso Daniel e o do Toninho do PT são excelentes exemplos.
DETALHE: nada impede que o coronel Malhães tenha sido assassinado por algum REVANCHISTA, já que sua conduta de fornecer determinada informação e logo depois mudar tudo não era das mais convenientes aos revanchistas.]

w.d. de Comissão da Verdade do RJ, fala em “queima de arquivo”
A morte do coronel Paulo Malhães pode inibir outras pessoas a contarem o que sabem nas investigações sobre crimes cometidos durante a ditadura militar, opina o deputado Adriano Diogo (PT), presidente da Comissão Estadual da Verdade de São Paulo. Mesmo antes da morte de Malhães, que assumiu ter participado de assassinatos, tortura e desaparecimento de presos políticos, testemunhas chamadas a dar esclarecimentos na comissão municipal haviam relatado sofrer ameaças, de acordo o vereador Gilberto Natalini (PV), presidente do grupo. Para nós, que fazemos as comissões da verdade, a morte do Malhães é uma péssima notícia. Muitos vão dizer que parece ser queima de arquivo. Para mim é um cala-boca, o que é mais grave. As pessoas que forem chamadas a depor a partir de agora podem pensar: “se eu abrir o bico, alguém vai calar minha boca” — disse o deputado Diogo.Segundo ele, o assassinato de Malhães mostra que uma página da história do Brasil ainda “não foi completamente virada”:

Ainda não sabemos o que aconteceu direito. Mas o Malhães era um cara importante dentro da estrutura da ditadura. E ele fez revelações importantes sobre como a repressão funcionava. Deve ter desagradado muitos colegas de farda. A impressão que dá é que a ditadura não acabou. Essa página da história do Brasil ainda não foi completamente virada. Dá a impressão de que a morte dele foi algo pensado.

O vereador Natalini acredita que existam, no Brasil, forças interessadas em evitar que alguns fatos sobre o regime militar não sejam revelados. Ele lembra o caso do coronel Júlio Miguel Molina, que foi chefe do Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI), em 1981. Molina, que era colecionador de armas, assim como Malhães, foi morto em 4 de novembro, numa tentativa de assalto em Porto Alegre. Na casa dele, foram encontrados documentos sobre o ex-deputado Rubens Paiva. — Esses dois casos têm que ser profundamente investigados porque aí tem dente de coelho. — afirmou Natalini. — Temos um caso, aqui em São Paulo, de um brigadeiro que entrou em contato com nossa comissão dizendo que queria dar depoimento. Depois, acabou desistindo. O próprio Cláudio Guerra (ex-delegado do DOPS) nos disse em depoimento que estava sofrendo ameaças e teve que viajar a São Paulo escondido para nos ajudar com algumas informações recentemente.

‘Foi queima de arquivo’, diz representantes de vítimas da ditadura
O presidente da Comissão de Mortos e Desaparecidos do governo, Marco Antônio Barbosa, afirmou que, aparentemente, a morte de Malhães foi uma queima de arquivo. — Aparentemente, pelo noticiário, foi uma queima de arquivo. Diversas violências foram praticadas nesse crime e que, com certeza, tem envolvimento de outras pessoas. É a hipótese que levanto. E acho que, como forma de restauração do direito à verdade, que é o que se discute nesse momento, é fundamental que esse crime seja apurado com a rapidez necessária — disse Barbosa, que defende a presença da Polícia Federal na investigação. 
— O que posso dizer é que, no período que a Polícia Federal interveio nos assuntos no Araguaia (nas apurações do que ocorreu na guerrilha), a colaboração foi permanente nas descobertas daqueles episódios. Teve um comportamento exemplar. 

O presidente da Comissão Estadual da Verdade do Rio, w.d. por sua vez, acredita que a morte do coronel reformado Paulo Malhães tenha sido queima de arquivo. — Na minha opinião, é possível que o assassinato do coronel Paulo Malhães tenha sido queima de arquivo. Ele foi um agente importante da repressão política na época da ditadura e era detentor de muitas informações sobre fatos que ocorreram nos bastidores naquela época.
O coronel é ex-agente do Centro de Informações do Exército (CIE) e, em depoimento na Comissão da Verdade, assumiu o envolvimento em torturas, mortes e ocultação de corpos de vítimas da repressão. Foi a primeira vez que se confirmou as práticas de tortura na chamada Casa da Morte, em Petrópolis.

A notícia da morte de Malhães chocou a jornalista Rose Nogueira, que foi presa política em 1969, quando foi separada do filho que tinha cerca de um mês de vida, e dividiu cela com a presidenta Dilma Rousseff em São Paulo: — Essa notícia é um horror. Sou uma defensora dos direitos humanos e nunca vou achar um assassinato legal. Me choquei profundamente com o que ele falou aos jornais. Veio logo a lembrança da banalidade do mal. Ele era um assassinato confesso que estava em liberdade. Mas nada justifica isso. Justiça não é isso.

Em nota, a Comissão da Verdade de São Paulo “Rubens Paiva” manifestou “surpresa e preocupação” com o assassinato do ex-coronel do Exército Paulo Malhães. De acordo com a nota, “as circunstâncias em que ocorreu o assassinato de Paulo Malhães, no interior de sua própria residência, sem que nada tenha sido subtraído e na presença de seus familiares, indicam a necessidade de uma apuração rigorosa e célere dos fatos para que se desvende, o mais rápido possível, a motivação desse crime”.

Procurado pelo GLOBO, o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, filho do ex-deputado Rubens Paiva — [supostamente] morto, sob tortura, nas dependências do Doi-Codi do Rio —, afirmou que não tem nada a falar sobre o assassinato do coronel.

[encerrando com uma pergunta feita em POST anterior: quem é estúpido o bastante, aloprado o suficiente, para cometer um crime de homicídio,  nos dias atuais, para esconder supostos delitos do passado que, caso tenham ocorrido, estão devidamente anistiados?]

Fonte: O Globo


Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada