Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 22 de abril de 2014

INsegurança Pública - é preciso acabar com essa 'doença' de qualquer protesto virar depredação. Em Brasília, PM se omite e deixa manifestantes fazerem a festa, prejudicando a população. Virou rotina autoridades serem coniventes com baderneiros

Contra interdição da Agefis, funcionários do Tatico fecham Hélio Prates 
Segundo a Agefis, o supermercado ocupa, irregularmente, 3.316 metros de área pública e as multas chegam a R$ 100 mil
A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) interditou mais uma vez o supermercado Tatico, em Ceilândia Centro, na manhã desta terça-feira (22/4). Segundo a agência, o estabelecimento ocupa, irregularmente, 3.316 metros de área pública e as multas chegam a R$ 100 mil. Em protesto contra ação de interdição, os cerca de 800 funcionários do estabelecimento fazem uma fogueira em cada lado da Avenida Hélio Prates, bloqueando a via.
[as autoridades da área de segurança no Brasil precisam se conscientizar de algo que é tão óbvio, que chega a ser ridículo ser dito, ou seja: as leis existem para ser cumpridas e as ligadas à SEGURANÇA, à  ORDEM PÚBLICA, ao CUMPRIMENTO DE DECISÕES JUDICIAIS, cabe àquelas autoridade zelar pelo sua fiel aplicação.
Uma constatação: virou rotina no Brasil qualquer fato que contrarie um grupo de baderneiros ser objeto de uma manifestação e durante a mesma efetuar a queima bens públicos e/ou particulares.
Exemplos recentes:
- ontem foi assassinado em São Paulo, com 24 tiros,  um traficante de drogas  (pelo número de projéteis se conclui que devia ser ótima pessoa). RESULTADO: o irmão gêmeo do assassinado entendeu que devia vingar o 'mano' e efetuou sua vingança queimando dezenas de ônibus - além da falta que mais de 30 ônibus incendiados fará à população, existe o prejuízo financeiro para a Empresa;

- esta madrugada encontraram o corpo de um travesti - não sabem sequer se foi assassinado, já que a um exame superficial não foi encontrado vestígio de ação violenta contra o morto.
Que fazem os moradores da favela? resolvem interditar ruas de Copacabana e atear fogo em carros.

- no Distrito Federal, tem um supermercado que funciona invadindo área pública a mais de 20 anos e agora as autoridades decidiram regularizar a situação.
No inicio do mês a fiscalização compareceu ao supermercado e mandou fechar - algo simples e que deveria ter sido feito há mais de 20 anos.
Os empregados do estabelecimento comercial receosos de perder o emprego resolveram interditar uma das principais vias da Ceilândia.
A Polícia Militar compareceu mas nada fez. Após várias horas de negociação, baderna total nas ruas, os 'manisfetantes' generosamente concordaram em atender às suplicas da polícia e liberaram as vias.
O supermercado foi lacrado mas diante de tante generosidade das autoridades, o dono decidiu romper os lacres - o que é crime - e voltou a funcionar como se nada tivesse acontecido.
Hoje a AGEFIS - órgão do governo encarregado da fiscalização - voltou ao local para proceder a derrubada da parte do prédio construída em área pública.
Apreenderam alugumas máquinas registradoras e pretendiam começar a derrubada, quando os funcionários novamente interdiram a avenida e iniciaram a queima de veículos.
A polícia veio e ficou assistindo a baderna, sendo olimpicamente ignorada pelos baderneiros. Após várias horas de trânsito interditado, várias lojas comerciais fechadas, polícia desmoralizada, é que resolveram convencer com alguma energia os baderneiros a liberarm a via.

VERGONHA! VERGONHA! VERGONHA!

Desmoralização das autoridades, da instituição policial e a implantação da "desobediência civil". Bastaria para resolver o assunto duas providênias simples:
- romper lacre aposto por autoridade competente,  com o objetivo de ingressar em área legalmente interditada é crime - assim, o mais simples seria prender em flagrante, por crime de desobediência, quem autorizou o rompimento dos lacres que impediam a abertura do supermercado;
- deslocar força policial em número suficiente para garantir a derrubada das construções do supermercado que ocupam ilegalmente área pública.
Algo a ser resolvido em alguma horas - de forma definitiva e exemplar.]
 
Eles também queimaram uma Kombi do supermercado. O Corpo de Bombeiros chegou ao local e tenta conter as chamas. Segundo o líder dos manifestantes e supervisor do supermercado, José Cavalcante, 56 anos, os funcionários decidiram protestar porque a Agefis havia feito um acordo com o supermercado, no qual a empresa teria 130 dias para resolver a situação. Contudo, hoje os fiscais fecharam o estabelecimento e apreenderam as caixas registradoras.
Por volta de 13h15, um grupo de manifestantes tentou entrar no supermercado pelos fundos do estabelecimento, mas a polícia coibiu a entrada com o uso de sprays de pimenta. Um outro grupo, que não estava identificado com uniformes do supermercado, atirou pedras contra os policiais. Um dos fotógrafos do Correio, que registrava o momento, acabou atingido por uma pedra na testa, mas não se feriu.

Funcionários da Agefis saíram do supermercado escoltados pela Polícia Militar após pedido de dos líderes da manifestação. Segundo ele, o grupo só desocuparia a Hélio Prates, caso a ação dos fiscalizadores fosse contida. Mesmo após a retirada dos fiscais, a via continua fechada por manifestantes.
Os funcionários temem ficar sem emprego, por isso cobram uma posição do Governo do Distito Federal em relação a situação. Após ameaçarem marcharem até o Plano Piloto se não tivessem uma reposta do GDF, os manifestantes receberam uma ligação do governo marcando uma reunião com eles na tarde de hoje. O grupo informou que só acabará com o protesto depois que a Agefis abandonar o local. 

Além da manifestação, alguns caminhões da empresa foram colocados em frente ao mercado para dificultar a interdição. A Agefis pretende derrubar derrubar ainda hoje os mais de mil metros quadrados de "puxadinhos", construídos pela empresa. A Polícia Militar prendeu um homem e apreendeu dois adolescentes durante o protesto contra a interdição do supermercado Tatico, em Ceilândia Centro, na tarde desta terça-feira (22/4). O homem tentava arremessar objetos nos policiais, enquanto os dois detidos, menores de idade, tentavam fechar novamente a Avenida Hélio Prates no sentido Brasília, que já havia sido liberada.

Por volta de 16h30, após seis horas de protesto, as duas vias da região foram definitivamente liberadas. Os manifestantes se concentram no estacionamento em frente ao supermercado. O Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) foi acionado e chegou ao local por volta das 15h20. A Polícia utilizou spray de pimenta para conter os manifestantes que tentavam fechar a via no sentido Brasília. Durante a operação, uma mulher passou mal e teve que ser levada ao Hospital Regional Ceilândia.

Nesta manhã, A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) interditou o supermercado Tatico. Segundo a agência, o estabelecimento ocupa, irregularmente, 3.316 metros de área pública e as multas chegam a R$ 100 mil. Em protesto contra ação de interdição, os cerca de 800 funcionários do estabelecimento fizeram uma fogueira em cada lado da Avenida Hélio Prates, bloqueando a via.

Por volta de 13h15, um grupo de manifestantes tentou entrar no supermercado pelos fundos do estabelecimento, mas a polícia impediu a entrada com o uso de spray de pimenta. Um outro grupo, que não estava identificado com uniformes do supermercado, atirou pedras contra os policiais.

Mesmo lacrado pela Agefis, supermercado de Tatico funciona em Ceilândia  
Segundo o órgão do GDF, o estabelecimento abriu as portas à revelia de uma ordem judicial

Lacrado pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) na segunda-feira (14/4), o Supermercado Tatico, em Ceilândia Centro, voltou a funcionar normalmente ontem. Segundo o órgão do GDF, o estabelecimento abriu as portas à revelia de uma ordem judicial, o que configura crime de desobediência. A empresa ocupa, irregularmente, 3.316 metros de área pública na CNN 1, deve para o GDF R$ 26.607,36 em multas, já recebeu sete autos de infração, interdição e intimação demolitória e não tem alvará para funcionar desde 12 de setembro de 2013.

A reportagem procurou a empresa, e um funcionário ligado à gerência disse que o Tatico reabriu as portas após uma reunião com o administrador de Ceilândia, Ari de Almeida. Eles teriam conseguido uma autorização. O documento estaria com o setor jurídico da empresa, que só estará na unidade de Ceilândia na próxima semana, segundo informações de funcionários.

O chefe de gabinete da Administração Regional de Ceilândia, Natanael Ribeiro, desmentiu o estabelecimento. “Nós não emitimos nenhuma licença, e também não houve reunião na administração”, explicou. Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Agefis informou que “cumprirá o cronograma de ações planejadas para o estabelecimento nos próximos dias”. A Agência também afirmou que acionará a Polícia Civil após constatar oficialmente a abertura à revelia.

 Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada