Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sexta-feira, 16 de maio de 2014

A COPA DO FRACASSO ou a COPA mãe de todos os fracassos e vexames



Protestos contra a Copa no Brasil ganham repercussão em jornais e revistas no exterior
Revista alemã “Der Spiegel” faz previsão sombria sobre jogos, mostra atraso em obras e insatisfação dos brasileiros com custos do evento
Os protestos contra a realização da Copa do Mundo no Brasil ganharam repercussão internacional. A um mês dos jogos, a revista “Der Spiegel”, a mais importante da Alemanha e os sites do jornal “El País”, da Espanha, e da inglesa “The Economist”, trazem reportagens sobre a insatisfação dos brasileiros com a realização dos jogos. A mais contundente é a reportagem da “Der Spiegel”, que traz em sua capa uma imagem da bola oficial do torneio caindo em chamas sobre o Rio de Janeiro. Em três reportagens, que somam dez páginas, o semanário apresenta um retrato dos atrasos em obras, da insatisfação dos brasileiros com os altos custos do evento e dos prováveis embates nas ruas das cidades-sede. Segundo o texto, assinado pelo jornalista alemão Jens Glüsing, justamente no país do futebol, a Copa do Mundo pode virar um fiasco por conta de “protestos, greves e tiroteios em vez de festa".



O jornalista faz um retrato sombrio da situação do Brasil às vésperas da Copa. E diz que, enquanto os alemães estão comprando camisas da sua seleção, “nas favelas do Rio, policiais e traficantes se enfrentam de maneira sangrenta. Em São Paulo, gangues queimam ônibus quase todas as noites”, afirma. A “Der Spiegel” indaga ainda se o país viverá uma onda de violência caso a seleção brasileira não ganhe: "Os jogos vão terminar em pancadaria nas ruas? Políticos e funcionários da Fifa serão perseguidos por uma multidão enfurecida?"

A revista ressalta os valores gastos com a construção de novos estádios, "cerca de 2,7 bilhões de euros (...), talvez até mais, ninguém sabe ao certo", e não poupa sequer o Maracanã. Apontado como um símbolo contra o racismo e a ditadura, o estádio é descrito agora como um shopping center com grama no meio. “Os franceses tinham a Torre Eiffel. Os americanos, a Estátua da Liberdade. Os brasileiros, o Maracanã." 

“The Economist” diz que Brasil é país do improviso
O site da “The Economist” diz que a Copa mostra que o improviso ainda é uma marca do Brasil e que, a menos de um mês dos jogos, os organizadores ainda lutam para ter tudo pronto a tempo. Ele cita que, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, por exemplo, um novo terminal foi aberto, mas somente oito companhias aéreas vão utilizá-lo, e não as 25 previstas. O site também diz que o secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, descreveu que lidar com autoridades brasileiras é infernal.

O espanhol “El País” também publica no seu site uma reportagem sobre a insatisfação dos brasileiros com a Copa. Sem falar das manifestações que acontecem hoje no país, o jornal cita uma pesquisa, publicada na semana passada pela Unicarioca, que mostra que somente 55% da população do Rio de Janeiro apoiará a seleção brasileira durante os jogos. O texto lembra que na última Copa, realizada na África do Sul, as ruas do Rio estavam enfeitadas com bandeiras e cartazes de apoio à seleção brasileira, fenômeno que não se repete agora. No entorno do Maracanã, diz a publicação, há poucos postes pintados de verde e amarelo. Em Copacabana e Ipanema, não se nota nenhuma decoração especial. — Há quatro anos havia mais ambiente, disse ao jornal espanhol Pedro Trengrouse, professor da Fundação Getulio Vargas. — O governo não se preocupou com a inclusão do povo na Copa. Primeiro, vendeu como obras do Mundial infraestruturas de transporte que nada têm a ver com a Copa, gerando muitas expectativas. Em segundo lugar, muito poucos têm entradas para as partidas, não participam da festa. O governo prometeu demais e entregou de menos. A consequência é um clima de desânimo e frustração.

Os protestos contra a realização da Copa do Mundo, que acontecem desde a manhã desta quinta-feira em cidades-sede dos jogos no país, também ganharam destaque. O site do jornal “The New York Times” publicou uma reportagem, com o título “Onda de protestos contra o governo começa no Brasil”, dizendo que pneus foram furados e avenidas bloqueadas em manifestações que tentam chamar a atenção para os problemas de habitação e educação, às vésperas da competição. O jornal americano afirma que centenas de pessoas, incomodadas com os bilhões de reais gastos para sediar a competição, protestaram em São Paulo, perto do Itaquerão, um dos estádios construídos para o Mundial. Um dos entrevistados diz que vários moradores foram forçados a sair de suas casas por conta do aumento do valor dos aluguéis na vizinhança do Itaquerão.

Segundo a reportagem, as manifestações são um teste para o governo brasileiro, que tem que mostrar sua habilidade em garantir a segurança durante a Copa do Mundo. O jornal também afirma que os líderes brasileiros esperavam que sediar a Copa e, depois as Olimpíadas, em 2016, seria uma forma de chamar atenção positiva ao Brasil e mostrar avanços em relação à década passada, com a melhoria da economia.

O jornal argentino “El Clarín” também destacou as manifestações em seis cidades brasileiras durante a manhã. Segundo a reportagem, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza tiveram ruas bloqueadas por ativistas que reivindicavam “Um dia de luta contra a Copa”. O site do jornal destaca que os manifestantes têm demandas diversas, mas que todos são contrários aos gastos públicos com o Mundial. De acordo com o jornal, a Copa era vista pelo governo Dilma Rousseff como uma forma de desenvolver e ampliar uma infraestrutura urbana que requeria intervenções urgentes. Até agora, porém, ela não teria trazido os benefícios econômicos esperados.

A Copa do vexame
Da presidente Dilma Rousseff, hoje: - Tenho certeza também que nós podemos dizer que o legado da Copa é nosso. Ninguém que vem aqui leva consigo na sua mala aeroporto, porto, obras de mobilidade urbana e estádios. Eles podem levar na mala a garantia de que esse é um povo alegre e hospitaleiro. É isso que é a questão central dessa Copa. [não esqueça presidente: e violento, já que ocupamos o 11º lugar em violência entre cem países, com pouco mais de 50.000 assassinatos/ano.]

Discordo. A questão central é outra: o país não estava preparado para sediar uma Copa do Mundo. Passaria muito bem sem ela, tais ainda são as carências que enfrentamos.
  Tatu-bola, o mascote da Copa das Copas ou dos fracassos dos fracassos

A “Copa das Copas” começará com estádios inacabados, com aeroportos inacabados, e com as obras que beneficiariam as cidades-sedes dos jogos inacabadas ou ainda no papel.

O Brasil corre o risco de protagonizar um vexame planetário. Tomara que não.

Fonte: Blog do Ricardo Noblat


Um comentário:

Anônimo disse...

PARA COMENTAR UMA COISA TÃO ABSURDA, PORQUE TEM QUE TER "MODERAÇÃO"? ALÉM DE TUDO QUE NOS ROUBAM AINDA NÃO VÃO NOS DEIXAR RECLAMAR?????

BRASIL É O PAIS DA IMPROVISAÇÃO, IMPASSE E EMPURRA-EMPURRA.

Pesquisa personalizada