Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Crianças queimadas - crime carrega peso da perversidade

O horror, o horror
A morte das duas crianças em Ceilândia, carbonizadas por R$ 140 ou por R$ 500, segundo as versões de um dos irmãos da vítima e do criminoso, quebrou a vidraça da minha fingida indiferença. Pudesse, juntaria os meus mais queridos e iríamos todos para o lugar mais isolado da Terra, onde quer que fosse possível fugir da insanidade humana, do surto de loucura que está acometendo os brasileiros.

O acidente que matou Alessandra e sua filhinha, Júlia, a dor do marido, Gabriel, e de toda família, parte o coração de cada um de nós, os que ainda mantemos certa dose de humanidade. A vida pregressa do motorista causador da tragédia, Rafael Yanovich Sadite, deixa um soco do ar.   O assassinato das duas crianças, porém, carrega o peso da perversidade no mais terrível grau de requinte que se pode imaginar — ou não se consegue imaginar.

Não quero invocar os detalhes hediondos do duplo homicídio. Nem me afeta o clichê da polícia e da imprensa: o espanto com a frieza do criminoso na confissão do horror praticado. Somente quem tem gelo no lugar da alma, ácido no lugar do sangue, seria capaz de cometer tão repulsiva atrocidade. Se ele fosse capaz de chorar pelo crime praticado, não o teria feito.

Não quero pedir Justiça, nem quero chafurdar na decepção e no medo. Não quero e não posso. Não podemos.
Seria apostar na derrota, ceder à barbárie ou, na tentativa de combatê-la, ser bárbaro pelo avesso. Me recuso.   Pego na mão da mãe e do pai dessas crianças. Ponho seus irmãos no colo. Se rezasse, rezaria por eles. Ofereço-lhes minha compaixão, é tão pouco, mas é o que mais me aproxima de uma dor cuja dimensão não consigo me aproximar.

Tenho lido, angustiada, alguns artigos já publicados pela imprensa de pensadores que tentam entender o que está acontecendo com o Brasil e os brasileiros. Cadê o país decantado com tanta paixão por Darcy Ribeiro? Cadê o país de Juscelino, aquele que afirmou, como nunca dantes nem depois, a auto-estima dos brasileiros? Cadê o Brasil cordial, hospitaleiro, afetuoso, carnavalesco, malemolente? Cadê todos eles? O que foi feito de nós?

Colo meus ombros nos humanos que me são próximos.
Imperfeitos, contraditórios, mas dotados dos princípios elementares da civilização. Se chegamos até aqui, depois de 100 mil anos de brava luta pela vida, é porque ainda conseguimos nos identificar uns nos outros. Com profundo pesar, tento colher flores nas pedras. É o que nos resta fazer, nós os que ainda cremos minimamente num projeto viável de humanidade. 


Fonte: Blog da Conceição 
 

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada