Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Greve dos policiais inicia fraca, mas pode se expandir

Polícia Civil cruza os braços por 24 horas em, pelo menos, sete estados

[existe o que não chega a ser um impedimento e sim uma 'dificuldade legal' de policiais fazerem greve - mesmo entre os civis, que pertencem a uma categoria não sujeita à disciplina militar (paralisação da policia civil não caracteriza motim), o que torna mais fácil a adesão à greves, o fato de participarem das atividades paredistas armados, já é um ponto que lhes desfavorece.

Afinal, além de serem pagos com o dinheiro público é o Estado que os arma e não tem sentido que pessoas armadas, usem as armas contra os que arcam com as despesas de armamento.

Já no tocante aos policiais militares a situação é bem mais complexa. Primeiro, participar de greve é vedado aos militares - o que inclui as forças auxiliares: bombeiros e policiais militares; qualquer paralisação pode ser declarada motim, o que enseja punição bem mais séria, inclusive na área penal.

Mas, da forma que está é impossível continuar - apesar dos pilares 'disciplina e hierarquia', representarem obstáculos sérios a qualquer movimento por melhores salários e condições de trabalho.

Mas, o certo é que os policiais em todas as esferas - o que inclui  os federais, rodoviários federais, militares, bombeiros, civis, ferroviários - precisam ser valorizados.

Valorização essa que inicia por melhores salários, melhores condições de trabalho, serem respeitados - acabar com essa mania das autoridades que deveriam valorizar os categorias, agirem contra os policiais quando um bandido ou amigo de bandido morre em tiroteio com a polícia, imediatamente, os policiais são declarados culpados e punidos, tudo em nome do maldito 'politicamente correto'.

Paralisação deve ocorrer no Rio, em Minas e na Bahia. No Pará e no Piauí, os policiais militares vão parar
Sete sindicatos e associações de policiais civis confirmaram ontem que farão paralisações de seus serviços nesta quarta-feira. O movimento, que tem por objetivo reivindicar melhores salários, condições de segurança e infraestrutura, promete afetar os estados de Rio de Janeiro, Minas, Bahia, Rondônia, Santa Catarina, Pará e Piauí, e também no Distrito Federal. [vale destacar que em Brasília os policiais militares são os mais bem remunerados do Brasil e os policiais civis disputam, com vantagem, a posição de estar entre as policiais civis estaduais mais bem remuneradas.] O número pode crescer ao longo do dia. Segundo o G1, aderiram à greve Alagoas, Paraíba e Sergipe. A adesão da Polícia Militar ao movimento não foi tão ampla. Estão previstas paralisações apenas nos estados do Piauí e do Pará.

No Rio de Janeiro, representantes de classe da Polícia Civil afirmaram que vão aderir à paralisação de 24 horas prevista para hoje. As associações ligadas à Polícia Militar informaram, por sua vez, que não haverá greve da categoria. Em São Paulo, até às 20h de ontem, não havia indicativo de paralisação em nenhuma das forças de segurança.


Em Minas Gerais, a Polícia Civil só atenderá a casos prioritários. Segundo Roberto Coelho, gerente de informação do Sindpol, ocorrências de assalto e furto de veículos não serão feitas. Viaturas descaracterizadas, usadas em investigações, vão ficar nos pátios. Coelho ainda não arrisca o nível de adesão, mas acredita que o ato vai impactar nas 853 cidades do estado. O sindicato divulgou uma cartilha para orientar os policiais sobre os serviços essenciais.

Na Bahia, os representes da categoria informaram que haverá um efetivo mínimo de 30% de policiais no atendimento a prisão em flagrante, levantamento cadavérico, crimes contra a criança e contra a vida. No Espírito Santo, só os delegados vão trabalhar. Em Santa Catarina, apenas serviços de emergência e urgência deverão ser mantidos. No Rio Grande do Sul, o cenário é bem diferente. O sindicato dos policiais civis optou por não aderir ao movimento nacional por já ter suas reivindicações atendidas pelo governo. Apesar disso, com cerca de 5 mil agentes, a categoria ainda reclama do baixo número de servidores e da demora na nomeação dos concursados. Mesmo sem greve, a categoria disse estar solidária ao movimento nacional por melhores salários.

No sábado, a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) divulgou um panfleto intitulado “A segurança pública pede socorro”. Nele, destacava os altos índices de violência do país, como a taxa de 27,4 mortes para cada 100 mil pessoas e criticava o baixo efetivo policial. No Pará e no Piauí, os policiais militares vão parar. O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM do Piauí, cabo Agnaldo Oliveira, informou ontem que todo o efetivo, de 5.400 homens, vai aderir à paralisação nacional da categoria. — Os soldados só vivem doentes porque com o dinheiro do auxílio-refeição só podem comer espetinhos de gato nas ruas, e a gente sabe que comida de rua não tem procedência, e muitos adoecem. Uma refeição não custa menos de que R$ 12 ou R$ 14 — disse ele.

PF faz assembleias
Na Polícia Federal também há uma pequena agenda de paralisações. Elas estão previstas para ocorrer hoje no Acre e no Pará. No Piauí, ela está agendada para amanhã. Em São Paulo, um protesto deve ocorrer no sábado, e no Rio Grande do Norte, os agentes podem cruzar os braços no dia 26. Há ainda assembleias de categoria marcada para ocorrer em diversos pontos do Brasil nos próximos dias. No Rio Grande do Sul, por exemplo, ela ocorre hoje às 11h.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada