Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Revanchismo! ponto a ser considerado pela corja que defende a revanche: O juiz Caio Taranto é mais um magistrado a exercer o direito de decidir de forma equivocada



Rubens Paiva: chance de aprofundar valores humanos
A decisão do juiz federal Caio Taranto de acatar a denúncia do Ministério Público contra os cinco militares do Exército pela tortura e assassinato, em 71, do ex-deputado Rubens Paiva tem significados que vão além da eventual condenação dos réus. [condenação que NÃO OCORRERÁ; qualquer decisão condenando os acusados significa desrespeitar o principio da prescrição e a Lei da Anistia e será de imediato reformada por instância superior.]

Ao confirmar agora a tese de outra recente decisão anterior, de processar cinco militares e um civil pelo atentado ao Riocentro em 81, o magistrado avança na consolidação de uma base legal que ajuda a aprofundar valores sociais de rejeição à tortura e ao assassinato. [o aqui chamado avanço na consolidação de uma base legal é de FATO e de DIREITO o avanço da ilegalidade, pois o juiz Caio Taranto com sua decisão, conseguiu:
- afrontar a Lei da Anistia;
- violar disposições do Código Penal sobre a prescrição de crimes;
- contrariar decisões do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal Militar que consideraram em inúmeros julgados, prescritos e anistiados, crimes assemelhado.] 

E estimula policiais violentos, justiceiros de ocasião e linchadores covardes, no presente, a pensar duas vezes antes de liberarem de dentro de si a besta fera que os faz acorrentarem seres humanos a postes. [os delitos hipoteticamente praticados nos dias atuais e enumerados pelo autor da matéria não estão contemplados pela Lei da Anistia nem tão pouco pela prescrição.
Já considerar liberação da besta fera acorrentar marginais a postes é exagero do articulista, haja vista que os autores de tal ato apenas deram vazão ao sentimento de impotência contra o crime que a leniência da Justiça produz – destacando-se que se o marginal acorrentado ao poste deveria ter sido retirado do poste e encarcerado – as leis determinam que criminosos sejam presos – ele não teria cometido novos crimes que finalmente, para alegria e tranquilidade da Sociedade, levaram o marginal a ser preso novamente – esperamos que ainda não tenha sido libertado.]

Foi para isso que chamou a atenção a filha do ex-parlamentar em entrevista a O Dia, mostrando que tais decisões reforçam um ambiente social que repele casos como os de Amarildo e Claudia. [a filha do ex-deputado, a menção deve tratar de alguma filha do Rubens Paiva, cita dois exemplos de injustiça flagrante contra as autoridades:
- o Amarildo, até o presente momento, não está morto – se morreu ainda não foi comprovado e o tempo do seu desaparecimento é muito simples para presunção de morte:
- a Cláudia foi vítima de uma bala perdida, fruto de um tiroteio entre policiais e traficantes, e não existe o menor motivo para ter tratamento diferenciado do aplicado a centenas de  brasileiros que são assassinados diariamente no Brasil.]

A decisão também é importante por que recusa a tese de que crimes cometidos contra os opositores da ditadura estariam cobertos pela Lei da Anistia e toma os delitos como o que são de fato: crimes contra a
humanidade, "dentro de um padrão amplo e repetitivo de perseguição a determinado grupo (ou grupos) da sociedade civil, por razão política", como argumentou Taranto.
[clique aqui e comprove que a tese absurda de considerar o suposto assassinato de um político crime contra a humanidade é totalmente contrária ao bom senso e ao bom direito.]

Mais: tanto o processo do Riocentro quanto o de Paiva receberam impulso decisivo após o resgate dos arquivos dos coronéis Molina e Malhães. O primeiro foi assassinado em Porto Alegre há dois anos por dois PMs que lhes deram 15 tiros de três calibres. Malhães faleceu em morte suspeitíssima há um mês, em Nova Iguaçú, após nove horas nas mãos de ladrões que estariam atrás somente de armas enferrujadas, como nos quer fazer acreditar a Polícia Civil do Rio.
[insistir em considerar suspeitíssima a morte do Malhães, quando levado a sério, vai implicar em convocar para depoimentos,  vários dos ex-criminosos (terroristas e guerrilheiros) que hoje servem ao governo Dilma e quando foram presos pelo Malhães se tornaram INFILTRADOS = terroristas e guerrilheiros que foram cooptados pelo coronel Malhães a permanecer na guerrilha mas sendo informantes da repressão.
Se Malhães foi assassinado os autores da sua morte foram os únicos que poderiam ser apontados com INFILTRADOS por Malhães e que se denunciados seriam expulsos do governo Dilma e provavelmente justiçados.]

Estes e outros casos mostram inequivocadamente que, ao contrário do que dizem Aeronáutica, Exército e Marinha, os arquivos da repressão não foram destruídos. Escondem-se em gavetas de militares da reserva e, enquanto não se provar diferentemente, nas instalações das três forças (afinal, instituições conservadoras... conservam!). Precisam, portanto, vir à tona.

No processo de Paiva, há, ainda, situação delicadíssima. Um dos réus é o general aposentado José Belham, de Brasília. Ele é pai do diretor-adjunto da Abin, Ronaldo Martins Belham, que pela natureza do cargo tem informações de cocheira sobre a ditadura. Assim, se, por um lado, não se pode condenar o filho pelos crimes do pai, é fato que Ronaldo ocupa um lugar estratégico. E que ele, ao usar desta ou aquela maneira os arquivos a que tem acesso privilegiado, pode ajudar a reescrever a história, ou mantê-la distorcida como está hoje.


Clique aqui e conheça argumentos jurídicos que recomendam até mesmo a decretação da inconstitucionalidade de qualquer decisão judicial que aceite as absurdas denúncias

Fonte: Blog do Noblat - Carlos Tautz, jornalista e coordenador do Instituto Mais Democracia - Transparência e controle cidadão de governos e empresas.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada