Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 10 de junho de 2014

Após um ano dos protestos, nada do que Dilma prometeu foi cumprido

Um ano após pactos dos protestos, plebiscito e incentivos não decolaram

Medidas foram executadas parcialmente, deixando vários pontos ainda estagnados

A resposta do governo federal para conter a onda de manifestações populares foi anunciada no dia 24 de junho de 2013 por um pacote tão amplo quanto os pedidos das manifestações. Em encontro de urgência com governadores e prefeitos, a presidente Dilma Rousseff anunciou os cinco pactos. As iniciativas se dividiam nos seguintes grupos: responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte público e mobilidade e educação. Após um ano é possível concluir que pouco efetivamente saiu do papel e que a parte das determinações ainda está presa no Congresso Nacional, como é o caso da reforma política e da concessão de desonerações às empresas de transporte.

O pacto que provocou maior polêmica foi a proposta de plebiscito para a formação de uma Constituinte com o objetivo de fazer a reforma política. A iniciativa foi bombardeada por políticos e magistrados e, apesar de toda a agitação, simplesmente nada ocorreu. Diante da inércia do Congresso Nacional em relação ao tema, após quase um ano, a presidente Dilma Rousseff encaminhou no final de maio uma proposta de participação popular no processo de reforma política. Levando em consideração que em outubro próximo haverá eleição e que as atividades no Congresso serão limitadas, é possível afirmar que o projeto não deverá avançar.
 
A outra iniciativa dentro do pacto teve mais êxito. A ideia era tornar a corrupção um crime hediondo. Como havia um projeto abordando essa temática no Congresso, logo após o anúncio da presidente, o projeto foi aprovado e Dilma sancionou a lei em agosto de 2013.
 
Um dos pactos mais fortes esteve relacionado ao transporte público e à mobilidade urbana. A presidente promoveu basicamente três ações. A primeira era o repasse investimentos de R$ 50 bilhões para obras de mobilidade urbana pelo País, em especial de apoio às obras de linhas de metrô e corredor de ônibus. Segundo o levantamento do Ministério das Cidades, do estimado, foram anunciados R$ 29 bilhões para execução de 114 obras e elaboração de 97 estudos e projetos em 19 estados. Os recursos foram destinados no primeiro momento para as oito maiores regiões metropolitanas e municípios com mais de 700 mil habitantes. Atualmente a União realiza seleção de projetos nos municípios entre 400 mil e 700 mil habitantes.
 
A liberação efetiva dos recursos, porém não é imediata. É preciso passar pelas etapas burocráticas, que vão desde o preenchimento da Carta Consulta até a publicação de portaria de seleção pelo Ministério das Cidades.
 
A segunda ação era a criação do Conselho Nacional do Transporte Público, que envolveria a participação da sociedade civil nas discussões sobre o tema. Segundo o Ministério das Cidades, o Conselho Nacional das Cidades (ConCidades) é o responsável pelo controle e participação social na área de Mobilidade Urbana em nível federal.
 
 A terceira iniciativa é a mais emblemática. A presidente prometeu a desoneração do PIS e Cofins do óleo diesel para ônibus e energia para trens e metrôs. O resultado era conseguir reduzir o valor das tarifas de ônibus, atendendo a reivindicação que deu origem aos protestos.
 
Um dia após o anúncio de Dilma a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou o projeto que previa o Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros (Reitup). Porém, pouco avançou. A proposta foi aprovada no Senado em julho e desde então está em análise de uma comissão especial na Câmara dos Deputados sem prazo de votação definitiva.

Fonte: Portal Terra

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada