Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 3 de junho de 2014

Desastre na saúde pública do Rio. Causas: combinação da inépcia com obras atrasadas, e conflitos trabalhistas que se arrastam há pelo menos 29 meses.



Há mais de dois anos a população do Rio está praticamente sem acesso aos 2.700 leitos hospitalares entre eles, 198 de Unidade de Terapia Intensiva — dos seis hospitais e três institutos mantidos pelo Ministério da Saúde.

Na origem da crise está uma estrutura ineficiente. Combina inépcia com obras atrasadas, e conflitos trabalhistas que se arrastam há pelo menos 29 meses. Outra greve de médicos começou há duas semanas. Ontem, um homem agonizou durante uma hora na portaria do Instituto de Cardiologia, em Laranjeiras. Morreu sem socorro. No Hospital do Andaraí, na Zona Norte, a Justiça Federal acaba de comprovar uma rotina de doentes espalhados pelos corredores, no chão ou em cadeiras — ladeados por latas de lixo.

Em visita recente, inspetores da Vigilância Sanitária interditaram a sala de preparo de quimioterapia. Encontraram a geladeira de medicamentos ao lado de um recipiente aberto, com veneno, à espera de roedores. Os nove hospitais e institutos federais do Rio possuem 22% dos leitos existentes na cidade. Deveriam desempenhar um papel-chave no serviço de saúde aos 12 milhões de habitantes da região metropolitana. Mas, no conjunto, compõem uma síntese da anarquia gerencial que domina o Sistema Único de Saúde.

A percepção pública desse desgoverno tem turbinado protestos nas ruas e vem sendo reafirmada a cada nova pesquisa de opinião. A crise do sistema de saúde pública já é entendida como problema mais grave do que representou a escassez de empregos duas décadas atrás. Os registros são do Ibope: no fim do ciclo da superinflação, em agosto de 1994, a maioria (53%) dos brasileiros indicava o desemprego como maior problema nacional. Numa consulta em dezembro passado, ampla maioria (58%) não hesitou em responder “saúde”.

É paradoxal, mas até agora nenhum dos principais candidatos à Presidência da República apresentou sequer um esboço de ideias para essa situação que afeta a vida das pessoas. O que está aí não comporta terapia retórica ou soluções simplistas. Não é só pelo dinheiro. Há o suficiente para os seis hospitais (Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes, Ipanema, Lagoa e Servidores) mais os três institutos especializados (Câncer, Cardiologia e Traumatologia).

Juntos, eles receberam R$ 3,4 bilhões no ano passado. Dessa dinheirama, R$ 2,1 bilhões foram para pagamento de pessoal e encargos, R$ 1,2 bilhão para custeio e R$ 81 milhões destinados a investimentos. Significa que, no ano passado, o Ministério da Saúde concentrou em apenas seis hospitais da capital um volume de recursos equivalente ao dinheiro gasto com toda a estrutura de saúde mantida pelo Estado do Rio.

Com 60 unidades hospitalares (1.050 leitos de UTI) e serviços adicionais, como a vigilância epidemiológica, o conjunto estadual de saúde consumiu R$ 3,7 bilhões — somente R$ 300 milhões a mais que os seis hospitais e três institutos federais na cidade do Rio. Aparentemente, o governo federal perdeu o controle. Gasta com seis hospitais e três institutos na capital tanto quanto o governo estadual em 60 unidades. Ainda assim, mantém milhares de pessoas à espera de vaga para cirurgia. Alguns já completaram uma década na fila, informam a Justiça Federal e a Defensoria Pública da União.

Fonte: José Casado – O Globo


Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada