Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Irã aumenta influência no Oriente Médio

Irã amplia sua influência no Oriente Médio

Avanço dos extremistas do Isis põe Washington e Teerã do mesmo lado e faz com que seus interesses se aproximem no Iraque

O salto do Estado Islâmico do Iraque e da Síria (Isis) para o primeiro plano obrigou a um inédito realinhamento dos principais atores no Oriente Médio. O Isis, a força radical sunita que já ocupa um terço do território do Iraque (ao Norte) e regiões a Noroeste da Síria, luta pela criação de um califado fundamentalista nessas áreas, regido pela estrita aplicação da sharia, uma interpretação retrógada da lei islâmica.

O fato tem implicações para o Oriente Médio e o mundo. O Irã, persa e xiita, já exercia um papel destacado na complicada geopolítica da região. Tradicionalmente, se opunha aos interesses americanos e israelenses e apoiava, como apoia, aliados como o Hezbollah, no Líbano; o Hamas (embora sunita), na Faixa de Gaza; o ditador Bashar Assad, na Síria; e a maioria xiita no Iraque. Neste, o regime teocrático de Teerã respalda o governo xiita eleito após a invasão americana, de Nouri al-Maliki. 

A nova realidade fez com que os objetivos dos EUA e do Irã se aproximassem. Tanto os EUA quanto o Irã têm equipes militares no Iraque. O Pentágono envia assessores militares para ajudar a reorganizar o Exército do Iraque e evitar a queda de Bagdá. Integrantes da força paramilitar iraniana Quds também estão no território iraquiano, para assessorar comandantes locais e ajudar na mobilização de combatentes xiitas. O Irã tem forças na fronteira com o Iraque prontas para intervir no caso de o Isis ameaçar santuários do xiismo nas cidades iraquianas de Karbala, Najaf, Khadhimiya e Samara. Assim como os EUA, que utilizam drones para monitorar a situação no Iraque, o Irã atua de forma semelhante, a partir da base aérea de Rasheed, em Bagdá, embora com drones em número menor. Aviões militares iranianos têm feito seguidamente a rota Teerã-Bagdá levando armas e equipamentos para o governo aliado. Já em relação ao premier xiita Maliki, há divergência: Teerã quer que se mantenha no poder; Washington prefere ver em seu lugar alguém capaz de fazer um governo inclusivo, que atraia os sunitas e seja capaz de desestimular o apoio de conveniência dos sunitas iraquianos ao Isis. 

As relações entre o Irã e o Ocidente começaram a melhorar após a eleição de Hassan Rouhani, em 2013. Foi uma opção da liderança iraniana, premida pela necessidade de melhorar a situação econômica, em processo de rápida deterioração com as sanções adotadas pelo Ocidente, devido ao programa nuclear persa. O diálogo foi retomado e algumas sanções, suspensas. O subsecretário de Estado William Burns encontrou-se com um diplomata iraniano para discutir a situação no Oriente Médio. Há um ano, seria impensável essa reaproximação entre Irã e EUA. O cenário mudou, mas a dificuldade aumentou: agora Washington se vê na contingência de não permitir que o incipiente diálogo com Teerã atrapalhe sua relação privilegiada com a Arábia Saudita, inimiga dos persas. O tabuleiro do Oriente Médio se movimenta.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada