Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quinta-feira, 24 de julho de 2014

A estúpida política externa do PT coloca o Brasil em situação vexatória

Israel rebate críticas e fala em ‘irrelevância’ diplomática do Brasil


Em nota, Itamaraty havia condenado ‘uso desproporcional da força por Israel em Gaza’ e anunciado a convocação do embaixador brasileiro em Tel Aviv

A chancelaria de Israel rebateu nesta quinta-feira a nota emitida pelo Itamaraty condenando os bombardeios sobre Gaza. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Yigal Palmor, usou palavras duras ao classificar a nota como “uma infeliz demonstração de por que o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua sendo um anão diplomático”. “O relativismo moral por trás deste movimento torna o Brasil um parceiro diplomático irrelevante, que cria problemas em vez de contribuir para soluções”, acrescentou, em declarações reproduzidas pelo jornal The Jerusalem Post.

Palestinos enterram os corpos de duas crianças mortas durante ataque aéreo israelense sobre a Faixa de Gaza, em 24/07/2014 - Suhaib Salem/Reuters 


[O massacre perpetrado por Israel contra civis palestinos na Faixa de Gaza - civis desarmados que são vitimas de tanques, artilharia pesadas, bombardeio aéreo, navios - deve ser repudiado com veemência por todas as nações do Mundo.

Mas, é estupidez da Dilma e dos seus "aspones" que se consideram diplomatas, dos quais se espera pelo menos o senso da insignificância e do ridículo, exibir a pretensão estúpida de enquadrar Israel.

Infelizmente nosso Brasil é nada em termos de força externa. Dilma tentou enfrentar os Estados Unidos no protesto estúpido contra aquele país espionar o Brasil - vivemos em um mundo em que todos espionam todos - e Obama,  por gentileza,  diplomaticamente a ignorou.  

Agora depois da mancada diplomática de chamar o embaixador brasileiro no estado de Israel para consultas - ato que no mundo diplomático significa um protesto veemente - o Brasil tem que aceitar, sem ter sequer o direito de espernear, a humilhação que Israel lhe impõe quando fala em "irrelevância diplomática do Brasil" e, textualmente, chama o Brasil de anão diplomático. ]

Um comunicado divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores de Israel afirma que o país “expressa seu desapontamento com a decisão do governo do Brasil de chamar seu embaixador para consultas”. “Esta decisão não reflete o nível de relações entre os países e ignora o direito de Israel de se defender. Ações deste tipo não contribuem para promover a calma e a estabilidade na região. Ao contrário, impulsionam o terrorismo e naturalmente afetam a capacidade do Brasil de exercer influência”, diz o texto divulgado no site da chancelaria. “Israel espera apoio de seus aliados na luta contra o Hamas, que é reconhecido como uma organização terrorista por muitos países ao redor do mundo”.
Pai segura o corpo do filho morto por estilhaços de um tanque israelense, no hospital Kamal Adwan, ao norte da Faixa de Gaza, em 24/07/2014. O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarou que os esforços globais para acabar com 16 dias de conflito na região devem continuar - Marco Longari/AFP

O ministro das Relações Exteriores Luiz Alberto Figueiredo respondeu dizendo que “se há algum anão diplomático, o Brasil não é um deles, seguramente”. “Países têm o direto de discordar. E nós estamos usando o nosso direito de sinalizar para Israel que achamos inaceitável a morte de mulheres e crianças, mas não contestamos o direito de Israel de se defender. Jamais contestamos isso. O que contestamos é a desproporcionalidade das coisas”, acrescentou, segundo a Agência Brasil.

O texto divulgado pelo governo brasileiro nesta quarta considerava “inaceitável” a escalada de violência entre Israel e Palestina e condenava “energicamente o uso desproporcional da força por Israel na Faixa de Gaza”. Sem citar os foguetes disparados pelo grupo fundamentalista palestino Hamas contra o território israelense, a nota pedia de forma genérica um “cessar-fogo entre as partes”. A declaração informava ainda sobre a convocação do embaixador brasileiro em Tel Aviv “para consultas”, o que, na linguagem diplomática, é uma forma de protesto. A nota subia o tom em relação ao texto divulgado na semana anterior, que condenava tanto os bombardeios israelenses como “o lançamento de foguetes e morteiros de Gaza contra Israel”.


O Brasil foi um dos 29 países que votaram a favor de uma resolução do Conselho de Direitos Humanos da ONU para abertura de uma investigação sobre a operação israelense em Gaza. Houve ainda dezessete abstenções e um voto contra, dos Estados Unidos. Israel considerou a resolução “precipitada” e disse que foi aprovada por uma “corte canguru”, termo que designa um tribunal ou assembleia injusta, tendenciosa. [o mundo livre precisa enquadrar Israel e mostrar àquele país que um dos mais poderosos exércitos do mundo não pode matar impunemente civis desarmados.
Israel usa contra os civis palestinos, confinados na miséria existente na Faixa de Gaza um poderia bélico que seria suficiente para iniciar uma invasão da China, Rússia.
É justo que Israel responda por genocídio, crimes contra a humanidade - é isto o que Israel está fazendo contra o POVO PALESTINO.
Civis, especialmente crianças, não podem ser mortos para combater terroristas. O combate ao terror deve ser realizado sem tréguas, mas, preservando a população civil, especialmente mulheres e crianças.]

Sobre a resolução da ONU, o chanceler brasileiro salientou que “a América Latina inteira” foi a favor da investigação. “Nós estamos junto da nossa região e apoiamos, neste caso, uma investigação internacional independente para determinar o que aconteceu, o que está acontecendo”. [o chanceler brasileiro deve aceitar o fato que em termos de poderio bélico a América Latina, obviamente incluindo o Brasil, e nada são a mesma coisa. Sendo que a doutora Dilma e seu antecessor em muito contribuíram para enfraquecer de forma considerável qualquer pretensão de ser potência militar que o Brasil acalentasse.]

O gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu também rechaçou a decisão da comissão da ONU, dizendo que ela deveria ser rejeitada. “Em vez de investigar o Hamas, que está cometendo um duplo crime de guerra ao disparar foguetes contra civis israelenses ao mesmo tempo em que se esconde atrás de civis palestinos, o conselho pede uma investigação de Israel, que tem se esforçado como nunca antes para manter os civis palestinos fora do caminho dos ataques, inclusive com telefonemas, envio de mensagens de texto e distribuição de folhetos”.

Clique aqui para galeria de fotos Conflito Israel x Povo Palestino

O porta-voz fala em nome do ministro Avigdor Lieberman, líder do partido ultranacionalista Yisrael Beiteinu (Israel É o Nosso Lar). Deputado desde 1999 e ministro em pelo menos quatro ocasiões desde 2002,  o linha-dura Lieberman assumiu pela primeira vez a chancelaria de 2009 ao final de 2012 e retornou ao cargo em novembro de 2013, depois de se livrar de acusações de quebra de confiança e fraude.

Fonte: Revista Veja

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada