Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Dilma opta pelo suicídio ao usar como mote de sua campanha “verdade vencerá o pessimismo”; presidente, a m ... na qual a senhora colocou o Brasil é fato... pessimismo era antes



Dilma diz que mote de sua campanha será ‘a verdade vencerá o pessimismo’
Em entrevista a rádios, ela voltou a criticar expectativas pessimistas na economia e prometeu
[Presidente o mais cruel é que seus “aspones” estão aproveitando de uma certa dificuldade que a senhora tem com as palavras e escrevem frases de efeito para a senhora declamar; por ignorar o que significam, a senhora manda ver. Fala tudo que decorou e aí é que a coisa fede.]
Em sua segunda entrevista consecutiva na manhã desta quinta-feira, desta vez à rádio baiana Metrópole, a presidente Dilma Rousseff disse que o mote de sua campanha será: "a verdade vai vencer o pessimismo". Segundo ela, os fatos que serão revelados pelo PT até as eleições vão superar o pessimismo que foi "instilado" na população. Ela lembrou o slogan da campanha vitoriosa de Lula em 2002, que dizia: " a esperança vai vencer o medo". [presidente-candidata Dilma: já era, é passado. Sugiro que a senhora tenha cuidado com o uso indevido da máquina pública em prol de sua campanha, a coisa pode feder.
Mais fedor vai ficar difícil. É sabido que os petistas sentem uma certa atração pelo lixo – as vezes os iguais se atraem – mas para que a fedentina diminua o recurso é: peça pra sair.]
Ela voltou a reclamar que houve expectativas pessimistas na economia e que tais previsões, como crise cambial e "tempestade perfeita" não se confirmaram. - Não teve crise cambial no Brasil. Vão se acumulando expectativas pessimistas. Agora inventaram que vai ter tarifaço. Há hoje de forma deliberada um processo de criação de expectativas negativas nocivo ao país - disse. [presidente Dilma a única forma da senhora destruir a notícia do tarifaço é declarar de forma convincente o que pretende fazer para recuperar a Petrobras, sem tarifaço (não estou dizendo que tarifaço recomponha o que um tarifaço pode fazer e dobrar a inflação.) usando a compressão dos preços como moeda eleitoreira???]
Dilma também aproveitou para alfinetar o governo do tucano Geraldo Alckmin, que enfrenta em São Paulo gravíssima crise de abastecimento de água. Para Dilma, não foram feitos investimentos no Estado.  - Lá em São Paulo não investiram - acusou. A presidente, por outro lado, disse que sob sua gestão que não ocorreu nem ocorrerá racionamento energético, porque o governo fez “o dever de casa na área de energia”.
Perguntada sobre a reforma política que prometeu fazer depois da grande onda de manifestações que se espalhou pelo Brasil em junho do ano passado, Dilma disse que seu governo tentou várias vezes levar a cabo esse projeto, mas que é necessária mobilização popular para que o Congresso aprove as mudanças. - Tentamos várias vezes aprovar reforma política. Acredito que uma grande mobilização popular pode criar legitimidade e força para reforma política - pontuou. [presidente Dilma o povo não se mobiliza a favor de um governo que está f ... o povo.
Pede pra sair e talvez o povo se mobilize – claro que na mobilização popular há sempre o risco de algumas cabeças coroadas do seu partido serem, literalmente, cortadas ou alguns pescoços serem enforcados.]
Sobre inflação, Dilma foi categórica em afirmar que encerrará 2014 dentro da meta, cujo teto da banda é 6,5% ao ano. - A inflação está caindo e vai fechar direitinho na meta, dentro da banda - disse.
PROMESSAS PARA MAIS MÉDICOS
Do Palácio da Alvorada, Dilma concedeu duas entrevistas ao vivo a rádios baianas, uma após a outra. A primeira foi à rádio Sociedade. Na primeira entrevista, Dilma anunciou que, se for reeleita, irá incluir médicos especialistas no programa Mais Médicos, que atualmente só conta com profissionais clínicos gerais. - Queremos partir para a criação do serviço que garanta agilidade no atendimento do médico especialista, aquele que vai cuidar de um problema de coração, aquele ortopedista, e ao mesmo tempo garantir acesso a exames laboratoriais - prometeu. [presidente Dilma já lhe disseram ou está sendo enganada que no Hospital de Ceilândia, no quintal do Palácio do Planalto, bombeiros estão tendo que prender médicos na tentativa – que revelou ter apresentado resultados tardios... a paciente de 57 anos morreu na sala de emergência daquele hospital, sem ser atendida.]
REFORMA TRIBUTÁRIA
A presidente Dilma Rousseff voltou a falar na manhã desta quinta-feira que pretende fazer uma reforma tributária em um eventual segundo governo. Em entrevista à rádio sociedade, da Bahia, ela disse que depois de tentar muitas vezes fazer uma ampla reforma, resolveu iniciar o processo por partes, dando início primeiramente à desoneração da folha de pagamento de setores específicos da indústria.  - A reforma tributária diz respeito a quem ganha e quem perde numa distribuição e redistribuição de tributos. Ela tem muitas dificuldades de ser feita no todo. Depois de tentar muitas vezes, começamos a fazer por partes (com) a desoneração da folha de pagamento. Queremos que as pessoas tenham a oportunidade de trabalhar. Se o empresário tem menos tributo na folha, se sente mais confiante em ampliar o número de trabalhadores - disse a presidente, acrescentando em seguida que “é muito complicado” fazer uma reforma política sem discutir amplamente quem ganha e quem perde com as mudanças.
Na sabatina da qual participou ontem, na Confederação Nacional da Indústria (CNI), Dilma já havia dito que se for reeleita vai levar em frente uma reforma tributária, e que se não houver clima no Congresso para fazê-la integralmente, a fará de forma fatiada.
INFLAÇÃO SOB CONTROLE
Em resposta a uma pergunta sobre a dívida pública, Dilma disse que atualmente o Brasil tem a menor relação dívida/PIB da história. Ela citou que quando o PT assumiu o poder, em 2003, a dívida pública em relação ao PIB era 60% e hoje está em 34,2%. Sobre a inflação, Dilma disse que está “completamente sob controle” e tentou explicar o regime de meta e banda de flutuação que o governo adota, mas não pode concluir sua explanação porque o locutor da rádio a interrompeu.
- A inflação no Brasil é muito interessante: no primeiro semestre do ano ela sobe e no segundo ela cai. Todo ano é assim. Ela esta completamente sob controle. Temos o regime de meta e uma banda de flutuação, (a inflação) tem que estar dentro da banda. a meta é 4,5%. Há 15 anos é medida por esse método. Nesses 15 anos em três anos esteve acima de 4,5%- afirmava Dilma, quando foi cortada pelo locutor, que tentava conseguir dela um comprometimento de participar de um debate com outros presidenciáveis no dia 27 de agosto. - Não controlo integralmente minha agenda, não sei de cabeça- esquivou-se Dilma, dizendo que não era possível confirmar sua participação.
A presidente também respondeu perguntas sobre o andamento do programa Minha Casa Minha Vida, de moradias populares, na Bahia e disse que na próxima etapa, prevista para começar no ano que vem, 3 milhões de unidades habitacionais deverão ser construídas. Ela concedeu a entrevista ao vivo de sua residência oficial, o Palácio da Alvorad

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada