Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Jogo duplo do czar



A morte de 298 pessoas no avião abatido provavelmente por rebeldes pró-Rússia isolou Putin
Putin blefou e perdemos todos. O ressentimento e a fúria do presidente russo com o Ocidente e os líderes da Ucrânia alimentaram meses de uma crise calibrada com precisão para favorecer seus interesses políticos. A diplomacia a golpes de testosterona elevou a popularidade do seu governo a espetaculares 80% e, apesar da escalada da violência contra a Ucrânia, lá estava ele, há menos de um mês, lado a lado com os líderes ocidentais na comemoração do Dia D da Segunda Guerra Mundial.

Semana passada, ganhou um palco inesperado no Brasil e recebeu o apoio dos Brics na Declaração de Fortaleza. Até que quinta-feira a ficha caiu. A morte de 298 pessoas no avião comercial abatido provavelmente por rebeldes pró-Rússia enfureceu os líderes do mundo, deixou isolado o presidente russo e acabou com a ilusão de que se tratava de um conflito local entre “dois irmãos”.  “O míssil foi disparado por uma equipe, que não se treina em uma semana ou um mês, é impossível improvisar”, disse o professor de Harvard Philip Rend, referindo-se à artilharia antiaérea de fabricação russa, conhecida como Buk, de onde partiu o míssil contra o avião de passageiros.

Vai ser difícil saber a verdade verdadeira sobre a derrubada do voo MH17, mas os olhos em busca dos culpados se voltam para Putin. O jogo duplo do ex-agente da KGB deixou-o exposto às acusações do presidente Barack Obama e da embaixadora americana na ONU, a colunável Samantha Power. 

Com outras palavras, os dois denunciaram que Putin posa de defensor da paz durante o dia e, na calada da noite, arma e envia seus agentes para treinar os voluntários da República de Donetsk, proclamada pelos separatistas em abril — trata-se território ucraniano próximo à fronteira da Rússia tomado pelos rebeldes. Segundo o governo de Kiev, nas últimas semanas, o apoio logístico aos separatistas teria crescido, com o envio de instrutores russos da Força de Operações Especiais, criada em abril à imagem e semelhança de um serviço da época de Stalin para “ações no exterior”. Também não é mistério para ninguém que os líderes rebeldes têm escritório em Moscou, com assessores de imprensa e acesso a poderosos do Kremlin, escreve a correspondente do “Le Monde” na Rússia.

Por que tanta interferência? A tese de Putin é que a Rússia abriu mão de grandes porções do seu território para as ex-repúblicas soviéticas, enorme área onde viveriam 25 milhões de russos. E, acha ele, o mundo tem de respeitar o interesse russo nesta parte do mundo. Em nome desta sua visão imperial, a crise política que começou em outubro por causa da assinatura de um acordo entre a Ucrânia e União Europeia, levou à derrubada do governo do aliado de Moscou em Kiev, à anexação da Crimeia à Rússia e à guerra civil na faixa perto da fronteira ucraniana e russa. No período, a Rússia recebeu sanções econômicas dos Estados Unidos e da Europa, mas nada muito forte do lado europeu por conta dos soberanos interesses econômicos. A economia russa sofreu, mas ele não perdeu a pose.

Só que a tragédia de quinta-feira deixou os líderes internacionais à beira de um ataque de nervos. Putin nega, claro, cumplicidade na derrubada do avião, mas pressionado pela chanceler alemã, Angela Merkel, concordou com uma investigação independente sobre os autores do atentado. Obama pede mais ação dos europeus, estuda novas sanções à Rússia e, todos, defendem um pouco provável cessar-fogo imediato. Nenhuma dúvida, redescobrimos o conflito armado na Europa e percebemos que ele pode afetar todo mundo, inclusive inocentes passageiros a caminho das férias, de uma conferência internacional ou de casa.

MENOS, DILMA
“Demito-me, sou a favor da verdade”, tuitou sexta-feira Sarah Firth, correspondente em Londres da Russia Today, RT para os íntimos do canal de televisão russo em inglês. Ao detalhar o código do jornalismo do canal, contou que a regra número 1 era apoio a Putin e culpa de tudo para a Ucrânia. O nome do jogo da mídia russa é propaganda, mas a presidente Dilma parece não ter sido avisada

Tá bom, a gente sabe que ela não gosta de política internacional mas podia consultar o Itamaraty, talvez até a Abin, antes de usar uma “informação” da televisão russa de que o governo ucraniano poderia ter abatido o avião da Malaysia Airlines pensando ser o do presidente Putin: voando do Brasil de volta para a casa, ele teria usado a mesma rota horas antes. Só que não, era notícia plantada em Moscou, rapidamente desmentida. Mas continua sendo propagandeada no vídeo da entrevista de Dilma. “Uma presidente não pode repetir o que sai na imprensa sem mais nem menos”, disse escandalizado um embaixador. Ela estava pedindo cautela, exatamente o que fez falta à presidente brasileira na entrevista. [não causa surpresa a mancada da Dilma, algo facilmente compreensível tanto quando tem como autor o Ignorantácio Lula da Silva – que se orgulha de nunca ter lido um livro – ou a cérebro baldio Dilma Rousseff que tentou se valer da fraude para engordar seu currículum na Plataforma Lattes.]

Fonte: Helena Celestino - O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada