Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

domingo, 27 de julho de 2014

Justiça se alia ao combate aos flanelinhas, guardadores de carros, nome dado aos que extorquem os já explorados motoristas

Tribunal de Justiça veta flanelinha nas ruas de Ribeirão Preto

Decisão determina que guardadores de carros só poderiam atuar em caso de uma suposta regulamentação 

[o elemento chega em determinada local - sempre área pública - percebe muitos carros estacionados, arruma um pedaço de pano e passa a cobrar estacionamento. Age como se a rua fosse propriedade dela. Policiais vêem, a prefeitura que nos cobra IPVA também vê e nada é feito.

O que resta ao já explorado motorista é pagar mais um 'tributo' - desnecessário, ilegal e inútil, já que os guardadores nada guardam.

A maior parte deles guarda apenas a rotina do motorista para repassar a bandidos.]

Barbosa conta que o MP chegou a propor à prefeitura e à Câmara um projeto de lei para credenciar os guardadores de carro. De acordo com esse projeto, os flanelinhas não poderiam ter antecedentes criminais nem exigir remuneração dos motoristas. O município, no entanto, entendeu que a regulamentação da atividade representaria “apropriação das vias públicas por uma categoria profissional, sem que se realizasse licitação para tanto – aliás, pelo contrário, estabelecendo regras de preferência para alguns e/ou sorteio”. Nesta quarta-feira (23), a Prefeitura afirmou que a atividade não tem relação com o serviço público.

Diante da negativa, o Ministério Público ajuizou a ação, argumentando que cabe à prefeitura, por meio de seu departamento de fiscalização e com o apoio da Polícia Militar, coibir a atividade. A população fica à mercê de ‘flanelinhas’ de qualificação e reputação desconhecida, que se locupletam pela coação moral que impõem aos motoristas, pessoas estas que têm o natural direito de estacionar junto ao meio fio de vias públicas cujo estacionamento é permitido pelas normas de trânsito locais, e gozar de segurança que deve ser exercida pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, destacou o promotor.

TJ fala em omissão estatal                                                                                                 Ao analisar o caso, o Tribunal de Justiça (TJ) concluiu que os flanelinhas atuam nas ruas por causa da ausência do Estado. “Da omissão estatal, exsurge a liberdade de atuação indiscriminada dos ‘guardadores de carros’, que incutem verdadeiro temor e realizam as promessas de danificação no caso da não sujeição às regras ditadas, ponderou o desembargador Fermino Magnani Filho, relator do processo.

Para o Tribunal, a Prefeitura de Ribeirão Preto deveria mapear e fiscalizar os locais de atuação dos flanelinhas clandestinos, além de discriminar os guardadores regulares dos irregulares – o que ocorreria por meio de uma suposta regulamentação. A decisão data de 24 de março, mas as partes foram intimadas recentemente.

Sindicato garante pontos específicos
O guardador de carros Pedro Paiva da Silva, de 75 anos, acredita que a decisão da Justiça será benéfica para Ribeirão Preto. Ele, que trabalha há dez anos como flanelinha, defende que os guardadores de carro devem ser impedidos de atuar se tiverem antecedentes criminais. “Como posso guardar um patrimônio sendo um criminoso?”, questionou. [esse Silva é tão irregular quanto os demais guardadores de carro; afinal quem dá competência ao 'sindicato' que autoriza o Silva e outros guardadores supostamente regularizados a cobrar pelo uso de vias públicas?]

Silva é registrado no Sindicato dos Guardadores e Lavadores Autônomos de Veículos Automotores de Ribeirão Preto e Região e paga, mensalmente, R$ 27 para a entidade de classe e R$ 37,30 para a Prefeitura. Ele tem que usar um colete e um crachá que o identifique e não pode ter tatuagem nem usar bermuda e chinelo. Em troca, Silva "tem" um ponto fixo na rua Sargento Sílvio Delmar Hollenbach, na Nova Ribeirânia, zona Leste de Ribeirão, e arrecada cerca de R$ 30 por dia, “tudo de gorjeta, sem forçar ninguém”.

O promotor Carlos Barbosa ressaltou, entretanto, que o sindicato não tem legitimidade, uma vez que a profissão de guardador de carros não é regulamentada.

Prefeitura não pode ser responsável
Procurada pelo A Cidade, a Prefeitura de Ribeirão Preto afirmou, por meio de nota, que ainda não tomou conhecimento da decisão e alegou que a atividade de guardador de carro não tem nenhuma relação com o serviço público.

A nota informa que Administração não pode assumir a responsabilidade por um serviço que não é público, pois “estaria se responsabilizando perante terceiros por eventual furto ou dano em veículos, o que significa dizer que os cofres públicos ou o dinheiro do munícipe responderia objetivamente por uma atividade que sequer é reconhecida como profissão”.
Segundo a Prefeitura, a questão da segurança pública é responsabilidade da Polícia Militar, e não do município, “que não tem competência legal para intervir, quer como fiscalizador, quer como gerenciador da atividade”. [o que autoriza a Prefeitura a exigir dos "guardadores" que paguem uma taxa mensal? cobrança indevida, mesmo que efetuada por um 'órgão público' é também extorsão.]

Fonte:  A Cidade


Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada