Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 29 de julho de 2014

PENA DE MORTE - aumentando a demanda surgirão métodos mais eficazes.Se necessário, volta a infalível guilhotina; o importante é que o criminoso tenha a certeza da punição rigorosa

Mais uma execução desastrosa nos Estados Unidos mostra que a abolição da pena de morte é a única solução

Joseph Wood foi considerado morto uma hora e 54 minutos após ter tomado a injeção letal. 
A prolongada execução de um preso no estado do Arizona constitui um novo alerta para a necessidade das autoridades dos Estados Unidos avançarem para a abolição em absoluto da pena de morte, defende a Anistia Internacional. “Quantas vezes mais as autoridades norte-americanas precisam ser lembradas do mito de ‘execução humana’ antes de finalmente pararem com as experiências nas execuções judiciais”, questiona o pesquisador da Anistia Internacional Rob Freer.

Pelo menos três execuções decorreram com erros flagrantes e de forma desastrosa nos Estados Unidos só este ano, os condenados passaram horas no processo de efetivação da pena capital. A Anistia Internacional não reconhece sequer o conceito do que é definido como “execução humana”, tão pouco que a crueldade da pena de morte se limita ao que se passa dentro da câmara de execução. Manter alguém preso sob a ameaça de morte – durante anos e até mesmo décadas – dificilmente pode ser descrito como a conduta de um Estado que segue uma abordagem progressista da justiça criminal ou dos direitos humanos. “Independente de como um Estado escolhe matar um preso, ou de a execução se realizar de acordo com o plano ou não – nada muda o fato de que a pena capital é uma punição incompatível com os princípios fundamentais de direitos humanos”, sustenta Rob Freer. [Mr. Rob: pense um pouco nos principios fundamentais dos direitos humanos no que se refere às vitimas dos criminosos que sua  anistia tanto defende.
Os criminosos que são alvo de sua veemente defesa certamente não pensaram que suas vítimas tinham direitos.]

A pena de morte nos Estados Unidos está repleta de arbitrariedades, discriminação e erros. Nos anos mais recentes, os estados norte-americanos onde é aplicada a pena capital têm registrado dificuldades em obter as drogas que compõem a fórmula da injeção letal e começaram a lançar mão de fornecedores questionáveis.

A execução de Joseph Wood, condenado à morte em 1989 pelo homicídio da ex-namorada e do pai dela, começou às 13h52 (hora local, no Arizona) desta quarta-feira, 23 de julho. O processo demorou tanto tempo que os advogados de Wood tiveram tempo para apresentar uma moção urgente de recurso num tribunal federal, para tentar parar a execução enquanto o preso ainda estava vivo.

O juiz chamado a pronunciar-se não respondeu até ao momento em que Wood foi declarado morto, às 15h49, uma hora e 54 minutos depois de ter sido dada a injeção letal. Só depois, o tribunal emitiu ordem às autoridades estaduais do Arizona para que preservassem todas as provas físicas relativas ao corpo do executado.

Em comunicado, a governadora do Arizona, Janice Brewer, asseverou que a execução de Joseph Wood foi “legal” e sugeriu que o condenado “não sofreu”. Deu ordem, porém, de que seja feito um inquérito às razões pelas quais a execução demorou tanto tempo. [duas coisas não mais serão discutidas: Joseph Wood não matará mais ninguém e nem voltará a sofrer o desconforto de uma execução em que ocorreram falhas.]

Pelo menos 140 países no mundo já aboliram a pena de morte, na lei ou na prática. Os Estados Unidos estão à beira de efetuar 1.400 execuções, desde que a pena capital voltou a ser aplicada em 1977. Cinco estados norte-americanos afastaram a pena capital das suas legislações desde 2007, o mais recente é Washington, onde foi aprovada uma moratória. [outro aspecto que não cabe se discutir: para essas 1.400 execuções, no mínimo, igual número de vítimas foram assassinadas, tendo um dos mais elementares direitos humanos, DIREITO À VIDA, desrespeitado.]

Fonte: JusBrasil Notícias

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada