Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 2 de julho de 2014

TRF decide nesta quarta destino do Caso Riocentro



Duelo entre acusação e defesa dirá se acusados estão anistiados ou devem ir para o banco dos réus
Os responsáveis [acusados] pelo atentado ao Riocentro, episódio que abalou o regime militar em 30 de abril de 1981, estão anistiados ou devem ir à julgamento? A resposta será dada nesta quarta-feira pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que vai julgar o pedido de habeas corpus, em nome de quatro dos seis acusados, para trancar o processo.
Decisão histórica. Após 33 anos, atentado que matou sargento Rosário terá um desfecho - Aníbal Philot / 30-4-1981
 
A sessão, considerada histórica, terá, de um lado, o advogado da defesa, Rodrigo Roca, sustentando que o crime está prescrito (com a validade vencida), e, do outro, a acusação, representada pelo procurador regional da República Rogério Nascimento, afirmando que crimes contra a Humanidade são imprescritíveis. [um esclarecimento: não está em discussão a anistia do suposto crime do Riocentro – a explosão ocorreu em 1981, portanto, em data posterior ao período abrangido pela Lei da Anistia.

Essa situação impede que o caso Riocentro seja alcançado pela Lei da Anistia.
O que está em discussão é se o suposto crime está prescrito. Mesmo considerando que provem o que não ocorreu – envolvimento dos acusados com o episódio – (nos tempos de “justiça da transição” é até capaz que rumores que não expressam a verdade, não são fatos, sejam considerado amplamente provado – mesmo que instância superior modifique esse entendimento) – o caso Rio Centro foi alcançado pela prescrição, haja vista que ocorreu há mais de 33 anos.

A absurda tese do procurador regional da República de que não ocorreu prescrição pelo fato de que “crimes contra a Humanidade são imprescritíveis”, não vai prosperar – caso seja acolhida pelo TRF será derrubada no STJ ou mesmo STF.
Além do que não ocorreu crime contra a Humanidade e sim o atentado que vitimou um militar – o sargento Rosário – e causou sérios ferimentos no capitão Wilson.
Não existem elementos que sustentem a absurda tese de que a explosão ocorrida no Riocentro representa um crime contra a Humanidade.]

O atentado surpreendeu o governo do presidente João Figueiredo quando o país avançava no processo de abertura política. Os executores (?) o então capitão Wilson Machado e o sargento Guilherme Rosário, que morreu na explosão, eram agentes do Destacamento de Operações de Informações do 1º Exército (DOI-I), unidade criada no início dos anos 1970 para desencadear a repressão contra as organizações da esquerda armada. O alvo da bomba, que explodiu no colo do sargento, era um show que reunia naquela noite, no Riocentro, cerca de 20 mil jovens em homenagem ao Dia do Trabalho.  — O TRF2 vai fazer história, qualquer que seja o resultado — disse o procurador Rogério Nascimento.

Nos 15 minutos de sustentação oral da acusação, Nascimento dirá que o caso é especial porque "resgata a memória e a verdade do período sem discutir a Lei da Anistia", promulgada pelo presidente Figueiredo para cobrir o período entre 2 de setembro de 1961 e 15 de agosto de 1979. O procurador sustenta que o atentado, praticado em 1981, não estaria coberto pelo perdão da lei. Mais do que isso, o objetivo de Wilson e Rosário era boicotar a própria anistia, um dos pilares do processo de abertura em andamento.

Nascimento alegará também que o julgamento do atentado oferece ao país a oportunidade de saldar uma dívida com a Corte Interamericana de Direitos Humanos, que considerou o Brasil, em julgamento concluído em 2010 (o chamado "Caso Lund"), responsável pelo desaparecimento forçado de 62 pessoas. [problema da Corte Interamericana de Direitos Humanos, ao se intrometer em assuntos internos do Brasil, tendo em conta que a Lei nº 9.140 de 1995 determina que desaparecidos sejam considerados mortos.] A Corte determinou que o governo investigue penalmente os fatos "por meio da Justiça ordinária" e que puna os responsáveis. Guilherme Gomes Lund desapareceu em 1973, na Guerrilha do Araguaia, com 26 anos.

A principal argumentação da defesa, além da prescrição, é a violação de decisão tomada pelo Superior Tribunal Militar (STM), que, ao examinar o mesmo caso, em 1999, entendeu que os autores do atentado estavam cobertos de fato pela Lei da Anistia.  — O Riocentro é coisa julgada. Como o STM já mandou arquivá-lo, somente uma decisão judicial poderia reabri-lo Houve, assim, uma violação de natureza processual — adiantou Rodrigo Roca.

O advogado representará o general Nilton Cerqueira, os coronéis Wilson Machado e Edson Sá Rocha e o major Divany Barros. Também foram denunciados o general reformado Newton Cruz e o delegado Cláudio Guerra.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada