Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sábado, 2 de agosto de 2014

Mentir é pecado

Recebi telefonemas do Cardeal D. Orani Tempesta e da ministra da Cultura Marta Suplicy, ambos negando a notícia que dei aqui ontem de que o governo havia ameaçado retirar da Igreja Católica a guarda da imagem do Cristo Redentor devido à polêmica proibição do uso da imagem no filme de José Padilha sobre o Rio, que afinal foi revogada.
Pelo relato dos dois, como a Batalha de Itararé, a guerra que não aconteceu, também não houve o embate que noticiei. Como confirmei a informação, antes de publicar, com duas pessoas, disse a eles que manteria minha versão.

 
A única explicação que tenho, já que mentir é pecado, é que houve um tremendo mal-entendido nos momentos mais tensos da negociação para a liberação do filme. O fato de o diretor José Padilha ter escrito um artigo em que questionava a autorização para que a Igreja Católica controle a imagem do Cristo - “Será que faz sentido a lei permitir que uma organização religiosa controle a imagem de um monumento que se situa em um local proeminente na paisagem do Rio de Janeiro e que é considerado um símbolo da cidade?” – acendeu o sinal de alerta na Cúria Metropolitana. Assim como a intervenção do prefeito Eduardo Paes, defendendo a importância do uso da imagem para a propaganda da cidade do Rio de Janeiro. [“E eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16, 18).

“Portas do inferno” significam as potências do mal, o próprio reino do mal em luta contra o reino do bem.
 Jesus Cristo anuncia a vitória final da Igreja contra as forças do mal.
Fora de qualquer dúvida o maldito governo Dilma/lulopetista e seus seguidores (que inclui sem limitar alguns cineastas) representam a encarnação das forças do mal, do maligno.]

Nas muitas reuniões que aconteceram sobre o assunto, o artigo de Padilha e declarações de outros artistas foram citados como sinais de uma campanha contra a Igreja, a tal ponto que alguém chegou a sugerir que fosse comprada uma montanha e para lá se transferisse o monumento do Corcovado, que fica no Parque da Tijuca, sob jurisdição federal. [a área em que a estátua fica e toda a estrutura de apoio é legalmente da Igreja Católica. O que pertence ao governo federal é a área que cerca o monumento do Cristo Redentor, condição que permite que esse governo ateu (e também a toa) possa impedir o acesso.
O que deu a vitória ao Padilha foi o recuo inconveniente de D. Orani - se ele mantivesse firme sua posição o cineasta teria que esperar pelo final das eleições para voltar a atacar a Igreja Católica.
Só que com Dilma e corja lulopetista detonada quem iria ter coragem de afrontar a Igreja Católica?]

Citei esse fato a D. Orani como prova de que o tema fora abordado nas reuniões, e ele, rindo muito, admitiu que “nessas reuniões, às vezes tensas, dizem-se coisas que não valem a pena levar a sério”. É claro que a sugestão era inviável, mas retrata bem como a ameaça de retaliação governamental estava no ar.


D. Orani acha que não há razão para uma retaliação do governo, e lembra que é a Igreja que cuida do monumento, e já o restaurou por duas vezes nos últimos anos, tendo conseguido patrocínio privado para tanto. “Nenhum dinheiro do bondinho e de outras atividades vai para a Igreja, fica tudo com o Parque (da Tijuca)”.

 
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, propôs que ela e D. Orani dessem uma nota conjunta, mas o cardeal do Rio preferiu conversar comigo. [Dom Orani foi sensato e preferiu seguir o conselho bíblico: "diz-me com quem andas e te direi quem és". A relaxa e goza não é confiável  como companhia e também como coautora de qualquer escrito.] O relato dos dois coincide, tanto no tom de amabilidade com que ocorreu a conversa, quanto nos detalhes, pois ambos se recordam de que a ministra se disse preocupada com a repercussão internacional da crise.


Como responsável também pelo turismo, havia trabalhado para que a imagem do Cristo Redentor fosse eleita uma das modernas Sete Maravilhas do Mundo, e essa crise com o filme poderia gerar noticiário negativo. Perguntei então a D. Orani se ele ou algum assessor havia recebido, mesmo de maneira indireta, uma ameaça de perder o controle da imagem do Cristo, e ele negou, embora admitisse que “com tantas críticas, tantas pressões, sempre há um receio de que alguma coisa possa acontecer”. Depois, acrescentou: “Se em Brasília há algum movimento nesse sentido, nós não sabemos”. 

 
Por sua vez a ministra da Cultura se disse preocupada com a situação, pois surgira na notícia no papel de adversária da Igreja Católica, quando nada havia acontecido. Ela negou peremptoriamente que exista um decreto presidencial retirando da Igreja o controle da imagem. Com outra pessoa do jornal Marta foi mais longe, afirmando que “estamos numa disputa política”, que “deveriam existir limites”, e que “isso foi feito para pôr toda a Igreja Católica contra o governo”. Que o seu nome fora usado sob medida por conta das suas posições.


Não tenho a menor ideia se as posições da ministra Marta Suplicy deram ares de verdade a uma suposta ameaça, nem se seu papel de representante oficial da cultura serviu para reforçar a imagem de que estaria apoiando o movimento dos artistas em protesto contra o que foi considerado por muitos, inclusive eu, uma censura artística. O fato é que a possibilidade de o governo tomar uma atitude no sentido de retirar ou mesmo reduzir os poderes da Igreja Católica sobre a imagem do Cristo Redentor foi discutida diversas vezes na Cúria Metropolitana nos dias do impasse sobre o filme de José Padilha.


Fonte: Merval Pereira - O Globo 

 

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada