Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sábado, 30 de agosto de 2014

Militares tratam a Com Omissão da Verdade com o deboche que todos mentirosos merecem. A tal Comissão avilta a verdade e a dignidade

A Constituição Federal e a legislação infraconstitucional garantem a qualquer acusado o direito de permanecer em silêncio e a partir do momento em que os membros da "com Omissão da Verdade" ignoram as leis brasileiras, são parciais e agem na ilegalidade, deixam de merecer qualquer consideração e respeito.

Militares mostram irritação e ironia ao depor na Comissão da Verdade

Durante interrogatório, eles dizem não ter nada a declarar e até debocham 

Depoimentos já colhidos pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) revelam a irritação dos militares em serem chamados para dar suas versões sobre casos de tortura e violência cometidos durante a ditadura. Interrogados por assessores e pesquisadores da comissão especialistas em violações cometidas entre 1964 e 1985, os depoentes também apelaram para ironia para fugir das perguntas. 

O coronel da reserva Celso Seixas Marques, que prestou depoimento no fim do ano passado, foi um dos que se irritou. Convocado por ter atuado na Guerrilha do Araguaia, ele repetiu 23 vezes a expressão “nada a declarar” quando os integrantes da comissão perguntaram, por exemplo, se ele tomou conhecimento da morte de alguns guerrilheiros do PCdoB na região. Eu gostaria que aqui estivessem presentes os membros da Comissão da Calúnia. E eu não desejo que os espirros (agentes da PF) que foram mandados à porta da minha casa, novamente apareçam. A comissão não tem autoridade para me prender, como foi dito lá, que eu seria trazido sob vara, para depoimento. Não há na comissão autoridade para isso. Eles estão inventando, tentando envenenar o brasileiro de uma maneira só, embora esta porcaria não esteja na agenda do povo brasileiro. Que nunca mais apareça a Polícia Federal na minha porta, certo? Incomodar minha mulher, meus vizinhos. Por isso eu não assinei esta porcaria. Era isso aí — declarou Marques.

Mesmo com o silêncio nas respostas, os integrantes da comissão fizeram as perguntas:
Acho que a gente poderia ler as perguntas, mesmo que ele não tenha nada a declarar e deixa registrado — disse a assessora Mariana Barreiras, que junto com pesquisador Leonardo Hidaka, ex-coordenador de projetos da CNV, conduziu as oitivas com os militares que combateram no Araguaia.[quantos "aspones" do tipo dessa "assessora" Mariana o contribuinte brasileiro está pagando para inventarem depoimentos?]

Menos resistente, o general Álvaro de Souza Pinheiro, contou mais detalhes de sua atuação no regime limitar, ainda que tenha classificado sua ida à comissão de “esdrúxula e patética”. O general da reserva disse que jamais serão encontrados os corpos dos desaparecidos. Esse negócio de dizer que enterrou, onde é que está enterrado, vão ficar procurando eternamente e não vão achar coisa nenhuma — retrucou, numa das respostas.

Numa referência sobre o guerrilheiro Osvaldo Orlando da Costa, o Osvaldão, Pinheiro mais uma vez, foi irônico: — Nosso amigo Osvaldão, quem não conheceu Osvaldão? Vocês conheceram o Osvaldão melhor do que eu. É ou não é verdade? Deve saber exatamente o dia que ele foi para o inferno, o lugar de onde nunca deveria ter saído. É ou não é verdade?

No depoimento, o general confirmou que helicópteros foram usados para transportar corpos de guerrilheiros.— A última notícia que eu tinha era um guincho, o senhor sabe o que é um guincho de um helicóptero? Muitas árvores altas, o guincho descia, o comandante da equipe normalmente preparava o corpo, porque ele tem que ser preparado, prendia com o mosquetão de escalada, fazia um gesto, ligação por rádio, subia, e nunca mais a gente ouvia falar. 

O general Pinheiro levou 13 militares para acompanhar seu testemunho. Durante todo o tempo, ele ironizou os interrogadores da comissão, com expressões como: “É moça, você está bem informada” ou “a senhora é tão simpática que eu posso até lhe dizer alguma coisa que eu não devo dizer, porque é reservado”.

Mariana Barreiras, da comissão, retrucou:— Muito simpática, como o senhor.
Não, eu não. Eu sou um grosso, casca grossa. Não fale isso para mim, porque eu não mereço.

O general Nilton Cerqueira, que ficou calado em presença recente na comissão, prestou um depoimento anterior em novembro de 2013, e, na ocasião, afirmou que comandou as operações e que ficou lá até “resolver a situação”. Ele disse que ninguém tinha ordem de eliminar, mas de combater, e que prender não era opção. — Se a ameaça vem do bandido, que está lá recebendo ordens de São Paulo, ele vai morrer. Se não atirar, ele morre — disse Cerqueira. 

O ex-sargento João Santa Cruz, que ficou três anos na região e comandou um destacamento militar, disse que o único militar que tem todas informações sobre o que ocorreu no Araguaia é o major Curió. Para Santa Cruz, as expedições da comissão na região “não vão encontrar nada”. 

Fonte: O Globo 

 

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada