Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

Blog Prontidão Total

Blog Prontidão Total

Este espaço é primeiramente dedicado a DEUS, a PÁTRIA, a FAMÍLIA e a LIBERDADE.

Vamos contar VERDADES e impedir que a esquerda, pela repetição exaustiva de uma mentira, transforme mentiras em VERDADES.

Escrevemos para dois leitores: “Ninguém” e “Todo Mundo” * BRASIL Acima de todos! DEUS Acima de tudo!

NOS VISITE!!! ENTRAR!!! CONTINUAR>>>


COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Obama: mundo está 'horrorizado' com decapitação de jornalista



O presidente condenou as atrocidades perpetradas pelos terroristas do Estado Islâmico. 'Não há espaço para o EI no século XXI', ressaltou
Barack Obama condenou nesta quarta-feira a decapitação de James Foley que foi gravada e divulgada pelo grupo terrorista Estado Islâmico, e afirmou que "o mundo todo está horrorizado com o assassinato brutal" do jornalista pelos jihadistas. “Jim era um jornalista, um filho, um irmão e um amigo (...) que foi tirado de nós em um ato de violência que choca a consciência do mundo todo”, disse o presidente, em pronunciamento.


Vídeo divulgado pelos terroristas do Estado Islâmico com jornalista James Foley (Reprodução/VEJA)
Para Obama, o EI é um “câncer que precisa ser combatido antes que se espalhe”. “Nenhuma fé ensina as pessoas a massacrarem os inocentes”, declarou. “Não há espaço para o EI no século XXI". O democrata também garantiu que os Estados Unidos não vão mudar sua postura em relação ao Iraque. “Os Estados Unidos vão continuar a fazer o que deve ser feito para proteger seu povo”. No mesmo vídeo em que Foley é morto, os terroristas mostram outro jornalista, Steven Sotloff, e fazem uma ameaça, ao dizer que a vida dele depende das próximas decisões do governo americano.

A rede ABC News informou que o presidente americano sabia da ameaça à vida de Foley antes de os terroristas publicarem o vídeo da decapitação na internet. Obama tomou conhecimento da divulgação das imagens enquanto voava de Washington para o Estado de Massachusetts, para retomar suas férias. Antes do pronunciamento, a Casa Branca reconheceu a veracidade do vídeo em que o jornalista é decapitado

Foley, de 40 anos, havia sido sequestrado em novembro de 2012 quando trabalhava como freelance na Síria. A mãe do jornalista, Diane, afirmou que o seu filho “deu a própria vida para tentar expor ao mundo todo o sofrimento ao qual a população síria é submetida”. No vídeo, Foley aparece de joelhos, com uma veste laranja – a mesma cor utilizada pelos prisioneiros de Guantánamo -  ao lado de um terrorista mascarado. Ele diz que o governo americano deveria ser responsabilizado pela sua morte, pois tem agido com “complacência e criminalidade” no Iraque. O jihadista, em inglês com sotaque britânico, diz na sequência que a morte de Foley é uma vingança aos ataques aéreos dos Estados Unidos contra o EI. No último dia 8, o Exército americano iniciou uma ofensiva aérea contra os radicais sunitas. Foram os primeiros ataques dos EUA no Iraque desde a retirada das tropas do país, em 2011.

A estética da barbárie é uma recorrente estratégia empregada pelos terroristas que estão avançando em um grande território no Iraque e na Síria. Ela funciona como arma de propaganda para aterrorizar os inimigos e garantir a obediência das populações das cidades conquistadas, além de atrair desajustados e radicais sunitas de todas as nacionalidades.

A selvageria cometida contra o jornalista complica o cálculo da Casa Branca em relação à situação no Iraque. Até agora, o governo insistia que seu envolvimento no conflito seria limitado. Há dois dias, Obama havia dito que as forças iraquianas e curdas deveriam assumir a liderança no combate ao grupo terrorista, assegurando somente o “apoio” dos Estados Unidos. A pressão por uma resposta mais dura contra o EI deve aumentar. Por outro lado, pode resultar em mais uma morte bárbara de um cidadão americano.

Grã-Bretanha - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, decidiu interromper as férias e voltar a Londres nesta quarta depois da morte de Foley. A Grã-Bretanha trabalhará em conjunto com os Estados Unidos para tentar identificar o assassino. "Nossos serviços de inteligência observarão o vídeo com muita atenção em ambos os lados do Atlântico para estabelecer a autenticidade, tentar identificar o indivíduo envolvido e, então, tentarão localizá-lo juntos", disse o secretário de Relações Exteriores, Philip Hammond, à Sky News.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, divulgou um comunicado condenando “o assassinato horrível do jornalista James Foley, um crime abominável”. Para Ban, “os responsáveis por este e outros crimes terríveis devem ser levados à Justiça”.

Clique aqui para galeria de fotos Conflitos no Iraque


Fonte: Revista VEJA

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada