Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

A presidente do Brasil é uma ex-terrorista; muitos membros do alto escalão foram terroristas. Que interesse tem em condenar o terrorismo?



Brasil é advertido por não se empenhar no combate ao terrorismo
Organização internacional critica o país por não adotar legislação de tipificação do crime de financiamento
O Brasil recebeu uma advertência por não se empenhar no combate ao financiamento de organizações terroristas. Em tom diplomático, o Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo (Gafi) enviou carta em setembro ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, para comunicar que o país foi enquadrado na categoria mais leve de nação que não trabalha contra o terrorismo. Fontes ouvidas pelo GLOBO confirmam que a decisão de fazer uma "censura velada" ao Brasil foi tomada no congresso mundial do Gafi, realizado em junho, em Paris.

Essa lista de países é mantida sob sigilo e serve como pressão para que os governantes adotem medidas como, por exemplo, uma legislação de tipificação do crime de financiamento de terrorismo. O Gafi é uma organização intergovernamental que tem a missão de desenvolver e promover políticas nacionais e internacionais de combate à lavagem de dinheiro e ao abastecimento financeiro de grupos terroristas. Ele foi criado em 1989 e desde então estimula os países a fazer reformas legislativas e regulatórias nessas áreas. — Na carta, eles reconheceram avanços na questão da lavagem de dinheiro, mas apontaram problemas na tipificação do financiamento ao terrorismo — disse um integrante do governo brasileiro.

A bronca internacional já era esperada internamente por membros do governo. Isso porque o Gafi chegou a alertar no início deste ano que o Brasil precisava de uma lei específica sobre financiamento de terrorismo. No entanto, nem mesmo o crime de terrorismo ainda é tipificado no Brasil.

Dado o teor das críticas do organismo internacional, feitas informalmente no início do ano, um conjunto de órgãos que tratam do tema, como o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e o Banco Central, enviou à Casa Civil um documento para explicar toda a situação e alertar o Palácio do Planalto sobre o risco para a imagem do país com um rebaixamento.

Ficar na lista negra do Gafi significa, em última instância, ser convidado a se retirar do grupo e sofrer sanções comerciais. O país está longe disso, mas já recebeu o primeiro alerta. Mesmo depois do alerta, o governo não vê necessidade de mudanças na lei. “O entendimento do governo é de que o Brasil já dispõe de instrumentos legais que permitem a repressão a condutas ligadas a atos terroristas e, também, aqueles relativos ao financiamento ao terrorismo e a atos dele decorrentes”, disse a assessoria da Casa Civil em nota.
— O pessoal suspirou aliviado porque essa punição que o Brasil recebeu é encaminhada só para o governo e ninguém fica sabendo — comentou outro técnico a par do assunto. — O Brasil conseguiu enrolar sistematicamente as punições que já devia ter recebido há muito tempo. Agora, não deu mais. Na internet, o Coaf divulgou o resultado do congresso do Gafi. Frisou que o financiamento do terrorismo continua sendo uma “séria preocupação para a comunidade internacional e permanece como um dos principais focos dos padrões” do grupo. O conselho ainda publicou a lista de países mais problemáticos em relação à lavagem de dinheiro e terrorismo. No topo da relação, está o Irã.

Segundo o Coaf, o Gafi continua particular e excepcionalmente preocupado com o fracasso do Irã em solucionar o risco de financiamento do terrorismo e a séria ameaça que isto representa para a integridade do sistema financeiro internacional, apesar do envolvimento prévio do Irã com o grupo, e do recente envio de informações. De acordo com fontes do próprio governo, há uma problema político para o Brasil não criar uma legislação para tipificar o terrorismo e outra para instituir o crime de financiamento de atos terroristas. — Qual era a profissão da nossa presidente com 18, 20 anos?— [terrorista, integrante de uma das mais sanguinárias organizações terroristas do final dos anos 60 inicio dos 70.
A presidente Dilma teve a cara de pau de defender na tribuna da Assembléia Geral da ONU o Estado Islâmico.] questiona um técnico ao justificar que uma legislação que tipificasse atos terroristas colocaria a presidente Dilma Rousseff numa saia justa internacional pela atuação que teve na guerrilha urbana contra a ditadura militar brasileira. Não tipificar terrorismo é uma questão ideológica por causa das pessoas envolvidas.

Periodicamente, o Gafi avalia os países membros em relação à implementação de medidas de prevenção e combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo. Deve acompanhar o Brasil mais de perto daqui para a frente.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada