Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

sábado, 8 de novembro de 2014

Juiz não é Deus

Juiz ou Deus, eis a questão

A sentença de um desembargador dando-lhe razão acaba de condenar a herege a pagar uma indenização de R$ 5 mil sob a acusação de que desacatara e debochara da autoridade

Podia ser um episódio da série de humor non sense da turma do Porta dos Fundos, que costuma simular a vinda de Deus à Terra, em carne e osso, para resolver prosaicas questões do dia a dia. Ora é o apelo apaixonado da “outra”, que quer fazer “o Valter largar a esposa” para ficar com ela, e Ele se irrita porque deixou de resolver o problema da fome na África para atender a esse chamado.


  Luciana Tamburini (Imagem: Fábio Motta / Estadão)

Ora é o torcedor desesperado a quem Ele confessa sua impotência: “Não posso fazer nada pelo Botafogo.” Ou a dona de casa que quer uma solução divina para que o bolo que está fazendo não fique solado. Para quem reclama da Avenida Brasil depois das 7 da noite, Ele alega: “Não sou Moisés nem Eduardo Paes, não tenho ingerência no trânsito.” De cabelos compridos, longas barbas e bata branca, Ele aparece sempre mal-humorado em consequência da sobrecarga de trabalho, ou seja, dos insistentes pedidos terrenos de ajuda.

O episódio a que me referi no começo aconteceu há três anos e, agora, teve uma solução inesperada. Nele, Deus não aparece, ou aparece disfarçado, mas é evocado e confundido com um juiz. Em 2011, um homem foi parado em uma blitz da Lei Seca na Zona Sul do Rio sem carteira de habilitação e com o carro sem placa e sem documentos. Infrações graves. A agente da Operação Luciana Silva Tamburini puniu-o multando e ordenando o reboque do veículo.

Houve reação do acusado, os dois se desentenderam e, quando ele se identificou com o tradicional “sabe com quem está falando?”, revelando sua posição privilegiada, ela replicou dizendo que ele “era juiz, mas não Deus”, e que, portanto, devia se sujeitar às leis dos homens. A diferença estabelecida pela servidora do Detran foi recebida como ofensa. Provavelmente para provar o quanto ela estava errada na sua afirmação, já que ele de fato se achava pairando acima do bem e do mal, numa esfera superior, o juiz João Carlos de Souza Correa deu-lhe voz de prisão.

Quer dizer: em vez de aceitar ser punido pela transgressão, julgou que ele, sim, é que podia punir quem ousou puni-lo, pois já fizera o mesmo com um guarda rodoviário que o abordara em 2009. Souza Correa conseguiu na Justiça o que queria. A sentença de um desembargador dando-lhe razão acaba de condenar a herege a pagar uma indenização de R$ 5 mil sob a acusação de que desacatara e debochara da autoridade.

Além da multa de quase o dobro de seu salário, que está sendo coberta por uma solidária “vaquinha virtual” na internet e já arrecadou mais de R$ 10 mil, ela aprendeu a lição de que questionar a condição divina de certos humanos é um pecado que pode custar caro.

Fonte: Zuenir Ventura - O Globo 

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada