Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Meu neto podia estar vivo!



Avó do menino Bernardo pede a senadores que recusem a emenda no projeto da Guarda Compartilhada
Carta escrita por Jussara Uglione diz que se a proposta original do PL 117/2013 estivesse em vigor, talvez seu neto não estivesse morto



Os membros da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado receberão um duro recado até a quinta-feira 20, quando promoverão audiência pública sobre o Projeto de Lei 117/2013, que trata da aplicação obrigatória e automática da guarda compartilhada para filhos de pais separados. Trata-se de uma carta assinada por Jussara Marlene Uglione, avó materna do garoto Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, abandonado pelo pai e cruelmente assassinado pela madrasta, em abril, no Rio Grande do Sul. No texto de três páginas, Jussara narra as inúmeras tentativas que fez para denunciar judicialmente o abandono a que o neto vinha sendo submetido e, em seguida, afirma que se, a proposta original do PL 117/2013 estivesse em vigor, talvez o neto não teria sido torturado e morto pela madrasta. Com todas as letras, Jussara pede aos senadores que rejeitem uma emenda apresentada pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) e aprovem o projeto sem modificações.

A carta de Jussara tem força para influenciar a decisão dos parlamentes que deverão, até o final de novembro, votar a emenda de Jucá. A aprovação da emenda produzirá, segundo especialistas, uma situação idêntica a atual, que dificulta a aplicação da guarda compartilhada e favorece a reprodução de casos como o de Bernardo. “A alteração proposta pelo senador Romero Jucá cria mecanismos interpretativos imprecisos ou genéricos, que na prática judiciária bloqueará o preceito da guarda compartilhada como regra”, registra a carta assinada por Jussara e pelos advogados Marlon Adriano Balbon Taborda e Jerusa Da Cas Biasi.

A guarda compartilhada já é lei no Brasil e, portanto, como afirma Jussara, o garoto Bernardo não deveria estar exposto unicamente à crueldade da madrasta. O problema que favorece ao surgimento de inúmeros casos como o Bernardo está na redação da lei que institui a guarda compartilhada “sempre que possível”. É essa expressão que permite aos juízes optarem pela guarda unilateral como regra, violando o espírito da legislação e prejudicando cerca de 20 milhões de crianças e adolescentes filhos de pais separados.

O PL 117/2013, já aprovado pela Câmara e por duas comissões do Senado, corrige exatamente esse problema, na medida em que determina que a guarda compartilhada deve ser obrigatória e automática, a não ser que um dos pais manifeste o desejo contrário. A emenda apresentada por Romero Jucá, que trata da questão da violência contra a criança, no entanto, representa um retrocesso. Ele diz em sua emenda que a legislação precisa ficar atenta para impedir que as crianças sejam submetidas a um regime de guarda propício à violência física e psicológica. Com isso, permitirá que os juízes continuem a optar pela guarda unilateral, bastando para tanto que um dos pais levante alguma suspeição.

Além dos argumentos apresentados pela avó do menino Bernardo, os senadores também receberão um relatório feito com base nos dados fornecidos pelo disk denúncia do governo federal. Os números mostram que em 8% dos casos a violência praticada contra as crianças parte do pai ou da mãe. Já madrastas e padrastos são responsáveis por 22% dos casos. “Várias vezes bati à porta do Judiciário buscando alterar a guarda do Bernardo em face da gravíssima situação, mas em total descaso, com uma sucessão de erros e a normal morosidade, nada mais pode ser feito para reverter a enorme perda de Bernardo”, diz Jussara no documento que será entregue aos senadores.

O PL 117/2013 está em sintonia, segundo educadores, com o que há de mais moderno e eficiente para o desenvolvimento das crianças e adolescentes e, casos de exceção devem ser tratados como tal. Aliás, a própria legislação brasileira já contempla essas situações. O artigo 1586 do Código Civil, por exemplo, estabelece que “havendo motivos graves, poderá o juiz, em qualquer caso, a bem dos filhos, regular de maneira diferente da estabelecida nos artigos antecedentes a situação deles para com seus pais”.

Confira a íntegra da carta da avó do menino Bernardo, Jussara Uglione:



Fonte: Portal Terra

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada