Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Não são poucas as vezes em que um governo forte, anticomunista, imposto, é melhor que um escolhido pelo povo. O povo escolhendo, na maior parte das vezes só escolhe drogas – caso atual do Brasil


Toda ditadura é nojenta!
Não existe ditadura ruim ou boa. Toda ditadura é abominável, seja civil ou militar. Ela desperta os instintos mais primitivos dos que a exercem.
Nada há de absurdo em se discutir o eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff no rastro do escândalo da Petrobras.
Em um regime democrático, a Constituição prevê que o Congresso pode, sim, derrubar o presidente da República. Foi o que aconteceu com o ex-presidente Fernando Collor no final de 1992.  Acusado de roubar e de ter deixado roubar, Collor despachou uma carta para o Congresso renunciando ao cargo. O Congresso, simplesmente, ignorou a carta e cassou seu mandato. Assumiu Itamar Franco, o vice-presidente. [no caso do Collor houve uma covardia, motivada por jogada política do Congresso, no afã de mostrar serviço.
No instante em que a carta de renúncia de Collor foi entregue ao Congresso sua renúncia, ato unilateral, se concretizou passando Collor imediatamente a condição de ex-presidente. E ex-presidente não pode ter o mandato cassado.]

Em momento algum correu perigo a ainda frágil democracia instalada no país depois de 21 anos de ditadura militar. Muito bem. Só que não há por enquanto nenhum motivo, sequer um pretexto razoável, para que se cogite a queda da presidente. [sobram motivos: em delação premiada, mecanismo previsto pela legislação brasileira, o doleiro Youssef afiança que a campanha 2010 foi financiada com dinheiro do PETROLÃO – PT; além da comprovada cumplicidade da Dilma na roubalheira do PETROLÃO – PT (Dilma é cúmplice, no mínimo, por conivência representada por omissão), razão mais que suficiente para caracterizar crime de responsabilidade, existem dúvidas (ainda não desfeitas e que tudo indica o governo não pretende desfazer, até mesmo por não ser possível desfazer o que as investigações provarão que são fatos) sobre a credibilidade das urnas eletrônicas que reelegeram a ainda presidente.
Os dois primeiros motivos deixam claro a prática pela presidente de “crime de responsabilidade”, cuja punição inicial é o impeachment.]

Goste-se ou não, Dilma foi legitimamente reeleita. Derrotou Aécio Neves por uma diferença superior a três milhões de votos.  O próprio Aécio telefonou para ela parabenizando-a. Não se pode impedir ninguém de pregar o impeachment.  Nem mesmo de pregar um golpe militar. O extraordinário da democracia é que ela garante a liberdade até mesmo dos que se opõem a ela. [pedir a intervenção das Forças Armadas não é pregar “golpe militar”. A própria Constituição vigente autoriza a intervenção das Forças Armadas na “garantia da lei e da ordem’.
A principio, tal solicitação deve ser de iniciativa de qualquer um dos três poderes; o fato é que a lei e a ordem estão seriamente comprometidas  e diante da omissão dos três poderes, nada mais justo que o Povo vá as ruas e peça que as Forças Armadas intervenham no restabelecimento da Lei e da Ordem e para tanto é mais que necessário o afastamento imediato e definitivo da atual presidente da República.]  

Mas quem tenha o mínimo de responsabilidade política e social não pode ouvir calado os que incitam ao ódio e à quebra da legalidade. Por asco, dessa gente eu quero distância. Este país já teve ditadura de mais e liberdade de menos. E quem provou na pele a violência do estado de exceção ou apenas ouviu falar das várias maneiras como ela se manifestou, está obrigado a dar testemunho para que isso jamais se repita. Jamais. [ressalte-se que as versões sobre suposta violência do estado de exceção são apresentadas apenas pelos que buscaram estabelecer no Brasil uma ditadura comunista, fazer da nossa Pátria uma Cuba.] Não existe ditadura ruim ou boa. Toda ditadura é abominável, seja civil ou militar. Ela desperta os instintos mais primitivos dos que a exercem. E deixa cicatrizes para sempre.

Fonte: Blog do Noblat – Por:  Ricardo Noblat

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada