Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Quem não deve, não teme - Ministro Dias Toffoli encaminha pedido do PSDB para auditoria sobre apuração das eleições enquanto Janot é contra

Toffoli encaminha pedido de auditoria sobre apuração das eleições - PGR manda para o TSE parecer contra auditoria nas eleições

[temos uma presidente eleita em votação realizada em urnas eletrônicas que o TSE não deixa auditar; temos mais de 80.000.000 de eleitores que não votaram na presidente da República,

Para tornar seu mandato livre de suspeitas uma auditoria independente precisa ser realizada.]

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, enviou hoje (3) à Secretaria de Tecnologia do tribunal, setor responsável pela apuração das eleições, o pedido do PSDB de auditoria especial do resultado da eleição presidencial.

Segundo o TSE, caberá ao secretário de Tecnologia, Giuseppe Gianino, prestar informações sobre a necessidade e viabilidade do pedido. Após o parecer do secretário, o pedido voltará para a presidência do tribunal para ser analisado, individualmente, por Toffoli, ou pelo plenário.

Na semana passada, ao protocolar o pedido, o partido disse que tem “absoluta confiança” de que o tribunal garantiu a segurança do pleito, mas pretende tranquilizar eleitores que levantaram, por meio das redes sociais, dúvidas em relação à lisura da apuração dos votos.

Para Rodrigo Janot, PSDB não apresentou indícios de que houve fraude na votação [Janot deve estar querendo que o PSDB apresente uma confissão escrita dos fraudadores, devidamente assinada e com firmas reconhecidas em cartório.

Senhor procurador, por favor entenda que a Justiça não precisa apenas ser honesta, deve também parecer honesta.

Que custa realizar uma auditoria independente em todo o processo eleitoral de 2014? com a auditoria Vossa Excelência e a Justiça Eleitoral estarão dando credibilidade total as urnas eletrônicas e respondendo a uma curiosidade de milhões de brasileiros: qual o motivo dos países com democracia consolidada, entre eles Estados Unidos, Alemanha, França e outros não aceitarem usar as urnas eletrônicas brasileiras.? fogem delas, como o diabo foge da Cruz.]

 O procurador-geral eleitoral, Rodrigo Janot, enviou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) parecer recomendando que não seja feita a auditoria especial no sistema das eleições deste ano, conforme pedido pelo PSDB. Segundo o procurador, o partido não apresentou qualquer indício de que houve fraude na votação para presidente da República. “O requerimento é, pois, temerário, pois visa a promover gravíssimo procedimento de auditoria sem que exista qualquer elemento concreto que o justifique, baseando-se exclusivamente em especulações sem seriedade efetuadas em redes sociais”, escreveu Janot. 

Para o procurador, abrir uma auditoria das eleições sem elementos concretos “é uma imprudência à toda prova, dada a real possibilidade de criar uma situação de instabilidade social e institucional, a ser provocada por comentários e boatos de nenhuma consistência, postados em redes sociais”. [a dúvida não esclarecida tem uma capacidade bem maior de gerar uma situação de instabilidade social e institucional do que o resultado de uma auditor - exceto se tal resultado mostrar que as eleições foram fraudadas.] 
 
Com o documento em mãos, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, vai elaborar um voto. Essa posição deve ser submetida ao plenário do tribunal. A data do julgamento ainda não foi marcada. Janot também refutou a suspeita levantada pelos tucanos com relação ao horário em que a apuração dos votos foi divulgada. Segundo ele, era necessário que isso ocorresse às 20h, apesar de o somatório ter começado às 17h, para não influenciar na votação no Acre – que tem fuso horário de três horas a mais em relação a Brasília. “Não seria recomendável tornar pública a totalização do votos nas demais unidades da Federação enquanto os eleitores de uma delas ainda se encontravam votando, pois estes poderiam ser influenciados por esta ou aquela tendência de votação que já se apresentasse probabilisticamente majoritária nas outras unidades com urnas encerradas”, afirmou.[o número de eleitores do Acre é insuficiente para causar qualquer alteração no resultado da eleição para presidente, já que não atingem sequer 500.000 eleitores.
Assim, não tem sentido retardar a apuração para evitar que eles votassem todos em um candidato. Nada mudaria.] 
  O procurador-geral explicou que várias informações solicitadas pelo PSDB já estavam disponíveis no momento da apuração dos votos, como a cópia dos boletins de urna de todas as sessões eleitorais do país. Uma norma do TSE obriga a entrega do documento aos partidos políticos, à imprensa e ao Ministério Público logo depois da votação. “O sistema eleitoral brasileiro, ao qual o partido requerente empresta tão pouca credibilidade, por conta de boatos postados em redes sociais, pode ser amplamente acompanhado e fiscalizados, em suas mais diversas fases, pelos partidos políticos”, concluiu Janot.

No documento, o procurador afirmou que as eleições deste ano foi a que mais provocou manifestações em redes sociais. Segundo ele, o ambiente virtual foi de grande acirramento, com direito a “lamentável discurso de ódio” contra eleitores nordestinos, que teriam sido responsáveis pelo resultado da eleição presidencial. Segundo Janot, houve muitos comentários criminosos na internet, facilitados pelo anonimato dos usuários. Para ele, um partido político não pode se basear nesse tipo de informação para ajuizar um pedido de auditoria nas eleições.

O pedido do PSDB chegou ao TSE na última quinta-feira. No documento os tucanos reiteraram a confiança na Justiça Eleitoral, mas argumentou que a medida daria aos eleitores a certeza do resultado da eleição. Toffoli já recebeu a ação e pediu opinião ao secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, sobre o assunto.

Fonte: Agência Brasil/O Globo

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada