Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

COMUNICADO - Novo Site

Nota de Esclarecimento

Importante:

Memória: em 8 setembro 2007, começamos as atividades deste Blog, sob o título Blog da UNR e nossos objetivos estão bem destacados no nosso primeiro post, título 'início das atividades...' .

De imediato, constatamos que estando a esquerda no governo, uma dificuldade se apresentava: contar os erros, as traições, as covardias, os assassinatos, as falcatruas cometidos pela esquerda durante o Governo Militar OU contar os crimes que a esquerda, a petralhada à frente, continua cometendo nos dias atuais? (apesar de fragorosamente derrotada pelos militares a esquerda aproveitou-se da generosidade dos vencedores e voltou tal qual serpente e conseguiu PERDER A GUERRA e vencer a Batalha da Comunicação, passando de vilão a heroína).

A famigerada esquerda conseguiu o poder - agindo disfarçada de democrata - e passou a mostrar, de forma descarada, ser pior que antes.

Diversos motivos, que não vem ao caso aqui detalhar, tornaram conveniente alterar o nome do Blog da UNR, que passou a denominação de BLOG PRONTIDÃO, mantendo a URL.

Apesar de ser um Blog pequeno, fruto de um trabalho amadorístico, porém de muita dedicação, contando com poucos seguidores, alguns visitantes fiéis, outros eventuais, tivemos a imensa alegria de constatar que incomodávamos a petralhada - o que foi fácil perceber pela necessidade de 'moderar comentários', pelos xingamentos que recebemos a cada postagem, tentativas de invasão (parcialmente exitosas, com modificações de postagens {o mais odioso foram as vezes que conseguiram mudar palavras, trechos de postagens, títulos, e passar a idéia que defendíamos o desgoverno petralha}).

Para tornar mais dificil que os guerrilheiros da informática à serviço do desgoverno - o ministro da Secom, Traumann, foi demitido por admitir publicamente que o desgoverno Dilma, a exemplo do seu antecessor $talinácio Lula, usam a guerrilha virtual - continuassem a nos incomodar, decidimos suspender, temporariamente, a veiculação de POSTs no Blog Prontidão, passando a veicular no Blog PRONTIDÃO TOTAL, usando outra URL.

Claro que alguns leitores não acessaram o Blog Prontidão Total - o que atribuímos a alguma falta de comunicação da nossa parte - porém, de tudo concluímos que podemos e VAMOS PERMANECER firmes e fortes, protegidos da sanha 'assassina' dos guerrilheiros virtuais do desgoverno, contando a verdade, tudo o que soubermos e o nosso amadorismo permitir, do muito de ruim, de nocivo, de pernicioso, que o atual desgoverno pratica, estimula, esconde e apoia.

Voltar ao Blog PRONTIDÃO seria pretender que nossos poucos leitores ficassem pulando de galho em galho - a manutenção da nossa 'linha editorial', que vem desde 2007, é eloquente e fiel aos fatos ao provar que nossos ideais permanecem firmes, estamos apenas mais fortes.

Vamos continuar com a denominação Blog PRONTIDÃO TOTAL, na URL que atualmente atende àquele Blog, mantendo nossa postura de apresentar sempre a VERDADE - verdade que representa os fatos (aliás, não podemos esquecer, verdade e fato são unos)e não a verdade conveniente (tática usada pela esquerda petralha).

Felizmente, temos dois leitores, afinal, escrevemos e vamos continuar escrevendo para dois leitores: "Ninguém" e "Todo Mundo".

Por favor, nos honre com sua visita, clicando aqui: Blog Prontidão Total ou em qualquer link disponível, em azul, neste texto

ou colando em seu navegador: http://brasil-ameoudeixe.blogspot.com.br/

ou Blog Prontidão Total

BRASIL! ACIMA DE TUDO

IMPOSTÔMETRO

Ad Sense

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Um dilema para Dilma



Em tempos recentes, a facção criminosa denominada Primeiro Comando da Capital tentou coagir o governo paulista a alterar a política carcerária do estado, para que seus integrantes não perdessem as regalias lhes permitiam fazer crescer seus lucros mesmo na cadeia. Atiravam a esmo em pessoas que caminhavam tranquilamente pelas ruas ou conversavam nos bares. Deu errado porque a reação do governo foi dura.

O fato me vem à memória ao ler que senadores incomodados com a Operação Lava Jato, desencadeada pela Polícia Federal e que avança no sentido de revelar comprovadamente que deputados e senadores recebiam propinas para intermediar negócios na Petrobras e em outras empresas e órgãos públicos, prometem rejeitar o nome do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, caso venha a ser indicado para a vaga de Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal.

Tal indicação obedece aos critérios da Constituição e à vontade da presidente da República, que, aliás, nada deixou transparecer sobre suas preferências, mas o veto pretende submetê-la a situação constrangedora em qualquer hipótese, indicando ou não José Eduardo Cardozo. Pior é a situação de quem vier a ser escolhido, submetido a suspeita injusta de ser do agrado de uma escória que a população espera ver metida no Presídio da Papuda, assim que o juiz Moro considerar esgotado o período de sigilo dos inquéritos, o que parece destinado a aguardar o recebimento formal da denúncia do Ministério Público Federal e a transformação dos indiciados em réus.

Estamos em meio a uma investigação brilhante que levou à colaboração um diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que seguramente não agia sozinho na máquina do Poder, como indicam os valores roubados ao povo. É elementar supor que transações daquele vulto seriam rejeitadas se não houvesse enorme rede de proteção a ampará-lo. Em paralelo, ressurge a figura do doleiro Alberto Youssef, velho conhecido da polícia desde o caso Banestado, encarregado de repassar dinheiro para políticos corruptos.

A partir daí, novos depoimentos robustecem as provas já colecionadas.  Aí está o espanto. A Polícia Federal, que puxou o fio dessa meada, atuou sem que o ministro da Justiça interferisse em favor de quem quer que seja. Daí ter-se tornado a ameaça do bom exemplo, no dizer de Noam Chomsky, culpa que lhe imputam ao vetá-lo.

José Eduardo Cardozo pode ou não ser indicado para o Supremo, é problema da presidente. Pode ser aprovado ou rejeitado pelo Senado, é problema dos senadores. O que não pode passar em brancas nuvens é a ousadia cada vez maior de ladrões públicos ampliarem o próprio poder, a garantir impunes a apropriação continuada do dinheiro público retirado dos hospitais, escolas e segurança.

Que exibam o cinismo como virtude e maquinem em favor de suas ilegalidades, não surpreende. São criminosos. Surpresa é não terem entendido que a paciência do povo se esgotou, que o protesto está nas ruas e que a proteção da censura desapareceu.

Publicado no Blog do Moreno – Por: Miro Teixeira é deputado federal 


Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada