Visitantes desde 1º junho 2013

Free counters!

IMPOSTÔMETRO

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

É questão de tempo. Basta impedir que Israel destrua os palestinos antes que o Estado palestino se consolide



França vota a favor do reconhecimento do Estado palestino
Moção teve 339 votos pró e 151 contra, causando protestos de judeus em Paris
O parlamento francês deu seu voto simbólico pelo reconhecimento do Estado palestino. Com 339 votos a favor e 151 contra, uma moção foi aprovada na tarde desta terça-feira pela Assembleia Nacional. A medida pediu que o governo do país "reconheça o estado da Palestina para que se possa dar uma conclusão definitiva para o conflito". Outros 68 deputados não compareceram, enquanto 16 se abstiveram. 

O chanceler francês, Laurent Fabius, apoiou a medida e pediu um prazo de dois anos para a criação de um Estado formal. Diante de um possível não cumprimento, ele declarou que a França passaria a oficialmente reconhecer a Palestina. Para isso, no entanto, israelenses e palestinos devem voltar a negociar condições para a paz.

Os parlamentos britânico e espanhol aprovaram moções semelhantes nos últimos meses, mas apenas a Suécia reconhece diplomaticamente a existência da Palestina. A França tem poder de veto no Conselho de Segurança da ONU.  Negociações mediadas pelos EUA fracassaram em abril, e uma série de confrontos envolvendo o grupo radical Hamas e as Forças de Defesa de Israel mataram mais de 2.100 palestinos e 72 israelenses entre os meses de julho e agosto.

Israel, por sua vez, anunciou que a votação "prejudica o processo de paz" na região. Manifestantes judeus protestaram no local com placas que diziam "Hamas + Fatah = Estado terrorista", e outros citavam o grupo terrorista Estado Islâmico em comparação ao reconhecimento.

Fonte: AFP

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada